06/06/06: "Não vão trabalhar, ouçam Slayer!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 31/05/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


4880 acessosSlayer: Kerry King elege seus dez álbuns de metal favoritos5000 acessosBin Laden: possível sucessor era músico de Death Metal

Seguindo a morte do guitarrista do Slayer Jeff Hanneman, os organizadores do Dia Internacional do SLAYER - uma data comemorativa da banda que ganhou vida em 06/06/06 - anunciaram uma mudança no status da celebração deste ano, que pode se tornar o "primeiro feriado de heavy metal do mundo".

"Com o falecimento de Jeff Hanneman, seria razoável supor que a celebração para 2013, do Dia Internacional do Slayer, fosse mais triste", disse o porta-voz e CEO do Dia Internacional do Slayer, Jim Tate, "mas nada poderia estar mais longe da verdade.". Ele acrescentou que o significado do Dia Internacional do Slayer vai muito além do Slayer.

"O mundo lá fora foi novamente forçado a contar com a gente como um movimento cultural, quando reconheceu a perda de uma das figuras mais importantes do metal, por isso seria um erro simplesmente parar com tudo. Jeff fez a música ficar mais alta e desafiadora, e nós devemos continuar a manter esse padrão na forma de comemorar e representar a comunidade", disse Tate.

Muitos críticos vêem o Slayer como uma banda de metal arquetípica por causa de sua abordagem intransigente, sua temática mitológica combinando com a tecnologia e o ocultismo, e sua perseguição sem remorso de um estilo de vida além do que a sociedade moderna considera normal. Na verdade, alguns consideram o Slayer os salvadores do heavy metal.

O CTO do Dia Internacional do Slayer, Dag Hansen, falou sobre esse ponto. "A pizza não foi inventada na Itália, restaurantes de comida chinesa foram criados em Nova York, o molho de Sri Racha foi criado na Califórnia, fornos holandeses não são holandeses e batatas fritas (french fries) não tem nenhuma relação com a França", disse Hansen. "Nós não queremos que metal se torne uma outra cultura absorvida pela máquina de dinheiro e se transforme em uma pálida imitação de si mesmo".

"Nós, do Dia Internacional do Slayer, pedimos que voltem a se levantar em nome do Slayer, em nome do metal, e em nome de Jeff Hanneman, e façam que o resto do planeta se lembrem que estamos aqui, e que isso não desapareça tão cedo", disse Tate. "A boa música é heróica e imortal, e agora mais do que nunca, a música do Slayer é exatamente isso. Eles criaram hinos de batalha que muitos de nós usamos para navegar pela vida, aqueles que continuarão a depender de como os próximos dias virão a ficar cada vez mais sombrios. Nós não podemos deixar que essas obras desapareçam com o tempo. Às vezes é difícil lembrar que Slayer é composto por homens mortais como nós, mas com a dedicação adequada e boa administração, suas obras podem durar milhares de anos e se juntar às fileiras de mestres como Beethoven e Wagner. Isto é o que devemos nos esforçar para fazer, insistindo em bandas como o Slayer, para nós e para as futuras gerações".

Lembrando a todos os leitores que assim como todos os anos, este ano o Dia Internacional do Slayer será na mesma data, com a mesma agenda. "Junte-se a nós. Nunca é tarde demais para fazer sua voz ser ouvida. O metal é a missão, o Slayer é a nossa arma. No dia 06 de junho, fique conosco para celebrarmos o tanto quanto pudermos", disse Tate. "Não vão trabalhar, ouçam SLAYER!"

Fonte original desta matéria:

http://blabbermouth.net/news.aspx?mode=Article&newsitemID=19...

Para mais informações visite o site abaixo:

http://www.nationaldayofslayer.org.

5000 acessosFãs criam o Dia Nacional do Slayer em 6/6/62189 acessosFalando do 6/6/6: qual seu apocalipse favorito?5000 acessosFãs do Slayer vandalizaram seminário em 6/6/6721 acessosSlayer: 06/06 é o Dia Internacional do Slayer

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

SlayerSlayer
Kerry King elege seus dez álbuns de metal favoritos

785 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa399 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs587 acessosDave Lombardo: Ele quase morreu por overdose de café? Não!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Kerry KingKerry King
Essa é a última versão do Slayer que as pessoas verão

Metal HammerMetal Hammer
Dez estranhas colaborações no metal

Sasha GreySasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

Bin LadenBin Laden
Possível sucessor era músico de Death Metal

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

VinilVinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

5000 acessosAnos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs5000 acessosLegião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica5000 acessosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?4834 acessosAlice Cooper: possuído pelo espírito de uma bruxa morta em 16925000 acessosOrange.co.uk: site lista os rockstars mais controversos5000 acessosIgreja Universal: "curando" fã do Dimmu Borgir?

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online