Paul McCartney compra briga com Yoko Ono

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Terra Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/12/02. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Na segunda-feira, Yoko Ono mostrou sinais de que seus advogados estavam procurando meios de processar Paul McCartney. Isso tudo porque McCartney acredita que os últimos devem vir primeiro - e Yoko acredita que o ex-beatle quer é reescrever a história. McCartney, depois de 40 anos como segundo nome nos créditos das músicas dos Beatles, depois de John Lennon, resolveu virar a mesa e reverter a ordem do famoso "Lennon-McCartney".

1393 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?

No mais recente projeto de Paul, um CD duplo ao vivo, Back in the U.S. Live 2002, McCartney está em primeiro. No disco, estão incluídos 19 clássicos dos Beatles com os créditos "Paul McCartney e John Lennon". A confusão continua uma velha discórdia entre McCartney e a viúva de Lennon, Yoko Ono, que no passado acusou o baixista dos Beatles de "abrir uma caixa de Pandora" ao alterar os créditos das músicas.

"Não é uma divisão de créditos", insiste o assessor de McCartney, Geoff Baker, em Londres. "Não é Lennon ou McCartney. Mesmo que Paul tenha feito 95% ou mais nessas canções, ele não está pedindo que o nome de John seja retirado dos créditos. "Ele somente acha que seu nome deve aparecer primeiro". O assessor de Yoko, Elliott Mintz, discorda.

"Não existem dúvidas de que é uma tentativa de um revisionismo dos Beatles", disse Mintz nesta terça. "E vai parecer uma tentativa de reescrever a história". Mintz disse que Ono não tem planos de processar McCartney por causa da troca e que ela se sente "segura sobre o fato do acordo original Lennon-McCartney continuar de pé".

Essa briga interna nos Beatles - uma das muitas desde que a banda se dissolveu em 1970 - teve seu início sete anos atrás, apesar de ter sido iniciada com Yesterday. Quando os membros sobreviventes do grupo começaram a lançar a aclamada série Anthology em 1995, McCartney contactou McCartney sobre a mudança de crédito no single Yesterday.

Ono, a guardiã do legado de Lennon desde a morte de seu marido em 1980, não concordou. Ela e seu advogado não retornaram ligações para comentar o assunto. "Essa é na verdade uma das razões de não sermos grandes amigos", confessou McCartney em uma entrevista ao Reader's Digest no ano passado.

Ninguém dúvida que McCartney escreveu Yesterday sozinho ou que ele era o único beatle presente no estúdio na época da gravação. A história de McCartney acordando uma manhã com a canção em sua cabeça é parte da lenda dos Beatles, com o título provisório Scrambled Eggs.

Historiadores da música sugerem que McCartney, agora com 60 anos, ficou preocupado com seu lugar na história - como se a divisão das mais renomadas músicas da história do rock'n'roll não fosse nada.

É também um estranho caminho para McCartney focalizar: duetos musicais como Jagger e Richards, Leiber e Stoller e Rodgers e Hammerstein viveram muito bem com seus respectivos papéis nos créditos das músicas.

"Em um dado momento, Yoko ganhou mais com Yesterday do que eu", reclamou McCartney em uma entrevista de maio de 2001. "Não faz sentido, especialmente quando é a única música dos Beatles que nenhum outro membro teve nada a ver com sua composição e gravação", finaliza.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

VinilVinil
Os dez discos mais vendidos nos EUA em 2017

1393 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify400 acessosRingo Starr: novo álbum sai em setembro, e traz Paul McCartney1346 acessosBeatles: Paul McCartney fecha acordo sobre direitos autorais315 acessosSgt. Pepper's: entrevista exclusiva com o Sargento Pimenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Beatles e FloydBeatles e Floyd
Veja aponta PT como responsável pelas separações

Paul McCartneyPaul McCartney
Como é subir ao palco do Sir

EleiçãoEleição
VH1 escolhe os melhores e maiores do rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"0 acessosTodas as matérias sobre "Paul McCartney"

Frases de bandasFrases de bandas
O que eles realmente querem dizer?

SaúdeSaúde
Bater cabeça pode causar danos ao cérebro

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

5000 acessosDream Theater: semelhanças na capa de álbum?5000 acessosMr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)5000 acessosMetallica: Jason Newsted, 14 anos de humilhação4591 acessosBlack Sabbath: definitivamente, obrigado por tudo4273 acessosSteven Tyler: cantor fala sobre Kid Rock e Jennifer Lopez5000 acessosHeavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas - Parte 1

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online