Axl Rose: o processo contra a Activison por causa de Slash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luciano Correa, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 


887 acessosGuns N' Roses: visita dos músicos a Jerusalém é cancelada5000 acessosPorn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitários

De acordo com o The Hollywood Reporter, um juiz de Los Angeles se mostrou inclinado a rejeitar a reivindicação do vocalista AXL ROSE, líder e único membro restante da formação original do GUNS N' ROSES, contra a editora de jogos Activision Blizzard Inc. por usar as músicas do GUNS no seu jogo de vídeo game "Guitar Hero III: Legends of Rock". Na conclusão de um julgamento sumário ouvido na Terça-Feira (29 de Janeiro), o juiz do Tribunal Superior de Los Angeles deixou o assunto em submissão, segundo um advogado envolvido no caso que informou o The Hollywood Reporter.

AXL ROSE alegou em seu processo de $20 milhões que o uso da música "Welcome To The Jungle" no jogo Guitar Hero III violou o acordo que a editora de games tinha com ele sobre não usar qualquer imagem de SLASH no jogo.

O processo, aberto em Novembro de 2010, alegou que a Activision convenceu o AXL ROSE a autorizar o uso da música, informando que o jogo não apresenta qualquer referência ou menção de não somente o SLASH, mas de sua banda pós GUNS, o VELVET REVOLVER. De acordo com ação, "Ela (Activision) começou a criar uma teia de mentiras e omissões para esconder suas verdadeiras intenções, não só por apresentar SLASH e o VR no GHIII, mas também por promover o jogo enfatizando a imagem de SLASH e GUNS N' ROSES com a música 'Welcome To The Jungle'."

AXL ROSE aparentemente descobriu que uma imagem semelhante aparecia no jogo Guitar Hero II e imediatamente se recusou a permitir o uso de "Jungle", mas alega que a Activision mentiu para ele e disse que a imagem só era usada para fins de marketing. No entanto, o vocalista ficou furioso quando recebeu uma cópia do GHIII, que contou com o personagem SLASH em destaque no jogo e até mesmo na capa.

O frontman do GUNS N' ROSES também reclamou que a música "Sweet Child O' Mine" foi usada em uma promoção online do jogo GHIII, desrespeitando a licença de uso que era válida somente para o GHII.

Um dos obstáculos legais que AXL ROSE enfrenta é o fato de que o jogo GHIII foi lançado em Outubro de 2007, mas a ação de Axl não foi enviada antes de Novembro de 2010 - mais de três anos depois do agente de Axl ter enviado um e-mail com a objeção. A Activision diz que o processo de Axl veio depois do período de limitações ter expirado.

"A razão que eu não abri a ação [mais cedo] é porque a Activison - através de meus gerentes e representantes - ofereceu me um jogo separado e outras propostas no valor de milhões de dólares para resolver e prover meus direitos reclamados em relação ao 'GHIII'," disse o vocalista em um depoimento, de acordo com o The Hollywood Reporter. "De dezembro de 2007 até Novembro de 2010, a Activision ofereceu a mim um jogo dedicado ao GUNS N' ROSES, um jogo dedicado às músicas do álbum 'Chinese Democracy', e outras propostas."

Foto da chamada: Liny Rocks

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de fevereiro de 2013

Guns N RosesGuns N' Roses
Visita dos músicos a Jerusalém é cancelada após ataque terrorista

1429 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1574 acessosFabio Lima: 13 músicas pelo Guns N' Roses0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
O que ninguém deve fazer ao se tornar um rockstar

Bret MichaelsBret Michaels
Appetite For Destruction é um de seus discos favoritos"

Zakk WyldeZakk Wylde
"Nenhuma banda conseguia acompanhar o Guns N' Roses"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Slash"

Porn MetalPorn Metal
Filmes para inspirar os headbangers solitários

Classic RockClassic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

Iron MaidenIron Maiden
Versões mais pesadas para clássicos do Rock

5000 acessosBruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidos5000 acessosOzzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"5000 acessosO que os fãs de rock e suas vertentes pedem para beber em um bar?5000 acessosPink Floyd: Nick Mason compara saída de Waters à morte de Stalin5000 acessosDave Mustaine: detratores são cruéis, mas não burros5000 acessosCopa do Mundo: Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil

Sobre Luciano Correa

Colaborador do Whiplash e apreciador de várias vertentes do Rock/Metal. Começou cedo ouvindo Queen, Nazareth e RPM no velho toca discos dos pais. Escutou muito Guns N' Roses, Bon Jovi, Scorpions, Metallica, Iron Maiden e Sepultura até descobrir Helloween, Blind Guardian e Gamma Ray. Ainda nesse meio tempo começou a ouvir Ramones, Misfits, Offspring, Angra, Rhapsody, Hammerfall, Stratovarius, Manowar, Motörhead, Pantera e Slayer para fechar a década de 90. No começo dos anos 2000, incluiu em sua lista bandas como Nightwish, Sonata Arctica, Within Temptation, System Of A Down, Rammstein, Dimmu Borgir, Cradle of Filth e atualmente - últimos 5 anos, tem escutado muito Children Of Bodom, Katatonia, Alestorm, Eluveitie, entre tantas outras. Rock/Metal é barulho para alguns e estilo de vida para tantos outros!

Mais matérias de Luciano Correa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online