Keith Richards: segundo ele, é mais fácil largar a heroína do que o cigarro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Mojo / NME
Enviar correções  |  Ver Acessos

Não é de hoje que o guitarrista Keith Richards tem abandonado seus vícios. Em recente entrevista à Mojo, o músico dos Rolling Stones falou sobre duas substâncias diferentes, mas bem perigosas: a nicotina e a heroína.

Lucy Boynton: depois de Mary Austin, ela fará Marianne Faithfull no cinemaHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984

Richards, de 75 anos, fez menção a Lou Reed, músico falecido em 2013 aos 71 anos, para dizer que é mais complicado abandonar a nicotina, especialmente presente no cigarro, do que a heroína. "Tentei largar o cigarro. Até agora, sem sucesso. Lou Reed dizia que nicotina era mais difícil deixar a nicotina do que a heroína. E é", afirmou.

Em seguida, o guitarrista falou sobre a diferença entre as abstinências de ambas as substâncias. "Largar a heroína é como o inferno, mas é um inferno curto. Os cigarros estão sempre por aí e você sempre fumou. Eu apenas os pego e os acendo sem pensar nisso", afirmou.

O cigarro é o único vício do qual Keith Richards não conseguiu se livrar, mas ele afirma estar no caminho para abandoná-lo. "Na verdade, ultimamente - e divulgue isso -, eu estou conseguindo cortar uma boa quantidade a cada dia. Parei com as coisas mais pesadas. Bebo um pouco de vinho com carnes, uma Guinness (marca de cerveja irlandesa) ou uma ou duas cervejas", afirmou.

Fim dos tempos?

Em entrevista concedida no fim do ano passado para a Rolling Stone, Keith Richards revelou que "praticamente" parou de beber. "Já faz um ano. Tirei a tomada disso. Fiquei de saco cheio", afirmou Richards.

Rolling Stones: Keith Richards afirma que praticamente parou de beberRolling Stones
Keith Richards afirma que praticamente parou de beber

Colega de Keith Richards nas guitarras dos Stones, Ron Wood refletiu sobre a sobriedade de Keith Richards durante a mesma publicação. Wood, que está sóbrio desde 2010, disse que ofereceu "todo o apoio" para o amigo. "Não funcionava mais para ele, sabe? O Keith que conhecíamos tinha um limite. Se ele bebesse algo além do limite, ele se tornava alguém desagradável. Esse limite se tornou cada vez mais curto e ele percebeu isso", afirmou.

Wood destacou, ainda, que a sobriedade de Richards fez com que se tornasse "um prazer" trabalhar com ele. "Ele está muito mais maduro. Está mais aberto a ideias que, antes, me faziam ranger os dentes e pensar: 'ele vai falar m*rda por sugerir isso'. Agora, ele só diz: 'legal, cara'", disse.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"Todas as matérias sobre "Rolling Stones"Todas as matérias sobre "Keith Richards"


Lucy Boynton: depois de Mary Austin, ela fará Marianne Faithfull no cinema

Keith Richards: em vídeo, as transformações em sua aparência de 1962 a 2019Keith Richards
Em vídeo, as transformações em sua aparência de 1962 a 2019

Keith Richards: ele quase fez participação hilária no filme Zumbilândia 2Keith Richards
Ele quase fez participação hilária no filme Zumbilândia 2

God Save The Queen: 5 vezes em que rockstars britânicos peitaram a monarquia

Rolling Stones: 5 vezes em que a banda se posicionou politicamente em suas músicasRolling Stones
5 vezes em que a banda se posicionou politicamente em suas músicas

Rolling Stones: show feito na Argentina em 1998 será lançado em CD e DVD

Mick Jagger: criticando Trump e Bolsonaro por falta de políticas ambientaisMick Jagger
Criticando Trump e Bolsonaro por falta de políticas ambientais

Rock Band: Bill Wyman e Nick Mason não gostam do jogoRock Band
Bill Wyman e Nick Mason não gostam do jogo

Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone

CDs: sua coleção pode valer uma fortuna e você nem sabe dissoCDs
Sua coleção pode valer uma fortuna e você nem sabe disso


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1984

Iron Maiden: o equipamento de palco da World Slavery TourIron Maiden
O equipamento de palco da World Slavery Tour

Polêmica: as músicas mais controversas da história do RockPolêmica
As músicas mais controversas da história do Rock

Iron Maiden: versões pesadas para clássicos do RockIron Maiden
Versões pesadas para clássicos do Rock

Humor: Quais são os rockstars mais chatos do mundo?Humor
Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

Heavy Metal: em vídeos, as 11 melhores músicas sobre motosHeavy Metal
Em vídeos, as 11 melhores músicas sobre motos

Headbanger também tem coração: músicas tocantes do Heavy Metal - Parte 1Headbanger também tem coração
Músicas tocantes do Heavy Metal - Parte 1


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336