Resenha - Seventh Avenue (Directv Music Hall, São Paulo, 20/09/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carol Oliveira
Enviar Correções  


Surgida na Alemanha em 1989, o Seventh Avenue é uma banda cristã que faz um heavy metal clássico com um vocal agudo e intenso, guitarras velozes e letras que relatam suas convicções e experiências com Deus. Com uma carreira bem sucedida na Europa, a banda pretende agora alcançar outros continentes, e o Brasil foi o país escolhido para a sua primeira turnê na América.

publicidade

A noite fria e chuvosa, o alto preço dos ingressos e principalmente o fato da banda ser um tanto "desconhecida" por aqui contribuíram para o fracasso (em termos de público) que esse evento obteve.

A primeira das três bandas de abertura a se apresentar foi a Ocular. Na seqüência veio a banda União e depois de uma longa pausa foi a vez do Seven Angels subir ao palco. Já bastante conhecida na cena white metal nacional a banda vem conquistando espaço também fora dela, como exemplo disso abriram o show do Nightwish em Curitiba e agora se preparam para lançar seu primeiro cd pela gravadora Megahard. O Grupo mostrou as músicas da demo "To Know God" em um show empolgante que esquentou a galera para a atração principal da noite.

publicidade


Durante as mais de duas horas de abertura, a expectativa era a de que a casa fosse enchendo aos poucos, mas como isso não aconteceu, o Seventh Avenue se apresentou para uma pequena, e muito privilegiada, platéia.

Depois da introdução "Between the Ocean", Herbie Langhans (vocal e guitarra), Geronimo Stade (baixo), Florian Gottsleben (guitarra), Mike Pflüger (bateria) e Florian Keupp (teclados) subiram ao palco detonando a faixa-título do novo cd "Between The Worlds", lançado recentemente no Brasil e que como vocalista Herbie define "é o melhor álbum da banda, com grandes melodias, muito rápido, mais pesado e de melhor produção". Mas o repertório não se baseava apenas no novo cd. Para a alegria dos fãs mais antigos, a banda tocou também diversas músicas dos álbuns "Tales of Tales" e "Southgate" entre elas "Time", "May the best one win", "Where are you" além do cover de "Burning Heart" do Survivor e da balada "Goodbye", que foi cantada em coro pela galera.

publicidade

Com energia e carisma impressionantes, o Seventh Avenue manteve o mesmo pique durante todo show e animou a galera, que apesar de ser bem reduzida, esbanjava entusiasmo respondendo à altura.

Para o bis reservaram um cover de uma das mais importantes bandas de white metal da história, o Stryper. Fizeram uma versão do clássico "To Hell With the Devil" - com um refrão um pouco embolado, é verdade! - Mas que ficou impressionante na potente voz de Herbie.

publicidade

Talento, humildade e carisma os caras têm de sobra, e se somados a uma boa divulgação da gravadora têm tudo para ganhar muito mais fãs, além dos já conquistados nessa primeira passagem pelo Brasil.

Fotos: Carolina Oliveira

Set List:
Between the ocean (Intro)
Between the worlds
May the best one win
Levy your soul from hate
Southgate
Iron Man
Where are you
Open your mind
Tales of tales
Burning Heart
Rest in peace
Love goes
Where you belong
Until you come again
Goodbye

publicidade

Bis:
In God we trust
One live ends
Time
Tale of the forgotten dreams
Wings of a dawn
Angels eyes

Sites Oficiais:
http://www.seventh-avenue.de
http://www.belica.com.br
http://www.uniãoband.cjb.net
http://www.sevenangels.cjb.net

publicidade

publicidade

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: A tour de Powerslave quase acabou com a bandaIron Maiden
A tour de Powerslave quase acabou com a banda

The Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsThe Voice
Candidato faz power metal cantado em português


Sobre Carol Oliveira

Seu primeiro contato com o metal foi em 1993, quando, na época com 13 anos de idade, driblou a censura do Parque Antártica para assistir a apresentação do Metallica. Desde então gasta horas do seu dia e boa parte do seu salário vasculhando o que há de melhor entre os vários estilos musicais. Curte dos clássicos setentistas, passando pelo hard rock "farofa", heavy metal e até mesmo indie e britpop. Formada em Radio e TV, já trabalhou em veículos como a Rádio Transamérica e o SBT, hoje é uma das sócias da MiG-18, a primeira agência de comunicação voltada pro mercado musical.

Mais matérias de Carol Oliveira no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin