Metallica: o que Bob Rock fez para mudar o som do baixo no Black Album

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

O produtor Bob Rock disse, em entrevista ao Tone Talks, o que fez para mudar o som do baixo de Jason Newsted no álbum autointitulado do Metallica, também conhecido como "Black Album", de 1991. Foi o primeiro trabalho da banda com Bob, que tinha uma missão dura com relação ao baixo - o disco anterior, "...And Justice For All" (1988), é notável justamente por ter suprimido a sonoridade do instrumento.

Metallica: banda vai transmitir "filmagem raiz" de show realizado em 1989 nesta segunda

Raul Seixas: qual a origem da música "Gita"?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A primeira mudança foi de mentalidade, segundo Bob Rock. "O que nós fizemos com o som de Jason... na pré-produção, ele tinha um timbre mais agudo, quase um som de guitarra. Começamos a fazê-lo tocar mais com a bateria, aumentando o fundo como baixista. Era para se tornar uma seção rítmica em vez de tê-lo apenas duplicando o som da guitarra", afirmou, conforme transcrito pelo Ultimate Guitar.

Para chegar a esse objetivo, foi necessário, inclusive, promover uma mudança no equipamento usado por Jason Newsted. "Tentamos todo baixo e todo amplificador existentes. Fizemos muitos testes. Adivinha com o que terminamos? Um Ampeg SVT (amplificador) e um baixo Fender Precision", contou o produtor, mencionando dois equipamentos bem famosos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No fim das contas, Bob Rock conseguiu obter o resultado sem mudar tanto a essência de Jason Newsted. "Jason abraçou isso e, claro, ele já tinha uma coleção desses instrumentos. É curioso que tentamos tudo e que ele não fica só duplicando a guitarra no 'Black Album', mas ele também faz isso varias vezes. Só que, no fim, ele tocou como um baixista propriamente dito, amarrado com a bateria, o que preencheu o som. Há baixo naquele álbum", disse.

A produção de "...And Justice For All"

Em outra entrevista, concedida ao canal da Gibson no YouTube no início deste ano, Bob Rock chegou a dizer que a produção de "...And Justice For All", primeiro com Jason Newsted no baixo, não fazia sentido. A função é assumida por Flemming Rasmussen, em parceria com o baterista Lars Ulrich e o vocalista e guitarrista James Hetfield.

"Fui ver o The Cult abrindo um show do Metallica, fiquei para o show principal e o que vi ali não era o som do '...And Justice For All' - era uma grande banda, com peso e tamanho. O álbum não fazia sentido para mim. Sei que é um disco adorado por muitos, mas estou apenas sendo honesto", comentou, na ocasião. Pouco tempo depois, Bob acabou convidado pelo Metallica a gravar o disco seguinte, pois eles gostaram muito do resultado obtido por ele em "Dr. Feelgood" (1989), do Mötley Crüe.

Metallica: Bob Rock diz que produção de And Justice For All não faz sentidoMetallica
Bob Rock diz que produção de And Justice For All não faz sentido

Neste mesmo bate-papo, o produtor revelou uma pequena mudança que fez na sonoridade do Metallica logo nos primeiros dias de trabalho no "Black Album". Embora tenha curtido a música "Enter Sandman", ele estranhou o fato de todas as canções apresentadas da banda terem o mesmo tom: a nota mi (representada pela letra E).

"Perguntei o porquê e James, me olhando como se fosse me matar, disse: 'mi é a nota mais grave'. Então, falei: 'Black Sabbath e Mötley Crüe abaixaram suas afinações para ré (ou D)'. Perguntei se já haviam tentado isso e ele disse que não. Tentaram em 'Sad But True', tocaram uma vez e ficaram impressionados com o resultado. Eles começaram a gostar um pouco mais de mim naquele dia, apenas um pouco (risos)", disse.

Metallica: a mudança sugerida por Bob Rock que fez a banda gostar mais deleMetallica
A mudança sugerida por Bob Rock que fez a banda gostar mais dele

Comente: Qual a sua opinião sobre o Black Album?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: banda vai transmitir filmagem raiz de show realizado em 1989 nesta segundaMetallica
Banda vai transmitir "filmagem raiz" de show realizado em 1989 nesta segunda

Há 36 anos: Metallica lançava o excelente Ride The LightningHá 36 anos
Metallica lançava o excelente Ride The Lightning

Há 37 anos: Metallica chocava o mundo com seu primeiro discoHá 37 anos
Metallica chocava o mundo com seu primeiro disco

Rodrigo Flausino: Top 10 duplas da guitarraRodrigo Flausino
Top 10 duplas da guitarra

Álbuns que mudaram a minha vida: Metallica, o disco que me fez gostar de heavy metalÁlbuns que mudaram a minha vida
Metallica, o disco que me fez gostar de heavy metal

Chiclete: músicas que grudam na cabeça na primeira vez que são ouvidas - Parte 1Chiclete
Músicas que grudam na cabeça na primeira vez que são ouvidas - Parte 1

Metallica: música de S&M2 estreia em décimo segundo lugar na BillboardMetallica
Música de S&M2 estreia em décimo segundo lugar na Billboard

Alta Fidelidade: S&M 2, o novo disco do Metallica (vídeo)

Rodrigo Flausino: top 10 duplas da guitarra (vídeo)Rodrigo Flausino
Top 10 duplas da guitarra (vídeo)

Metallica: bateria icônica de One foi copiada de Gene Hoglan? O próprio comentaMetallica
Bateria icônica de "One" foi copiada de Gene Hoglan? O próprio comenta


Kirk Hammett: o que ele faz fora do Metallica?Kirk Hammett
O que ele faz fora do Metallica?

Megadeth: Mustaine zoa o Grammy ao comentar gafe envolvendo o MetallicaMegadeth
Mustaine zoa o Grammy ao comentar gafe envolvendo o Metallica


Raul Seixas: qual a origem da música Gita?Raul Seixas
Qual a origem da música "Gita"?

Pactos?: Os envolvimentos de bandas com ocultismoPactos?
Os envolvimentos de bandas com ocultismo


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin