Axl Rose: juiz rejeita ação contra Actvision por causa de Slash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luciano Correa, Fonte: Babblermouth
Enviar Correções  

De acordo com o San Marino Tribune, o juiz Charles Palmer do Tribunal Superior de Los Angeles rejeitou o que restou da ação do líder do GUNS N' ROSES, Axl Rose, contra a gigante do vídeo game, Activision Blizzard. Axl Rose processou a empresa em novembro de 2010, alegando que eles usaram a imagem do SLASH no jogo Guitar Hero III após prometerem à ele que o jogo não faria qualquer referência ao ex-membro do Guns N' Roses. Axl reclamou que esta era a condição para ele concordar em licenciar a música "Welcome To The Jungle" para uso no jogo.

publicidade

O juiz Palmer ouviu mais de duas horas de argumentação em 31 de janeiro sobre as alegações da ação judicial do contrato antes de apresentar o caso. Na terça, 7 de fevereiro, ele afirmou sua decisão provisória e descartou as demais causas da ação.

publicidade

Palmer já havia indicado previamente que ele estava inclinado a negar o pedido de AXL ROSE pelo fato de o vocalista não ter registrado o pedido antes do prazo de três anos após o lançamento do jogo em Outubro de 2007. Axl disse que não estava ciente da aparição da imagem de SLASH no jogo antes do prazo, porém documentos do caso indicaram que um advogado da Actvision havia enviado um e-mail para o vocalista do GUNS N' ROSES sobre isso quando o jogo fora lançado.

publicidade

AXL ROSE disse em depoimento, "A razão que eu não abri a ação [mais cedo] é porque a Activison - através de meus gerentes e representantes - me ofereceu um jogo separado e outras propostas no valor de milhões de dólares para resolver e prover meus direitos reclamados em relação ao 'GHIII'."

Ele acrescentou, "De dezembro de 2007 até novembro de 2010, a Activision ofereceu a mim um jogo dedicado ao GUNS N' ROSES, um jogo dedicado às músicas do álbum 'Chinese Democracy', e outras propostas."

publicidade

Embora a equipe de AXL ROSE tenha tentado apontar os e-mails sugerindo que existia um acordo para a Activision não usar as imagens ou músicas relacionadas com o SLASH, o juiz Charles Palmer respondeu, "A única evidência extrínseca - argumento externo - suporta a interpretação da Activion e não a de Axl Rose."

Para entender o caso, veja a notíca publicada anteriomente no Whiplash.net através do link abaixo.

publicidade

Axl Rose: o processo contra a Activison por causa de SlashAxl Rose
O processo contra a Activison por causa de Slash

Agradecimento: Rafael Leite




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1

Mike Portnoy: a reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream TheaterMike Portnoy
A reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater


Sobre Luciano Correa

Colaborador do Whiplash e apreciador de várias vertentes do Rock/Metal. Começou cedo ouvindo Queen, Nazareth e RPM no velho toca discos dos pais. Escutou muito Guns N' Roses, Bon Jovi, Scorpions, Metallica, Iron Maiden e Sepultura até descobrir Helloween, Blind Guardian e Gamma Ray. Ainda nesse meio tempo começou a ouvir Ramones, Misfits, Offspring, Angra, Rhapsody, Hammerfall, Stratovarius, Manowar, Motörhead, Pantera e Slayer para fechar a década de 90. No começo dos anos 2000, incluiu em sua lista bandas como Nightwish, Sonata Arctica, Within Temptation, System Of A Down, Rammstein, Dimmu Borgir, Cradle of Filth e atualmente - últimos 5 anos, tem escutado muito Children Of Bodom, Katatonia, Alestorm, Eluveitie, entre tantas outras. Rock/Metal é barulho para alguns e estilo de vida para tantos outros!

Mais matérias de Luciano Correa no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin