Matérias Mais Lidas

imagemO álbum que chocou colégio de freiras de Rafael Bittencourt e foi "libertador"

imagemHá 20 anos, Frejat explicava como Raimundos não se dobrava perante gravadora

imagemRegis Tadeu coloca o dedo na ferida e aponta o grande erro do rock nacional dos anos oitenta

imagemAxl Rose faz piada de gosto duvidoso sobre incidente com microfone

imagemA música do Queen que Brian May pensou que era uma brincadeira

imagemDez bandas de rock e metal que gravaram versões para músicas de outros estilos

imagemEmpresária do Judas Priest conta como foi o encontro de K.K. Downing com ex-companheiros

imagemRaimundos: A surpreendente maneira como Digão conheceu Rodolfo, segundo o próprio

imagemB. B. King sobre John Lennon ter dito que queria tocar como ele

imagemA visionária melhor música do Genesis na opinião de Steve Hackett

imagemSlash falhou em seguir o conselho de Keith Richards, que mesmo assim foi lá e o apoiou

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagem"Nenhuma banda está a fim de ajudar a outra, isto é utopia", diz Regis Tadeu

imagemEric Clapton relembra como era ser chamado de Deus nos anos 60

imagem"Raimundos nunca quis ser manual de conduta para ninguém", diz Digão


Lift Detox
Stamp

Paul McCartney: em 1964 os Beatles rejeitaram ato de racismo nos EUA

Por Bruce William
Fonte: Paul McCartney
Postado em 06 de junho de 2020

Paul McCartney se manifestou em suas redes sociais sobre o assassinato de George Floyd por um policial branco norte-americano.

"Enquanto assistimos os protestos e manifestações em todo o mundo, sei que muitos de nós queremos saber exatamente o que podemos fazer para ajudar. Ninguém tem todas as respostas e não há solução rápida, mas precisamos mudar. Todos nós precisamos trabalhar juntos para de alguma forma superar o racismo. Precisamos aprender mais, ouvir mais, conversar mais, nos educar e, acima de tudo, agir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1964, os Beatles iam tocar Jacksonville nos EUA e descobrimos que seria para um público segregado. Parecia errado. Dissemos: 'Não vamos fazer isso!' E o show que fizemos foi para o primeiro público não segregado. Nos asseguramos que estaria em nosso contrato. Para nós, parecia senso comum.

Sinto-me enjoado e com raiva por estarmos aqui quase 60 anos depois, e o mundo está chocado com as cenas horríveis do assassinato sem sentido de George Floyd pelas mãos do racismo policial, junto com os inúmeros outros que vieram antes.

Todos nós aqui apoiamos e apoiamos todos aqueles que estão protestando e levantando suas vozes neste momento. Quero justiça para a família de George Floyd, quero justiça para todos aqueles que morreram e sofreram. Não dizer nada não é uma opção."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


George Floyd: As reações à morte por um policial nos EUA

Slipknot: "O racismo estrutural existe. O privilégio dos brancos é real", diz Weinberg

System of a Down: Serj Tankian critica Trump por se esconder em bunker durante protestos

Guns N' Roses: Axl Rose volta a criticar Trump e o chama de "repulsivo" e "doentio"

Protesto: indústria musical dos EUA fará dia em silêncio em homenagem a George Floyd

Slipknot: "O privilégio branco é real", afirma Jay Weinberg

Joan Jett: "Existe racismo sistêmico e desigualdade neste país"

Protesto: vários músicos e bandas estão em silêncio para homenagear George Floyd

Nirvana: Krist Novoselic elogia discurso de Trump contra protestos nos EUA

Angra: "Racismo e outros 'ismos' são um câncer à igualdade de direitos"

Black Pantera: veja clipe da música "I Can't Breathe", que protesta contra racismo

Slayer: Esposa de Tom Araya em polêmica envolvendo posts racistas

Living Colour: Novo vídeo de "This Is The Life", com cenas de protestos antirracismo

Rock e Metal: Bandas se colocam contra o racismo e surpreendem zero pessoas

Todas as matérias sobre "George Floyd: As reações à morte por um policial nos EUA"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy
Lift Detox


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Julian Lennon relembra quando Paul McCartney escreveu "Hey Jude" para ele

Guitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

John Lennon sentia que seu filho Julian "queria que Paul McCartney fosse seu pai"

Por que Kiko Zambianchi rejeitou próprio sucesso mesmo após elogio de Paul McCartney?

O dia que funcionário de aeroporto brasileiro fez Paul McCartney esperar por motivo bizarro

Eddie Vedder diz que tomar soco de Paul McCartney foi "um grande momento"

Beatles: Paul McCartney confessa ter se perdoado após o documentário Get Back

Scott Ian responde sobre Hulk, Paul McCartney e show bizarro do Anthrax

A música de Paul McCartney que flopou nos Beatles, mas bombou em carreira solo

O dia que Scott Ian conheceu Paul McCartney e não queria soltar a mão do músico

"Hi Regis, I'm Paul!": o dia em que Paul McCartney ligou para Regis Tadeu

Beatles: Os momentos preferidos de Paul McCartney do documentário Get Back

Beatles: John Lennon e Paul McCartney não queriam ajudar George Harrison com "Taxman"

Rolling Stone: 10 maiores baixistas de todos os tempos

Paul McCartney: as selfies não são uma mania tão moderna

Paul McCartney: as mudanças na fisionomia do cantor em 75 anos

Punk Rock: os 25 melhores discos segundo o site IGN

Black Metal: cinco bandas do lado depressivo do satanismo


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.