Tony Iommi: guitarrista é impotente e violento, diz Lita Ford

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Parece que a autoria de livros autobiográficos 'escritos' por astros do rock onde se vangloria por extravagâncias sexuais e acusações de crocodilagem por parte de parceiros amorosos deixou de ser exclusividade de músicos homens.


Em seu primeiro livro, 'Living Like A Runaway', a musa-mor do hard rock oitentista LITA FORD, que alcançou projeção mundial ainda nos anos 70 quando foi integrante das RUNAWAYS, conta tudo.

Dentre várias passagens bastante pesadas, Ford comenta a respeito do começo da década de 80, quando ela abriu para o BLACK SABBATH e passou algum tempo com seu ídolo da guitarra, TONY IOMMI. 'Ele parecia tão sedutor, autoconfiante e bonito', ela escreve. 'Eu viria a descobrir depois que as aparências podem enganar. '

Eles acabaram 'se pegando um pouco' naquela noite, 'Mas foi só o que ele conseguiu, porque ele estava muito chapado', ela escreve, tendo notado a copiosa quantidade de cocaína presente no ambiente.

'Ele estava impotente devido ao constante uso de drogas, e ele ficava muito constrangido. Eu me senti mal por ele e não sabia exatamente o que fazer. Eventualmente, eu consegui fazê-lo gozar. '

Eles mantiveram contato um com o outro, o relacionamento progrediu e ela ficou entusiasmada quando Iommi a convidou até a Inglaterra para conhecer sua mãe.

O casal estava no avião, e tão logo a aeronave começou a se movimentar, Iommi, 'do nada… se virou e me deu um soco no olho. '

Ela se viu presa em um voo de 10 horas de duração com um homem que tinha acabado de misteriosamente transformar-se de amante em agressor e passou as 10 horas isolada na coxia das aeromoças. Ela planejava voltar para Los Angeles tão logo eles aterrissassem, mas Iommi agiu como se nada tivesse acontecido, e ela decidiu ficar, como – palavras dela – 'uma idiota. '

A mãe de Iommi viu o olho roxo de Lita, e foi aí que a cantora soube que violência contra mulheres era típico daquela família, e que o pai do fundador do Sabbath costumava fazer a mesma coisa.

Ela e Iommi chegariam eventualmente a serem noivos, e ele a agrediu violentamente quatro ou cinco vezes durante o relacionamento. O pior veio logo depois de ele ter dado o anel de noivado a ela.

'Depois de cheirar um caminhão de farinha, ele ficou irritado e me estrangulou até que eu desmaiasse', ela escreve. 'Quando acordei, eu o vi segurando uma cadeira por cima da minha cabeça. Era uma cadeira grande e pesada de couro com rebites ao redor dos braços, e ele estava prestes a arrebentá-la na minha cara. Eu me rolei pro lado, e sai correndo rápido o suficiente para ele não me acertar e a cadeira se arrebentou no chão. '

Ela correu pro lado de fora e pensou no lugar mais seguro que ela poderia ir. Descartando a casa de seus pais, já que seu pai 'assassinaria' Iommi, ela foi de carro até a casa do ex-namorado, NIKKI SIXX, do MÖTLEY CRÜE.

'Living Like A Runaway' não tem previsão de lançamento no Brasil.
5000 acessosLita Ford: rebatendo críticas à revelação sobre Tony Iommi

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 15 de fevereiro de 2016
Post de 12 de março de 2016
Post de 04 de abril de 2016

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Fotos mostram madman peladão com banda hippie em 1969

73 acessosPesta: vinil analisado pelos canais Poeira de Vinil e Rock Diver0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"Eu morreria feliz se trabalhasse com Adele"

Black SabbathBlack Sabbath
Tony Iommi explica a diferença entre Dio e Ozzy Osbourne

Poetas do RockPoetas do Rock
Frases célebres e estúpidas ditas por grandes artistas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Tablóide"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Lita Ford"0 acessosTodas as matérias sobre "Runaways"

Iron MaidenIron Maiden
Fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast

Andre MatosAndre Matos
Líder do Focus: "É um homem cantando? Impressionante!"

Dream TheaterDream Theater
Os muitos segredos do álbum "Octavarium"

5000 acessosStephanie Seymour: ex de Axl Rose mostra ótima forma aos 445000 acessosMegadeth: Electra mostra para Kiko como está fera no Português5000 acessosSeparados no nascimento: Edu Falaschi e Luciano Huck4244 acessosMetallica: Lars conta que o "Kill' Em All" influenciou novo álbum5000 acessosAs regras da NWOBHM5000 acessosDocumentário: Mulheres do Rock do Nordeste

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online