Resenha - Dr. Sin (Sesc Ipiranga, São Paulo, 24/05/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carol Oliveira e Patrícia De Pierro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Eduardo Ardanuy
Eduardo Ardanuy
Comemorando 11 anos de carreira, o Dr. Sin fez dois shows no Sesc Ipiranga entre os dias 23 e 24 de maio, registrando tudo ao vivo para ser posteriormente lançado em DVD. A banda formada por músicos de primeira linha apresentou um repertório que reuniu músicas de seus cinco discos: "Dr. Sin", "Brutal", "Insinity", "Alive" e "Dr. Sin II". Na sexta-feira (24/05) o Sesc estava tão lotado, que haviam fãs sentados no chão.

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem50 a menos: Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Iluminação perfeita, cenário perfeito e músicos que dispensam comentários. Com muita simpatia e com a colaboração de Joey Gross Brown nos teclados, o Dr. Sin entrou em cena detonando "Fly Away", "Danger", "Stone Cold Dead", do primeiro CD da banda, "Isolated" e "The Fire Burns Cold" que contou com a participação especial do tecladista Marcelo Souss. Fazia tempo que não víamos uma banda com tanto entrosamento no palco. O bom humor fez parte de toda a apresentação, pois a maioria das músicas foram tocadas duas vezes para ficarem impecáveis na gravação do DVD.

Ivan Busic
Ivan Busic
Num certo momento, Ivan saiu da batera e tomou os vocais cantando a balada "Years Gone". Com as participações de Marcos César na Percussão e Marcos Sérgio no Chamango, Ivan não fez feio, cantou e encantou as fãs mais deslumbradas. Em seguida mais três sonzeiras: "Revolution" cantada em coro pelo público, "No Rules" e "Eternity música dos tempos de Michael Vescera, mas que na voz marcante de Andria ganhou um brilho particular.

Andria e Eduardo
Andria e Eduardo
Após um break para descanso, "Living and Learning" e "Zero" levaram o público ao delírio. Depois a pesada "Down in the Trenches" com o insuperável solo de um dos melhores guitarristas do Brasil, Eduardo Ardanuy, e emendando, o trio já partiu para "Karma", "Time After Time" e "Sometimes".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os fãs que já não agüentavam mais ficar sentados, empolgados com a ótima apresentação do Dr. Sin e com o som que ainda viria no Bis, tiveram seus pedidos atendidos pela banda que sem perder o pique levantou a galera com o seu grande sucesso "Emotional Catastrophe". O segundo som do Bis foi "Futebol, Mulher e Rock N'Roll", música que ficou famosa durante a Copa de 98. E para fechar com chave de ouro, "Fire" música do CD "Brutal" que teve participação mais do que especial do vocalista do Shaman, André Matos.

Andria Busic
Andria Busic
Para quem perdeu, resta esperar o lançamento desse DVD que promete mostrar que o Dr. Sin está mais vivo do que nunca!

Set List:

Fly Away, Danger, Stone Cold Dead, Isolated, The Fire Burns Cold, Years Gone, Revolution, No Rules, Eternity, Living And Learning, Zero, Down In The Thenches, Karma, Time After Time, Sometimes, Emotional Catastrophe, Futebol, Mulher e Rock N' Roll, Fire.

Fotos: Carolina Oliveira e Patrícia De Pierro




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Dr Sin"


Dr. Sin: a crise do rock nacionalDr. Sin
A crise do rock nacional

Dr. Sin: O motivo da banda parar nunca foi mercado, foi internoDr. Sin
"O motivo da banda parar nunca foi mercado, foi interno"


Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield choraremMetallica
A letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

50 a menos: Cientistas descobrem que o Número da Besta é 61650 a menos
Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616


Sobre Carol Oliveira

Seu primeiro contato com o metal foi em 1993, quando, na época com 13 anos de idade, driblou a censura do Parque Antártica para assistir a apresentação do Metallica. Desde então gasta horas do seu dia e boa parte do seu salário vasculhando o que há de melhor entre os vários estilos musicais. Curte dos clássicos setentistas, passando pelo hard rock "farofa", heavy metal e até mesmo indie e britpop. Formada em Radio e TV, já trabalhou em veículos como a Rádio Transamérica e o SBT, hoje é uma das sócias da MiG-18, a primeira agência de comunicação voltada pro mercado musical.

Mais matérias de Carol Oliveira no Whiplash.Net.

Sobre Patrícia De Pierro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Patrícia De Pierro no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280