Bandas que tiveram o tempo como um aliado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriel Menezes, Fonte: Blog Cena
Enviar correções  |  Ver Acessos

Assim como acontece com algumas bebidas, o tempo ao invés de ser um rival parece valorizar ainda mais certos nomes da música pop. O AC/DC é uma prova disto. Bastaram menos de 48 horas para que os ingressos para o show do grupo no dia 27 de novembro no Estádio do Morumbi, em São Paulo, se esgotassem. Com 36 anos de estrada, a banda australiana é atualmente uma das mais lucrativas do show business, seja com sua turnê ou com a venda de discos.

Fotos de Infância: Skid RowAnos 80: bandas nacionais que o tempo esqueceu

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A idade dos integrantes, todos com mais de 50 anos, não afeta em nada a popularidade do grupo. Pelo contrário, a legião de fãs do AC/DC não para de crescer. E não são só pessoas da mesma faixa etária, mas também jovens que nem eram nascidos no auge da banda.

Mas este fenômeno não é exclusivo dos irmãos Young. Em outros casos, mesmo com os grupos não estando em atividade já há alguns anos, a popularidade parece ser cada vez maior.

Quarenta anos após o fim da banda, os BEATLES voltaram a ser massivamente falados na imprensa em 2009 com o lançamento de sua discografia remasterizada e do jogo "Beatles Rock Band". Os álbuns já ocupam diversas posições entre os mais vendidos, e são considerados como o último grande lançamento da era do CD.

Em 2007 o LED ZEPPELIN também provou que sua popularidade continua em alta. O grupo, que não se reunia desde a morte do baterista JOHN BONHAM em 1980, anunciou que faria um show em homenagem ao fundador da Atlantic Records, Ahmet Ertegun, morto em 2006.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para ter direito a um dos 20 mil ingressos disponíveis para a apresentação, o interessado deveria se cadastrar no site da banda e torcer para ser sorteado. Acontece que o número de acessos chegou a mais de 120 milhões e o site acabou saindo do ar. No final das contas tudo deu certo. A partir daí eles receberam ofertas com valores astronômicos para realizar uma turnê mundial, que só não aconteceu porque o vocalista ROBERT PLANT não quis.

Casos assim mostram que o verdadeiro sucesso está muito além de uma determinada época ou situação. Ele chega a ganhar vida própria. Uma vida muito maior até do que as pessoas que o construíram!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "AC/DC"Todas as matérias sobre "Led Zeppelin"Todas as matérias sobre "Beatles"


Metal Sucks: Seis vocalistas que poderiam substituir Brian Johnson no AC/DCMetal Sucks
Seis vocalistas que poderiam substituir Brian Johnson no AC/DC

Def Leppard: o AC/DC errou ao demitir Brian JohnsonDef Leppard
O AC/DC errou ao demitir Brian Johnson


Fotos de Infância: Skid RowFotos de Infância
Skid Row

Anos 80: bandas nacionais que o tempo esqueceuAnos 80
Bandas nacionais que o tempo esqueceu


Sobre Gabriel Menezes

Gabriel Menezes é jornalista, natural de Volta Redonda, no Sul Fluminense. Atualmente, mora na cidade do Rio de Janeiro. Edita o Blog Cena (www.blogcena.com), onde escreve sobre rock e cultura pop. É um apaixonado por rock'n roll, em quase todas as suas vertentes. É baixista e membro da banda Dakocaga (www.myspace.com/dakocaga).

Mais informações sobre Gabriel Menezes

Mais matérias de Gabriel Menezes no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280