Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemTony Iommi diz que Geezer Butler sofreu acidente de barco e quebrou costela

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemBlaze achava que Bruce jamais voltaria para o Iron Maiden

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemDream Theater: confira possível setlist dos shows da banda no Brasil

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte III


Dream Theater 2022

Deep Purple: Steve Morse diz que atiravam coisas nele no 1° ano na vaga de Blackmore

Por Igor Miranda
Em 22/09/20

O guitarrista Steve Morse relembrou de seus primeiros anos no Deep Purple em entrevista à Classic Rock. O músico faz parte da banda desde 1994 e ocupou em definitivo a vaga deixada por Ritchie Blackmore - Joe Satriani foi o substituto imediato, mas saiu após realizar alguns shows com o grupo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Inicialmente, Morse contou que sua primeira reação quando soube da vaga no Deep Purple foi preocupar-se com o estágio no qual a banda se encontrava. "Eu pensava: esses caras estão vivendo do nome? É só algo de nostalgia? Eles ainda tocam?", disse.

Para a surpresa do guitarrista, o Purple seguia com ímpeto criativo. "Fizemos uma jam, sem planos. Toquei algo, Jon Lord (tecladista) tocou de volta. Toquei mais algo, ele tocou de volta e acrescentou algo. Logo, todos se juntaram e percebi que eles eram músicos com nível de improvisação típico do jazz. Ainda é assim hoje em dia", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O desafio, a partir daí, era fazer com que a opinião das pessoas, especialmente da imprensa, fosse devidamente atualizada. "Acho que a imprensa estava meio envergonhada com esses caras com mais de 20 anos de carreira ainda tocando rock. Eu testemunhei essa alienação no país deles e não gostei", declarou.

Em seguida, Morse revelou que os fãs não o receberam bem nos seus primeiros anos de banda. "A única coisa que me surpreendeu foi que alguns fãs realmente me odiavam. Eles achavam que eu era a razão pela qual Ritchie não estava mais na banda. Na minha primeira turnê pelo Reino Unido, as pessoas jogavam coisas em mim", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E quando isso parou? "Oh, em 2022, eu espero (risos)", brincou, inicialmente. "O lance de jogar coisas parou após um ano e meio. Ian Gillan (vocalista) foi incrível, muito leal e protetor. Acho que isso ajudou a impedir. Sempre haverá pessoas achando que as coisas aconteceram do jeito que elas querem, mas já se passaram 26 anos e meio", completou.

Por fim, o entrevistador perguntou se Steve Morse chegou a conversar com Ritchie Blackmore desde sua entrada para o Deep Purple. "Nunca, nunca o conheci pessoalmente. Ouvi as coisas que ele fez com a esposa (Candice Night), as coisas acústicas, que eu gosto", pontuou, referindo-se ao Blackmore's Night.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A opinião de Blackmore sobre Steve Morse

Em uma entrevista divulgada no canal de YouTube "Ritchie Blackmore Channel" (transcrição via BraveWords), o guitarrista Ritchie Blackmore fez elogios, ainda que com ressalvas, a Steve Morse e Joe Satriani, músicos que o sucederam no Deep Purple. A declaração é datada de 2018.

Deep Purple: Blackmore elogia sucessores Satriani e Morse, mas com ressalvas

"Joe Satriani é um guitarrista brilhante, mas nunca o vejo procurando por notas, nunca o ouço tocando uma nota errada. Jimi Hendrix tocava várias notas erradas, porque estava buscando o tempo todo... 'onde diabos está aquela nota correta?'. E quando ele encontrava, uau, era incrível", disse, inicialmente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico complementou: "Se você está sempre tocando as notas corretas, há algo errado. Você não está buscando, não está tentando nada. Mas isso não quer dizer que ele não seja um guitarrista muito brilhante. Mesma coisa com Steve Morse... guitarrista fantástico".

Em seguida, Blackmore disse que fica "contente" pelo Deep Purple ter encontrado um guitarrista para seguir em frente. "Pensei que ficaria algemado a essa banda pelo resto da vida. Era uma coisa tipo 'bola e corrente' e, felizmente, eles encontraram alguém. 'Graças a Deus, posso sair!'. Não tenho escutado muito, apenas sei que Joe Satriani e Steve Morse são guitarristas brilhantes. Eu me lembro de Steve Morse com o Dixie Dregs, são fantásticos", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ritchie Blackmore: reunião do Deep Purple e sua opinião sobre Steve Morse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vocalista do Anvil afirma que Rob Halford e Ian Gillan são personagens

Cinco bandas que lançaram discos por três (ou mais) anos consecutivos - Parte 1

Deep Purple: Ritchie Blackmore fala sobre sua complicada relação com Ian Gillan

João Gordo relembra medo de Cássia Eller ao ser entrevistada por ele na MTV

Após 28 anos, Steve Morse deixa definitivamente cargo de guitarrista do Deep Purple

Ritchie Blackmore conta como conheceu Jimmy Page aos 16 anos, em 1961

A "simpatia e carisma" de Ritchie Blackmore ao anunciar canal no youtube

Ian Gillan e a sua opinião sobre John Lennon como vocalista: "É o cara!"

Ritchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

Deep Purple: 10 músicas deles subvalorizadas, segundo a Mojo

Designer conta como ácido, goró e baixa remuneração resultaram na capa de "Born Again"

Ritchie Blackmore revela no que é "melhor que qualquer guitarrista do rock

Jon Lord tentou convencer Dio a ficar no Elf em vez de montar o Rainbow com Blackmore

Glenn Hughes conta a cômica história da sessão espírita com Ritchie Blackmore

O inacreditável motivo que fez David Coverdale demitir Ian Paice do Whitesnake

David Coverdale: "Sou eternamente grato ao Deep Purple"

Heróis da guitarra: clipe raro com Blackmore, Iommi, Van Halen

Grandes mestres: Qual a hora de parar?

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.