Beatles: Paul McCartney processa Sony para recuperar músicas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mário Pescada, Fonte: Uai
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/01/17. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Paul McCartney ajuizou dia 18 uma ação contra a poderosa Sony ATV Music Publishing. Em jogo, milhões de dólares com a retomada de direitos autorais sobre algumas músicas dos BEATLES compostas entre 1962 e 1971. Entre essas, estão “Love Me Do", "Can't Buy Me Love", "Ticket To Ride", "Yesterday", "Hey Jude" e "Let It Be".

1369 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify5000 acessosProstitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1

A argumentação dos advogados do músico se ampara nas diversas modificações da legislação americana sobre os direitos autorais. Uma revisão de 1976 da legislação americana estabeleceu que os artistas que tivessem vendido seus direitos autorais a terceiros antes de 1978, poderiam retomar os mesmos direitos 56 anos depois da criação das obras. Como as primeiras músicas escritas por ele e John Lennon para os BEATLES são de 1962, eles consideram que a partir de 2018 poderiam executar esta cláusula.

Procurada, a Sony afirmou possuir "o maior respeito com o artista”, mas afirmou estar "decepcionada" por uma decisão que considera "desnecessária e prematura", informou o site The Hollywood Reporter.

"Trabalhamos próximos durante décadas, tanto com Paul como com os herdeiros de John Lennon, para proteger, preservar e promover o valor dos catálogos. Estamos decepcionados que tenham apresentado esta reivindicação, que achamos que é desnecessária e prematura", disse a Sony.

Comente: Paul está com a razão ou ele já é muito rico e não deveria mais se preocupar com isto?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de janeiro de 2017

VinilVinil
Os dez discos mais vendidos nos EUA em 2017

1369 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify396 acessosRingo Starr: novo álbum sai em setembro, e traz Paul McCartney1344 acessosBeatles: Paul McCartney fecha acordo sobre direitos autorais314 acessosSgt. Pepper's: entrevista exclusiva com o Sargento Pimenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Collectors RoomCollectors Room
Uma das mais completas coleções sobre os Beatles

BeatlesBeatles
Como seriam os quatro rapazes hoje em dia?

Sgt. PeppersSgt. Peppers
De onde veio a inspiração para a capa?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Paul McCartney"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

ProstitutasProstitutas
3 das mais famosas e devassas do cenário Rock

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson revela sua "canção de merda"

Chris CornellChris Cornell
Jornalista foi a último show e percebeu algo errado

5000 acessosTotal Guitar: os melhores e piores covers da história5000 acessosReligião: os rockstars que se converteram5000 acessosAs I Lay Dying: Banda cristã explica a proximidade com o Behemoth5000 acessosPaul McCartney: um baita susto pregado por George Harrison5000 acessosPete Townshend: The Who quase foi o Led Zeppelin5000 acessosAC/DC: Angus Young eleito "maior ícone do rock" pela Kerrang!

Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online