Slash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

PAUL STANLEY diz que teve que ensinar uma dura lição a SLASH sobre diplomacia no rock n’ roll no começo da ascensão meteórica do GUNS N’ ROSES ao estrelato.

1032 acessosGuns N' Roses: bandas brasileiras recriam disco de estreia - ouça5000 acessosDead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo Facebook

Em um trecho de sua autobiografia, ‘Face the Music: A Life Exposed’, o frontman do KISS recorda quando fora solicitado a se encontrar com o Guns N’ Roses, que estava prestes a iniciar o trabalho em seu primeiro LP, ‘Appetite For Destruction’. Ele não ficou lá muito impressionado logo de cara, descrevendo o guitarrista IZZY STRADLIN como ‘inconsciente, com baba escorrendo de um lado da boca’, e Slash como ‘semi-comatoso’.

Stanley afirma que ele mostrou a Slash como afinar a guitarra no método de cinco cordas soltas em Sol, tal como preferido por KEITH RICHARDS, e se ofereceu para apresentá-lo a pessoas que poderiam lhe fornecer guitarras de graça. Paul então foi assistir ao GN’R tocar em dois shows realizados em pequenas casas noturnas de Los Angeles, que ele descreve como ‘estupendos’.

Foi na segunda dessas noites que, aparentemente, começou a rusga entre os dois guitarristas. “Eles não estavam satisfeitos com o cara que estava mixando o som da mesa”, lembra Stanley. “E Slash me pediu, do nada, que eu ajudasse. Décadas depois, a memória de Slash daquele dia era equivocada, para dizer o mínimo. Ele gostou de fingir que eu havia OUSADO interferir no som deles.”

As coisas só pioraram quando Slash supostamente começou a descer a lenha [em sentido figurado] em Paul.

“Imediatamente após minhas interações com a banda, eu comecei a ouvir muitas histórias que Slash estava contando pelas minhas costas – ele me chamava de gay, fez galhofa de minhas roupas, todo o tipo de coisa planejada para dar a ele algum tipo de credibilidade no rock às minhas custas. Isso foi anos antes de ele usar cartola, óculos de sol e um cigarro pendurado e se tornar um personagem de desenho animado com o qual ele continuaria a nos tapear por décadas.”

Ainda de acordo com sua versão da história, Stanley deu a última palavra alguns meses depois quando Slash o telefonou para ver daquelas guitarras na vascaína. “Você quer que eu lhe ajude a arrumar guitarras depois que você saiu falando toda aquela merda sobre mim pelas minhas costas? Sabe, tem uma coisa que você vai ter que aprender, que é a não lavar sua roupa suja em público. Foi bom te conhecer. Vai se fuder.”

Comente: Você acha que Paul Stanley é gay?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Guns N RosesGuns N' Roses
Banda homenageia Malcolm Young em show; assista

1032 acessosGuns N' Roses: bandas brasileiras recriam disco de estreia - ouça981 acessosGuns N' Roses: Nacionais em tributo ao Appetite for Destruction2973 acessosGuns N' Roses: veja Melissa e Bryan Mantia tocando remix de músicas0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Duff McKaganDuff McKagan
As dez melhores canções punk da história

Guns N RosesGuns N' Roses
Duff revela o momento mais sombrio de sua vida

Guns N RosesGuns N' Roses
Quando o N.W.A. quis fazer turnês com a banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Slash"


Dead FishDead Fish
A proposta mais indecente que a banda já recebeu

Rolling StonesRolling Stones
A História Impopular; a mais completa bio em português

Gosto duvidosoGosto duvidoso
As piores capas da história do Rock e Heavy Metal

5000 acessosGuns N' Roses: a famosa trilogia de clipes do grupo5000 acessosIron Maiden: sobre o que fala a música "Aces High"?5000 acessosRob Halford: a canção do Judas que ele fez para ex-namorado5000 acessosMountain - discografia comentada5000 acessosSlash: a guitarra que gentilmente chora5000 acessosDestruction: quem é rico não pode fazer thrash metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 07 de abril de 2014
Post de 08 de abril de 2014
Post de 08 de abril de 2014
Post de 10 de abril de 2014
Post de 13 de abril de 2014
Post de 24 de agosto de 2015
Post de 06 de outubro de 2016
Post de 18 de fevereiro de 2017


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online