Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemA sincera resposta de João Gordo para quem o acusa de ser "traidor do movimento"

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria


Dream Theater 2022

Metallica: como a banda fez e manteve o sucesso sem ser tão bem ensaiada, segundo Lars

Por Igor Miranda
Em 12/08/20

O Metallica é a banda de maior sucesso do heavy metal e os números não deixam negar. Além das turnês em arenas ao redor do mundo, o grupo lançou alguns dos discos mais vendidos da história do gênero, como o "Black Album", de 1991, com mais de 16 milhões de cópias comercializadas somente nos Estados Unidos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tudo isso foi conquistado com muita persistência, conforme dito pelo baterista Lars Ulrich em entrevista ao podcast de Eddie Trunk. Porém, há outros elementos que entraram na jogada. As declarações foram transcritas pelo Ultimate Guitar.

O primeiro tópico citado por Lars é que, além do público ter se rejuvenescido com o alcance do Metallica nas redes sociais, os experimentos feitos ao longo dos anos permitiram com que a relevância da banda se prolongasse. Isso vale não só na criação de álbuns, como, também, na construção de repertórios.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Quando fazemos repertório para uma turnê, gira em torno do equilíbrio. Em uma cidade específica, tentamos não repetir músicas muito obscuras que tocamos nas outras vezes que fomos para lá. Tentamos outras músicas obscuras. Na turnê do 'Death Magnetic', rodamos entre 60 e 70 músicas. Toda noite, o repertório seria diferente. Mudar as músicas nos deixa em estado de alerta, além de nos divertir", afirmou, inicialmente.

O baterista declarou que a satisfação própria dos integrantes, sem deixar de pensar nos fãs, é importante para manter a engrenagem rodando. "Especialmente nos últimos anos, com as redes sociais e como nos conectamos com uma outra geração. Na turnê do 'Hardwired', provavelmente, 50% dos garotos na plateia nunca tinha nos visto em shows antes. Pelas redes, você tenta saber a opinião de todos, mas também há o nosso instinto", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao comentar sobre o instinto dos músicos, Lars destacou: "Se eu soubesse 100% qual seria a reação do público, eu me aposentaria, pois a diversão é chegar e falar: 'sim, nós sabemos das coisas e, sim, o repertório é esse'. E sempre há 10% ou 20% de instinto nisso, de deixar as coisas um pouco mais humanas, mais 'rock and roll'. O Metallica pode não ser a banda mais bem ensaiada no mundo, mas [...] temos muito orgulho desse elemento humano e sempre lembramos a todos que somos apenas quatro caras em uma banda, tentando se virar como todo mundo".

A importância dos roadies britânicos

Retomando as raízes do Metallica, Lars Ulrich também declarou que os tempos iniciais de juventude, com turnês na Europa ao lado de "britânicos cínicos", também ajudou bastante. "Tínhamos entre 19 e 20 anos na turnê do 'Kill Em All' na Europa. Comecei a banda com 17 anos. E os caras da equipe de apoio eram todos britânicos super cínicos e sarcásticos. Ninguém pensava em respeitar os membros da banda só por serem da banda. Fomos muito expostos ao cinismo e essa energia é parte da gente: não nos levamos a sério", explicou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baterista concluiu: "Acho que sofreríamos se ficássemos tipo 'oh, somos tão legais, somos perfeitos, significamos tanto para as pessoas'. Quando esse pensamento começa, a vida te dá uma pirueta. Claro, hoje não estamos no mesmo ônibus nem com a mesma equipe, mas o fato de termos britânicos conosco no início sempre nos deixava com os pés no chão. Sempre houve essa energia autodepreciativa, de não levar tudo a sério, e isso nos moldou".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

Lars Ulrich explica por que Bon Scott é seu vocalista preferido de todos os tempos

Nergal surpreende ao citar música do Metallica que ele considera uma das melhores

O álbum do Megadeth que parecia ser do Metallica, até que um fã enquadrou Mustaine

Vocalista do Behemoth diz que seu amigo Lars Ulrich é um ser humano incrível

Lars posta foto em que aparece dando beijo no aniversariante James Hetfield

Metallica lança camiseta oficial com logo do Hellfire Club, do Stranger Things

Metallica aparece entre as 10 bandas que mais venderam ingressos nos últimos 40 anos

Metallica homenageia o aniversariante James Hetfield nas redes sociais

Quando o rapper Snoop Dogg tocou uma música do Metallica ao vivo

As 10 melhores baladas do thrash metal, em lista da Metal Hammer

A opinião de Yngwie Malmsteen sobre o Metallica e Kirk Hammett

Metallica divulga vídeo de "Master Of Puppets" com "participação" de Eddie Munson

Confira como é um show do Metallica visto a partir de um helicóptero

Dez músicas gravadas por bandas de rock e metal que não têm refrão, em lista do Loudwire

Censura: ouvir Rock e Metal é porta de entrada para virar gay?

Do Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

Metallica: filme custou mais que todos os álbuns juntos

Kurt Cobain e a banda brasileira que mexeu com ele: "eles foram muito revolucionários"

O trocadilho picante que Ney fazia em "Pro Dia Nascer Feliz" que Cazuza gargalhava


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.