Metallica: "só damos valor às coisas quando estão perdidas"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O vocalista e líder do METALLICA, James Hetfield, disse recentemente em uma entrevista que a inspiração para a maioria das letras que escreveu no decorrer dos anos veio a partir de uma "combinação de coisas": "Muito disso vem de coisas traumáticas que aconteceram na minha infância, alguns fatores alienantes, sabe?", declarou Hetfiled.

publicidade

Como em 2001 Hetfield deu a volta por cima, mantendo-se sóbrio e formando assim um vínculo mais estreito com sua família e colegas de banda, em uma entrevista o site The Pulse of Radio lhe perguntou se as coisas obscuras sobre as quais ele escreve agora são referentes aos dias atuais.

"Bem, acho que muito dessa escuridão vem a partir da possibilidade de enxergar a luz. Sabe, você não dá valor ao que tem até ficar a um ponto de perdê-lo. A experiência mais próxima que tivemos do fim do METALLICA que aconteceu durante as gravações do filme "Some Kind of Moster" foi realmente bem profunda, e acho que quando você se dá conta disso é fácil escrever sobre. ‘Hey, nós quase acabamos.’ Mas sempre haverá escuridão. O que eu quero dizer é, sempre haverá medo, ansiedade e perguntas sem respostas em todos nós, e eu me sinto bem em visitá-las", respondeu o músico.

publicidade


WhiFin WhiFin