Metal Overdrive: Heavy Metal ao fundo da baía de Guanabara

Resenha - Metal Overdrive (Flor de Magé, Magé (RJ), 02/10/2010)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A cidade de Magé é localizada aos pés da serra dos Órgãos e ao fundo da baia de Guanabara, com ares de cidade do interior, e em um dos raros momentos na sua história, recebeu um evento deste tipo.

5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister5000 acessosCuriosidade: artistas que odeiam suas próprias músicas

Abrindo a noite fria e chuvosa, o ARCAICO, banda nativa da cidade, mostrou seu Heavy/Hard bem melodioso, em uma linha mais NWOBHM, e o público presente, talvez por conta do clima local, ficou meio frio, embora isso não tenha feito a banda ficar parada ou menos digna de nota. Covers de músicas como ‘Tornado of Souls (MEGADETH) e ‘Crazy Train’animaram um pouco a galera.

A segunda, uma das bandas mais conhecidas da cidade, o S.T.O.R.V.O., foi o seguinte, Tocando Metal Tradicional um mais cru e visceral, bem cheio de energia. O set da banda foi baseado mais em músicas próprias, como ‘Desinfeta’, ‘O Insano’ e ‘Dengue’, mais alguns covers, ‘Troops of Doom’ (SEPULTURA) e ‘Seek and Destroy’ (METALLICA). A banda é boa e segura, mas falta um pouco mais de postura, coisa que o guitarrista Alexandre mostrou, pois não para quieto um instante que seja.


A próxima banda foi o G-NOVEVA, que faz uma mistura de Crossover, Thrash e um pouco de Punk Rock, e o set deles é baseado em covers de bandas como RDP (‘Osnicente Coletivo’), MATANZA (‘’) e RAIMUNDOS (‘Eu quero ver o Oco’), e animou a platéia. A banda é legal, mas precisa urgentemente ensaiar mais, porque os tempos, vez por outra, estavam fora de sintonia. Coisa que a experiência e ensaios ajudarão a resolver.

O EXHUMED CHRIST, de São Gonçalo, entrou para a história de Magé por ser a primeira banda de Metal Extremo (tocam Death/Black, numa mistura de HYPOCRISY dos dois primeiros discos com BELPHEGOR) a tocar na cidade, ao ponto de muitos bangers ficarem pasmos com o que viam diante de seus olhos e ouvidos, e apesar de alguns problemas (o vocalista Satyrus está se recuperando de uma pneumonia e o som estar bem saturado), fez um ótimo show, baseado em músicas próprias, como a esmagadora ‘Burn the Bastard’ e uma excelente versão para ‘Evil Dead’, do imortal DEATH. Espero vê-los mais vezes.

A seguir, veio mais uma banda da cidade, MAGÉ OF DEATH, executando um Death Metal bruto e cheio de garra, apesar da inexperiência da banda. Um cover para Six Feet Under, ‘The Day the Dead Walked’ foi um dos destaques do show, junto com as próprias ‘Cela Infernal’ e ‘Esquartejada’, mas infelizmente, o show deles foi muito prejudicado pelo som estar extremamente saturado.

Fechando a noite, o HALGOL, banda de Thrash Metal, que infelizmente pegou o som em vias de pifar. Mas é muito difícil fazer uma resenha da banda por conta de fazer um show somente com músicas covers, como ‘Black Metal’ do VENOM. Espero que na próxima vez, venham com algumas músicas próprias.

Bem, houve muitos contras, como o equipamento dar problemas durante o show e estar muito saturado, e obviamente ser na véspera do dia de eleição no Brasil, mas valeu muito, e esperamos agora pela próxima versão do evento.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

CuriosidadeCuriosidade
Artistas que odeiam suas próprias músicas

Iron MaidenIron Maiden
Fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast

5000 acessosMetalcore: os dez trabalhos essenciais do estilo5000 acessosSlipknot: "para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"5000 acessosTatuagens: rabiscos horríveis com temática roqueira parte 15000 acessosLegião Urbana: "Faroeste Caboclo" com censura da Globo5000 acessosLed Zeppelin: as dez músicas mais pesadas da história da banda4794 acessosMegadeth: banda visita fã argentino que foi esfaqueado em show

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online