Nirvana: Dave Grohl comenta sobre não tocar músicas da banda desde 1994

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Rolling Stone
Enviar correções  |  Ver Acessos

O músico Dave Grohl concedeu uma entrevista interessante à Rolling Stone ao lado de Ringo Starr, um de seus grandes ídolos. O líder do Foo Fighters bateu um papo com o baterista dos Beatles e também respondeu a perguntas feitas por um entrevistador.

Sucesso: gráfico em vídeo mostra artistas mais vendidos de 1969 a 2019Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NME

Em meio à conversa, Dave Grohl foi perguntado sobre a decisão de praticamente não tocar músicas do Nirvana, antiga banda em que era baterista, em sua carreira posterior, seja com o Foo Fighters ou outros projetos. Foram raras as exceções, como a breve reunião em 2018 ou a cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame em 2014. A opção tem bastante a ver com a morte trágica de Kurt Cobain, que tirou a própria vida em 1994, aos 27 anos.

Ao ser questionado se a decisão ajudou a processar a perda, Grohl respondeu: "Quando Kurt morreu, não havia forma certa ou errada de luto. Eram curvas engraçadas. Você ficava paralisado, daí se lembrava das coisas boas, depois se lembra de situações sombrias. Fiquei afastado da música por um tempo, nem ligava o rádio. Depois, percebi que a música era a única coisa que me fazia bem e me ajudaria nisso".

Foi aí que Dave Grohl começou a compor músicas e gravá-las - o resultado está no primeiro álbum do Foo Fighters, autointitulado e lançado em 1995. No disco, Grohl canta e toca todos os instrumentos.

O líder do Foo Fighters destacou, ainda, que é difícil "quando algum de seus amigos se torna alguém que é mais do que um ser humano para os outros". "Você se senta em uma entrevista e alguém te pergunta essas coisas que são muito emocionais, que você nunca perguntaria a um estranho, tipo 'como você se sentiu quando seu irmão ou membro da família morreu'. Não é algo que você pergunta para alguém que acabou de conhecer. Foi difícil por um tempo, mas eu percebi que era importante seguir a vida. Outras vezes antes disso, minha vida foi salva pela música", afirmou.

Embora não tenha explicado o motivo, Dave Grohl comentou sobre não tocar músicas do Nirvana. "Não tenho tocado essas canções do Nirvana mais do que apenas algumas vezes nos últimos 26 anos. De certa forma, estão fora dos limites. Houve algumas vezes, como no Rock and Roll Hall of Fame e um show, talvez, dois anos atrás", disse.

Grohl definiu como uma sensação "engraçada" o fato de tocar essas músicas nos dias de hoje. "Parece que você está de volta com seus amigos na banda, mas algo está faltando. Gravamos uma música com Paul (McCartney, baixista dos Beatles) uma vez: eu, Pat Smear (guitarrista de turnê do Nirvana) e Krist Novoselic (baixista do Nirvana). Foi uma viagem nós três tocarmos juntos novamente. Simplesmente encaixa, é muito fácil. Algumas batidas e parece o Nirvana quando Krist e eu tocamos juntos. Ninguém mais faz aquele som. Durante os 20 minutos, toco com eles e é um sonho. Daí, eu percebo: 'oh, espere, Paul está aqui também'", afirmou.

A entrevista completa, em inglês, pode ser conferida no site da Rolling Stone.

Nirvana, Rock in Rio e emoção

Dave Grohl falou sobre o Nirvana durante o show feito com o Foo Fighters no Rock in Rio 2019, em setembro deste ano.

O músico comentou, inicialmente, que iria tocar uma música dos primórdios do Foo Fighters: "Big Me", que faz parte do primeiro álbum da banda. Em seguida, Dave confidenciou ao público que chorou com a versão que o Weezer fez para "Lithium", clássico do Nirvana, também naquele dia, no Rock in Rio. A banda se apresentou no Palco Mundo logo antes do Foo Fighters.

