Steve Vai: "Whitesnake me tratou como rei, todos toleraram o pretensioso aqui"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Guitar World
ENVIAR CORREÇÕES  

O guitarrista Steve Vai refletiu sobre sua passagem pelo Whitesnake em entrevista à Guitar World. O músico só gravou um disco com a banda, "Slip of the Tongue" (1989), antes da formação se dissolver, no ano seguinte - justamente quando Vai divulgou seu primeiro grande trabalho solo, "Passion and Warfare".

Sepultura, Kiss, Madonna e outros: Guitarristas gravam cover beneficente do The PoliceSlayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico definiu seu período com o Whitesnake como "perfeito". Em seguida, explicou os motivos: não tinha que liderar a banda, contava com o "melhor vocalista do mundo na época" e ainda era tratado como rei.

"Os caras eram fantásticos. Rudy Sarzo (baixista) é o mais legal do mundo. Tommy Aldridge (baterista) é hilário e talentoso. Adrian Vandenberg (guitarrista) era fantástico, muito culto, e era um grande músico com ótimo tom. E todos toleraram minha atitude e o fato de eu ser pretensioso", afirmou.

Vai comentou que "Slip of the Tongue" é um grande álbum, "mesmo sendo um pouco diferente dos outros do Whitesnake". Ele refletiu, ainda, sobre a forma como tocava naquela época - após tantos anos, o guitarrista assistiu novamente ao show no Monsters of Rock em Donington, de 1990, e se surpreendeu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Há alguns anos, vi aquele show e não acreditei. Era muito feroz, tinha uma agressão forte, além de muito controle. Na época, eu achava que não era tão bom, não entendia por que as pessoas reagiam tão bem à forma como eu tocava", disse.

O músico refletiu que muitos outros pensam dessa mesma forma quando analisam seus próprios trabalhos. "Você sente que está tocando a coisa certa, mas sempre tem aquele pensamento de que dá para fazer mais, ou melhor. Você vai ficando mais velho e nota que não reconhecia, antes, o quanto era bom", afirmou.

'Não troco por nada'

Nesta mesma entrevista, mas publicada em outra matéria, Steve Vai disse que não trocaria por nada as experiências que teve com Whitesnake e David Lee Roth. Porém, disse que sempre enxergou esses trabalhos como "passageiros".

"Amava esses caras e não troco essas experiências que tive com eles por nada. Porém, enquanto passava por tudo isso, vi como era fácil criar uma identidade, do tipo: 'sou um rockstar, toco em arenas, venço todas as enquetes de melhor músico, ganho tanto dinheiro, então, esse sou eu e vou me prender a isso para sempre'. Isso sempre me pareceu um pensamento insano. Claro que curti tudo aquilo, mas sabia que não faria aquilo a vida toda, porque a música que eu tinha guardada em mim precisava sair. Caso contrário, minha carreira seria um fracasso retumbante", explicou.

Steve Vai: Não troco por nada as experiências com David Lee Roth e WhitesnakeSteve Vai
"Não troco por nada as experiências com David Lee Roth e Whitesnake"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Whitesnake"


Sepultura, Kiss, Madonna e outros: Guitarristas gravam cover beneficente do The PoliceSepultura, Kiss, Madonna e outros
Guitarristas gravam cover beneficente do The Police

Whitesnake: David Coverdale posta pegadinha de Silvio Santos nas redes sociaisWhitesnake
David Coverdale posta pegadinha de Silvio Santos nas redes sociais

Whitesnake: Nova coletânea em três volumes para os fãs

Whitesnake: banda lança vídeo para versão 2020 de Give Me All Your LoveWhitesnake
Banda lança vídeo para versão 2020 de "Give Me All Your Love"

Whitesnake: Biografia de David Coverdale é lançada no Brasil

Whitesnake: Coverdale achou que a festa havia acabado quando fez Here I Go AgainWhitesnake
Coverdale achou que a festa havia acabado quando fez "Here I Go Again"

Vandenberg: lyric video de "Freight Train", nova música da banda de Adrian Vandenberg

Whitesnake: ouça Always The Same, música inédita da bandaWhitesnake
Ouça "Always The Same", música inédita da banda

David Coverdale: Tudo que considerávamos normal vai desaparecerDavid Coverdale
"Tudo que considerávamos normal vai desaparecer"

Whitesnake: David Coverdale cogita aposentadoria em 2021Whitesnake
David Coverdale cogita aposentadoria em 2021

Steve Vai: Não troco por nada as experiências com David Lee Roth e WhitesnakeSteve Vai
"Não troco por nada as experiências com David Lee Roth e Whitesnake"

Whitesnake: John Sykes não quer nem conversar com David CoverdaleWhitesnake
John Sykes não quer nem conversar com David Coverdale


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Muito antes do Led Zeppelin: A origem da guitarra gêmeaMuito antes do Led Zeppelin
A origem da guitarra gêmea


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280