Yan Lohendra: Prog francês inspirado pelo diretor John Carpenter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Roberto Rillo Bíscaro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Yan Lohendra é um experimentalista francês que não gosta de smartphones ou de assistir à televisão.

Megadeth: Pepeu Gomes comenta convite para tocar na bandaBlack Sabbath: a polêmica capa do polêmico Born Again

Sua música é frequentemente minimalista e repetitiva, encaixando no sub-estilo zeuhl, do rock progressivo.

Segundo a Wikipedia, zeuhl é um gênero musical criado por Christian Vander. O nome Zeuhl vem de uma palavra do idioma Kobaïan, criado e usado pela banda Magma, e significa algo como "celestial".O som é uma mistura de música erudita contemporânea, romancismo, minimalismo, modernismo, jazz, Heavy Metal e Jazz fusion. É marcado pelo tom melancólico e intenso das músicas, com linhas de baixo hipnóticas, teclados etéreos e metais, além de harmonias vocais complexas. O gênero musical é considerado uma vertente do Rock Progressivo, tendo contratempos e compassos equivalentemente complexos,

Seu mais recente trabalho é o álbum The Ten Commandments, levemente inspirado pelo filme They Live, (1988), do mestre do terror, John Carpenter.

No Bandcamp, você acessa os três álbuns de Yan.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Yan Lohendra"


Megadeth: Pepeu Gomes comenta convite para tocar na bandaMegadeth
Pepeu Gomes comenta convite para tocar na banda

Black Sabbath: a polêmica capa do polêmico Born AgainBlack Sabbath
A polêmica capa do polêmico Born Again


Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro no Whiplash.Net.

adClioIL