Com expressão um pouco mais emocionada, Dave Grohl relembrou brevemente da ocasião em que tocou, "há muito tempo", no Brasil com o Nirvana. A banda se apresentou no festival Hollywood Rock, em 1993, e teve performance contestável, especialmente de Kurt Cobain.

Por fim, Grohl dedicou a performance de "Big Me" aos integrantes do Weezer, por terem feito a homenagem. Vale lembrar que a banda liderada por Rivers Cuomo não foi a única a tocar uma música do Nirvana no segundo dia do festival: o Tenacious D, de Jack Black, apresentou uma versão de "Smells Like Teen Spirit", em ritmo de forró, com o baixista brasileiro Júnior Bass Groovador.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Nirvana"Todas as matérias sobre "Dave Grohl"Todas as matérias sobre "Foo Fighters"


Sucesso: gráfico em vídeo mostra artistas mais vendidos de 1969 a 2019Howard Stern: "Prefiro Foo Fighters a Nirvana, mas quem iniciou a era foi o Soundgarden

Nirvana: vídeo de Smells Like Teen Spirit próximo de bater 1 bilhão de visualizaçõesNirvana
Vídeo de "Smells Like Teen Spirit" próximo de bater 1 bilhão de visualizações

Foo Fighters: Dave Grohl revela canção em homenagem a George HarrisonFoo Fighters
Dave Grohl revela canção em homenagem a George Harrison

Slash: e se ele tocasse no Metallica, Nirvana ou Dire Straits? (vídeo)Slash
E se ele tocasse no Metallica, Nirvana ou Dire Straits? (vídeo)

Led Zeppelin: ouça Nirvana e mais artistas que registraram suas canções

Nirvana: casaco usado por Kurt no MTV Unplugged é leiloado por fortunaNirvana
Casaco usado por Kurt no MTV Unplugged é leiloado por fortuna

Nirvana: a banda foi expulsa da festa de lançamento do NevermindNirvana
A banda foi expulsa da festa de lançamento do "Nevermind"

Danny Goldberg: Percebi quando Kurt começou a ter problemas com heroínaDanny Goldberg
"Percebi quando Kurt começou a ter problemas com heroína"

Dave Grohl: qual riff dos Beatles é mais pesado do que Black Sabbath?Dave Grohl
Qual riff dos Beatles é mais "pesado" do que Black Sabbath?

Beatles: Dave Grohl comenta sobre o boato do sósia de Paul McCartneyBeatles
Dave Grohl comenta sobre o boato do "sósia" de Paul McCartney

Dave Grohl: revelando as canções dos Beatles que marcaram a sua vidaDave Grohl
Revelando as canções dos Beatles que marcaram a sua vida

Dave Grohl: O que ele faria da vida se não fosse músico?Dave Grohl
O que ele faria da vida se não fosse músico?

Steve Albini: "eu não curtia Led Zeppelin quando era adolescente"

Dave Grohl: relembrando quando assistiu o seu primeiro show de punk rockDave Grohl
Relembrando quando assistiu o seu primeiro show de punk rock

Mestres: os dez maiores guitarristas canhotos do RockMestres
Os dez maiores guitarristas canhotos do Rock

Dave Grohl: detonando concursos musicais da televisãoDave Grohl
Detonando concursos musicais da televisão

Chris Cornell: Nirvana e Radiohead eram dos melhores álbuns dos 90Chris Cornell
Nirvana e Radiohead eram dos melhores álbuns dos 90


Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NMESolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME

Mayhem: banda levou restos humanos para o palco em 2011Mayhem
Banda levou restos humanos para o palco em 2011

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Guitarra: o riff mais popular de todos os temposGuitarra
O riff mais popular de todos os tempos

Garagens: adolescentes frustrados, guitarras baratas e energiaGaragens
Adolescentes frustrados, guitarras baratas e energia

Deep Purple: o riff de Smoke on the Water foi criado por Tom Jobim?Deep Purple
O riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?

Helloween: confira o alcance vocal de Andi DerisHelloween
Confira o alcance vocal de Andi Deris


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336