Alice Cooper: "O Rock estava chato, decidi dar uma agitada"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Jorge A.Silva Junior, Fonte: Uol Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 31/05/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Durante entrevista para o UOL Música, o precursor do rock teatral, ALICE COOPER, falou entre outras coisas sobre as fases de sua carreira, o show no Brasil em 1974 e a sua influência na queda do movimento Hippie. A Titia se apresenta hoje (31) em Porto Alegre e depois segue por São Paulo (02/06) e Rio de Janeiro (03/06. Confira os principais trechos da conversa.

107 acessosAlice Cooper: veja o lyric video de "Paranormal"5000 acessosMorbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Influência no Rock dos anos 70

"Estouramos com "Eighteen", em 1970, e "School's Out", um pouco depois. As pessoas ouviam a música no rádio e queriam saber quem era esse tal de ALICE COOPER. E então quando viam o nosso visual e o que fazíamos no show, com guilhotinas, cobras e sangue... bem, o visual do Rock and Roll mudou completamente depois de nós. Até então todo mundo curtia paz e amor, jeans e camiseta, jam sessions até que, de repente, aparece o ALICE COOPER fazendo algo diferente, show business, espalhafatosos e maquiados. Depois disso apareceram DAVID BOWIE e T-REX, mas fomos nós que abrimos a porta para este tipo de coisa."

Interferência na Queda do movimento Hippie

"Eu queria destruir completamente aquilo. Ou melhor, ser um contrapeso. O rock estava ficando chato naquela época «dos anos 70», então decidi dar uma agitada. Pensei: 'se todo mundo quer ser o Peter Pan, nós seremos o Capitão Gancho. Devemos ser a banda vilã'. Nós amávamos os Beatles, mas por que ser como eles? Por que ser como os Stones? Outra coisa importante foi a androginia. Ninguém fazia isso até então. Usávamos calças de couro preto com botas de motociclista e vestidos das nossas namoradas, as os vestidos eram rasgados e sujos de sangue. Não era afeminado, era aterrorizante. Nunca tivemos uma aparência feminina, parecíamos malucos."

Leia a entrevista completa no link abaixo.

http://musica.uol.com.br/ultnot/2011/05/31/eu-queria-destrui...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

107 acessosAlice Cooper: veja o lyric video de "Paranormal"1704 acessosAlice Cooper: Welcome to My Nightmare lançado em DVD2153 acessosAlice Cooper: Longe de se aposentar, quer ultrapassar Mick Jagger434 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta389 acessosRepublica: banda brasileira abre shows de Alice Cooper na Europa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Alice Cooper"

Hard RockHard Rock
Alguns dos clipes mais clichê do gênero

Top 10Top 10
Bandas importantes com menos de 10 discos lançados

São Paulo TripSão Paulo Trip
As prováveis datas das apresentações...

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Alice Cooper"

Morbid AngelMorbid Angel
"Banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

SlashSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

5000 acessosMetallica: foto rara de formação original do grupo5000 acessosJared Leto: a reação ao se ver no papel do Coringa5000 acessosCâncer na língua: Os músicos que sofreram deste mal5000 acessosRock: ele não morreu, mas está morrendo, segundo pesquisa5000 acessosBlack Sabbath: filósofo escreve livro sobre as letras5000 acessosLoudwire: 10 discos fodas com capas toscas

Sobre Jorge A.Silva Junior

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Jorge A.Silva Junior no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online