Aliterasom: o Angra não vai acabar porque já acabou!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Daniel Junior, Fonte: Aliterasom
Enviar correções  |  Ver Acessos

Longe do blogueiro usar o espaço para fazer média com QUALQUER pessoa, instituição ou pensamento. Vou dizer o que penso sobre um fato, analisando os ingredientes inerentes a este e deixar ao leitor o direito de refletir comigo, discordando, concordando, atuando, "indiferindo", mas pensante, nunca babacamente no canto, esperando a opinião alheia para se fazer presente.

Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da históriaEpica: veja fotos da irmã mais nova de Simone Simons

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A discussão sobre o show do Angra e a posterior postagem do Ricardo Seelig sobre o possível fim da banda (link abaixo) são, embora relacionadas, distintas.

http://collectorsroom.blogspot.com/2011/09/o-fim-do-angra-no...

Primeiro: o show foi horrível. Se a culpa foi técnica, se a culpa foi dos músicos, se a culpa foi da participação da família Lima, se a culpa foi da performance vexatória do ótimo Edu Falaschi, isso de fato, é o que menos interessa, existem dias ruins. Eu até hoje não entendi e já explorei isso através dos textos publicados em meu blog e aqui no Whiplash, porque uma banda como o Angra se submete a tocar em um palco secundário, na qual se sabe que o tratamento dado aos músicos e sua equipe técnica não é semelhante ao dado às bandas do palco principal? Por que uma banda formada por músicos tão competentes e reconhecidamente valorosos precisa de fusões (bacanas ou não) para fazer sua participação em um festival grandioso como RIR. Em que país eles estão?

Segundo: quando o vocalista da banda dá inúmeras declarações na qual secundariza sua banda mais famosa e prioriza seu projeto (?) está na cara que tem alguma coisa errada. Não adianta os membros após a declaração do Ricardo apenas se defenderem do que o blogueiro detonou na internet. Por que não tentam explicar as próprias declarações do Edu que está claramente "fora" da banda faz algum tempo? Se o Ricardo - segundo os músicos - "defecou pela boca" (expressão usada pelo Felipe no twitter), o que o Edu tem dito para quem quer ouvir tem o mesmo cheiro do dejeto deixado - segundo seus integrantes - neste meio de comunicação.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Terceiro: Aqua veio, Aqua foi. Parece que atualmente o que menos interessa na carreira da banda é música. Sempre envolvida em polêmicas, alimentou boa parte delas. Quando é necessário não sabem usar a assessoria? Porque não dão uma coletiva e desmentem - não o Ricardo - o próprio Edu de que, tudo realmente está bem, que não há nenhum imbróglio e que estão atrás de um outro vocalista?! Afinal de contas, foi para isso que a banda "voltou com força total"? Para fazerem um papel vexatório em um festival como RiR? Para gravarem um disco que não acrescentou uma gota d'água (com o perdão do trocadilho) numa discografia de músicas tão marcantes para quem gosta de metal?

Jamais irei desmerecer o valor musical e nem os princípios éticos de respeito, moralidade e civilidade para com uma das melhores bandas formadas neste país. Seria baixo, tolo e ultrajante. Só não dá para ver uma discussão dessas e simplesmente não vir a público para dizer o que ninguém percebeu: o Angra não vai acabar porque já acabou.

twitter: @aliterasom




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Angra"


Shaman: e começava o RitualShaman
E começava o Ritual

Abrindo o jogo: entrevista com Edu FalaschiAbrindo o jogo
Entrevista com Edu Falaschi


Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da históriaGuitarpedia
Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história

Epica: veja fotos da irmã mais nova de Simone SimonsEpica
Veja fotos da irmã mais nova de Simone Simons


Sobre Daniel Junior

Daniel Junior era blogueiro do Diário do Pierrot e do site The Crow (especializado em cinema). Colaborava com o site Seriemaníacos (sobre séries de TV) e com o blog Minuto HM. Começou seu amor pelo rock por causa do Kiss e do Black Sabbath até conhecer outras bandas pelas quais nutriria paixão e admiração como Metallica, Rush, Dream Theater, Faith No More e tantas outras. Daniel faleceu em 2017 e definitivamente fará falta.

Mais matérias de Daniel Junior no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280