Richie Kotzen: Poison, Mr. Big e o futuro com o Winery Dogs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 15/07/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em uma nova entrevista com o site Examiner.com, o guitarrista RICHIE KOTZEN fala dos planos, ambições e metas de sua nova banda, o WINERY DOGS, montada com o baterista MIKE PORTNOY [ADRENALINE MOB, FLYING COLORS, DREAM THEATER] e o baixista BILLY SHEEHAN [MR. BIG, TALAS] – que lança seu primeiro álbum nos EUA no próximo dia 23 de julho.

338 acessosRichie Kotzen por Márcio Guerra Canto: viagem leve e engraçada5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno

O que segue abaixo é um trecho traduzido da entrevista.

[...]

P: Todas as músicas no novo álbum são co-escritas entre os membros da banda?

Kotzen: “Tecnicamente, não. Mas decidimos fazer dessa uma banda de iguais, então toda vez que uma música entra na banda, nós dividimos o crédito por ela igualmente. Mas há talvez quatro ou cinco músicas que eu havia composto antes que eu trouxe e que se tornaram músicas do Winery Dogs. Eu gostei do acordo, porque eu não estive em tantas bandas assim; eu sempre fiz meu lance solo, mas quando eu estive em bandas, eu tive a força de estar no Poison. A única coisa que eu gostava neles é que o disco que eu fiz com o Poison [‘Native Tongue’ de 1993], a maioria das músicas fora composta por mim e Bret Michaels. Entretanto, nós dividimos tudo igualitariamente, e isso de fato ajudou a elevar o moral da banda, especialmente na estrada.

No Mr. Big, eles não faziam isso, e no segundo disco que fiz com o Mr. Big [‘Actual Size’, de 2001], isso começou a virar um problema. Isso criava tensão,e desde o começo dessa banda, eu sabia – porque eu sou vocalista e guitarrista – que no frigir dos ovos eu acabaria tendo muito peso nas minhas costas... eu vou ouvir melodias como vocalista e vou querer escrever a letra e cantar; isso é natural é normal. Eu sabia, baseado em minhas experiências com duas bandas diferentes que trabalham de modos opostos que isso seria verdadeiramente melhor para o que estamos fazendo. E daí também no fim, há uma música no disco para a qual Mike Portnoy escreveu a letra e eu cantei nela também. Todo mundo contribuiu pra ela.” [...]

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

338 acessosRichie Kotzen por Márcio Guerra Canto: viagem leve e engraçada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Poison"

Miley CyrusMiley Cyrus
"Poison me apresentou ao Rock N' Roll"

Guitar WorldGuitar World
Os 20 melhores álbuns de Hair Metal dos anos 80

SlashSlash
Ele ficou puto após não entrar para o Poison, diz Rikki Rockett

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "The Winery Dogs"0 acessosTodas as matérias sobre "Poison"0 acessosTodas as matérias sobre "Mr Big"

Ave, Satan!Ave, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1992

Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

5000 acessosIron Maiden: fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast5000 acessosMetallica: os fantasticos carros de James Hetfield5000 acessosCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"5000 acessosGuns N' Roses: rara entrevista concedida por Axl à MTV em 19993797 acessosBlack Sabbath: reuniões, qual se saiu melhor?5000 acessosRed Hot Chili Peppers: veja tributo a Chris Cornell em show

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online