Nocturnal Depression: no Enlevo dos Encantos Sorumbáticos

Resenha - Nocturnal Depression (Enlevo dos Encantos Sorumbáticos, BH, 04/05/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Matheus H. Guerra
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No dia 04/05/2012 (sexta-feira) aconteceu em Belo Horizonte o evento Enlevo dos Encantos Sorumbáticos IV, que contou com apresentação das bandas: Aasverus, Abasbaron, Martirio, Tristis Terminus e Nocturnal Depression. O evento também contaria com os argentinos do Wolves Winter, que não compareceram, segundo informações que tive durante o evento a banda teve a bagagem extraviada e por isso não compareceram.

5000 acessosIron Maiden: as dez melhores músicas, segundo a Loudwire5000 acessosKiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos

Cheguei no evento por volta das 22:30 e infelizmente não consegui chegar a tempo do show da banda Aasverus, assim como várias outras pessoas que ainda não se acostumaram com essa mudança para sexta-feira dos shows de bandas internacionais.

Aasverus

O evento foi realizado na já tradicional espaço que temos na Avenida Amazonas no bairro Cidade Industrial, divisa entre Belo Horizonte e contagem e logo que cheguei percebi que a galera compareceu ao evento e a casa estava relativamente cheia, apesar de saber que em BH tem muito mais público que isso e que muita gente deixou de ir ao evento. Percebi também que a galera das cidades próximas à BH e do interior também estavam presentes, o que é muito bom para a cena mineira no geral. Uma diferença deste evento para os que aconteceram anteriormente nessa mesma casa foi que desta vês improvisaram uma cortina a frente do palco com uma lona, atitude essa simples e que em minha opinião faz uma grande diferença tanto para a banda poder se preparar no palco quanto para o publico que gera uma certa expectativa. Agora vamos aos shows.

Como mencionei no início da matéria, a primeira banda a se apresentar foi o Aasverus e não consegui ver esse show.

Em seguida subiu ao palco uma das mais tradicionais bandas de Black/Death Metal da cena mineira o Abasbaron, esta banda tinha ficado fora da cena durante muito tempo e está de volta com tudo, mostrando um som bem trabalhado e que a galera agitou bastante com destaque para a música Metal Fear (se não me engano é esse o nome mesmo), com o baixo bem marcante e um ótimo solo de guitarra. Outro ponto a se destacar é a presença de palco de todos os integrantes, principalmente do vocalista que após o show fez questão de cumprimentar todos os presentes um a um.

Abasbaron

Por volta de 23:00 começou a apresentação do Martírio, mostrando o som que estamos acostumados a presenciar em suas apresentações, com músicas muito bem trabalhadas e rifs que passam por várias vertentes do Metal, desde o Black até o Heavy Metal tradicional. O ponto alto da apresentação foi na hora da música Martírio, onde toda a galera começou a bater cabeça e abriu um moch nas passagens mais Thrash da música. Quero destacar também a música Hordas Diabólicas que começa com um dedilhado muito foda e logo depois o vocalista anunciou a “saideira” que não foi a última música, e ainda tocaram mais uma.

Martirio

As 00:15 deu início o show do Tristis Terminus uma nova banda de “Depressive Black Metal”, de Barbacena que fez neste show sua segunda apresentação se não me engano. Fazendo um som bem arrastado e com vocal bem agonizante, uma diferença da sua primeira apresentação no Hordes of Chaos foi a presença do teclado, que não sinceramente não fez muita diferença, pois, quem estava fora do palco não estava conseguindo ouvi-lo exceto nos momentos em que ele ficava sozinho, mas acredito que isso foi algum problema na regulagem do som e que na próxima apresentação este já estará normal, o baixo também estava bastante alto e isso pode ter ofuscado um pouco o teclado. A banda tem músicas muito boas e uma presença de palco foda, com exceção da baixista que estava muito parada. A galera bateu muita cabeça, principalmente quando foi executado um cover de Catatonia.

Tristis Terminus

As 01:30 começou a apresentação dos franceses do Nocturnal Depression, banda esta com 8 anos de existência e uma das mais bem conceituadas no cenário Depressive Black Metal, apesar de eu não considerá-los depressive, prefiro não rotular de dizer que eles são simplesmente uma banda de Black Metal, apesar das letras serem no estilo das bandas de depressive Black metal. A banda se mostrou bem carismática e com uma presença muito fota com destaque para o baixista, o baterista levantava a todo momento, sempre chamando a galera. A banda apresentou músicas novas e antigas, uma que inclusive muitos acharam que era uma música do Dark Throne devido a um rif muito parecido com a música do álbum Panzerfaust (mais para o final do show até tocaram Dark Throne).

A galera bateu muita cabeça, principalmente com a música em que o outro guitarrista faz o vocal e que tem algumas passagens com vocal limpo, uma música bem arrastada e que uma das guitarras fica no dedilhado o tempo todo e as 02:50 termina a apresentação. O show no geral foi muito foda e a banda mostrou o porque veio ao Brasil, demonstraram humildade e ficaram no meio da galera após o show conversando e batendo fotos.

Nocturnal Depression

No geral o evento muito bom, sem registro de confusão, onde todos que estavam presentes demonstraram ter o mesmo objetivo, curtir o metal que estava ali sendo apresentado e sempre apoiar a cena.

Parabenizo também a organização que nos deu a oportunidade de presenciar mais um grande evento em BH com presença de bandas nacionais muito boas e uma banda internacional também a altura.

Nota final – 8

Acesse também:
http://warmetalbh.blogspot.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Nocturnal Depression"0 acessosTodas as matérias sobre "Tristis Terminus"0 acessosTodas as matérias sobre "Martirio"0 acessosTodas as matérias sobre "Abasbaron"

Iron MaidenIron Maiden
As dez melhores músicas, segundo a Loudwire

KissKiss
15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos

Batom, laquê...Batom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições

5000 acessosMarilyn Manson: é do cantor o vídeo mais assustador5000 acessosGuns N' Roses: banda se separou por causa de Michael Jackson, diz empresário5000 acessosGuitarristas: E se os mestres esquecessem como se toca?5000 acessosDream Theater: Myung não tinha planos de ser baixista4722 acessosTico Santa Cruz: "O rock ficou muito bem comportado"5000 acessosMarilyn Manson: pai surpreende o músico durante sessão de fotos

Sobre Matheus H. Guerra

Mineiro de Belo Horizonte, 25 anos, apreciador do verdadeiro metal desde os 16 anos de idade iniciou sua vida musical como guitarrista da banda Mist Descendants, onde saiu após dois anos para se dedicar a outros projetos, hoje é guitarrista e vocalista das bandas Dark opus e Crux Cullum, contribui com a cena metal sendo editor dos blogs WAR METAL e WAR METAL AGENDA organiza shows em BH, tais como WAR METAL e junto a produtora União Headbangers foi um dos responsáveis pela apresentação do HORNA em BH no DESTROYER FESTIVAL em outubro de 2011 e WAR METAL II em dezembro do mesmo ano.

Mais matérias de Matheus H. Guerra no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online