Roger Waters: músico volta a exibir "Ele Não" durante show em Curitiba

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Twitter
Enviar correções  |  Ver Acessos

O músico Roger Waters voltou a mostrar os dizeres "Ele Não", contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), durante show realizado em Curitiba neste sábado (27). A apresentação acontece no estádio Couto Pereira.

Heavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gêneroNikki Sixx: "transei com a mulher do Bruce Dickinson"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A mensagem foi exibida no telão do show pouco antes das 22h, já que, a partir do horário em questão, estão proibidas manifestações políticas-eleitorais devido ao segundo turno das eleições presidenciais - e, em alguns estados, para governador. A produção de Waters chegou a ser alertada sobre a restrição.

Roger Waters: Justiça Eleitoral alerta produção sobre show em CuritibaRoger Waters
Justiça Eleitoral alerta produção sobre show em Curitiba

"Temos 30 segundos. Essa é nossa última chance de resistir ao fascismo antes de domingo. Ele Não! São 10:00. Obedeçam a lei", disse a mensagem exibida no telão do show.

Veja o vídeo:

Em turnê pelo Brasil, Roger Waters tem chamado atenção por suas opiniões políticas. Além das críticas a Bolsonaro durante o primeiro show em São Paulo, Waters tem concedido entrevistas onde se manifesta contrário ao presidenciável e, durante o show no Rio de Janeiro na última terça-feira (24), trouxe familiares de Marielle Franco, vereadora do Psol assassinada em março deste ano, ao palco do estádio do Maracanã.

Os dizeres "Ele Não" voltaram a ser exibidos por Roger Waters, em seu show em Curitiba, após muita polêmica em sua primeira (e, até então, única) aparição no telão, ocorrida durante a primeira das duas apresentações realizadas em São Paulo, no dia 9 deste mês. Na ocasião, o músico foi bastante vaiado por mostrar tais palavras e acabou as retirando.

Durante o mesmo show em São Paulo, Jair Bolsonaro havia sido incluído, no telão, em uma relação de políticos classificados por Roger Waters como "neofascistas". Nas apresentações seguintes, o nome do político foi tampado por uma tarja com os dizeres: "ponto de vista político censurado".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Roger Waters"


Humor: Os impressionantes diários secretos de Roger WatersHumor
Os impressionantes diários secretos de Roger Waters

Pink Floyd: uma análise do álbum The WallPink Floyd
Uma análise do álbum The Wall


Heavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gêneroHeavy Metal
Nove ótimas músicas suaves do gênero

Nikki Sixx: transei com a mulher do Bruce DickinsonNikki Sixx
"transei com a mulher do Bruce Dickinson"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336