Irmandade do Blues: todo show poderia ser como o deles

Resenha - Irmandade do Blues (SESI, São Paulo, 22/08/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Leandro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Todo show poderia ser como o da Irmandade do Blues nesta última sexta-feira. Ingressos a preços populares, o local aonde seria realizado o show é muito bem organizado e de fácil acesso, show pontual, com convidados especiais e com um som de primeira qualidade, aonde era possível identificar nitidamente cada instrumento.

Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock

A Irmandade do Blues é, sem sombra de dúvidas, uma das melhores bandas de blues brasileira de todos os tempos, senão a melhor! Ao vivo fica claro o entrosamento entre Vasco Faé (gaita, voz e guitarra), Silvio Alemão (baixo), Edu Gomes (guitarra) e Fernando Lóia (bateria). O show no SESI da Avenida Paulista foi mais um da turnê de divulgação do seu último trabalho, o bem recebido "Good Feelings".

Pontualmente às 20h sai dos PAs do SESI introdução do álbum "Good Feelings", a faixa "Looking Above the Cotton Fields" e em seguida a banda já manda a música "Give it up", do primeiro álbum "Veneno" e "I'm moving" do último álbum.

Já no início do show a banda era ovacionada pela platéia que acompanhava atenta a cada solo de guitarra de Edu Gomes, sempre cheio de feeling e com um timbre único de sua Les Paul. Outro destaque do show foi a música "When I Be Back" que é uma parceria de Vasco Faé e do pianista Grineberg.

Como os próprios músicos da Irmandade disseram ao longo do show, a banda adora fazer versões de grandes clássicos da música mundial, como foi o caso de "Crossroads". O clássico de Robert Johnson (que tem versões mais conhecidas, como a interpretada pelo Cream de Eric Clapton) ganhou uma versão única cheia de feeling e com o vocal inconfundível de Vasco Faé. Vasco foi responsável por um dos melhores momentos do show, o seu já conhecido solo de microfonia.

Chega a hora da banda chamar o primeiro convidado especial da noite, o vocalista André Matos. André e Vasco interagiram com a platéia em "Mercedes Benz", que foi imortalizada na voz de Janis Joplin. Em seguida é a vez de Andreas Kisser [Sepultura] subir ao palco e mostrar seu timbre único de guitarra, como na música "Boom Boom Boom Boom".

A banda se despede da platéia tocando "Feeling all right", sendo aplaudidos por todos de pé até retornarem para o Bis com a versão "bluesy" de "Rock and Roll" do Led Zeppelin, com André Matos e Andreas Kisser.

Uma excelente apresentação da banda que anunciou para o fim do ano o lançamento do seu primeiro DVD.

SET LIST
01 - Give it up
02 - I'm moving
03 - Line'm
04 - Highway 49
05 - When I be back
06 - I gotta woman
07 - Southbound train
08 - Crossroads
09 - Mean old world
10 - Mercedes Benz
11 - I got the Blues
12 - Boom boom boom boom
13 - Feeling all right

BIS
14 - Rock'n Roll Bluesy




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Irmandade do Blues"


Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Metallica
A lista de exigências da banda em 1983

Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock

Capas de álbuns com ilusões de óticaCapas de álbuns com ilusões de ótica
Capas de álbuns com ilusões de ótica

Heavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os temposVeja SP: show do Iron Maiden eleito como "pior de 2009"Lemmy: "Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"Kiko Loureiro: guitarrista fala sobre suas influências

Sobre Bruno Leandro

Bruno Leandro escreve para o Whiplash! desde 2008. Fã de boa música acima de tudo, procura não criar pré-conceitos sobre nenhuma banda/estilo antes de ouví-los. Tem entre suas bandas favoritas o Sepultura, Gov't Mule, Kiss, Iron Maiden, Napalm Death, Morbid Angel, entre outras. É guitarrista da banda paulista de grindcore Desalmado.

Mais matérias de Bruno Leandro no Whiplash.Net.