RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemGuns N' Roses compartilha foto incrível de show realizado em São Paulo

imagemCom tempo de sobra, Bruce Dickinson também faz segurança em show do Iron Maiden

imagemDavid Coverdale lista seus 20 álbuns preferidos do rock britânico

imagemPitty Purple: cantora aparece nas redes com vestido roxo e ganha elogios dos seguidores

imagemYoutuber toca clássicos do Metallica com a horrorosa bateria de "St. Anger"; veja vídeo

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemO protagonismo do Sepultura em relação a Anitta, segundo João Gordo

imagemManeskin e o grande temor que Gastão Moreira tem em relação à banda

imagemGordo comenta por que trabalhou para Record mesmo após lançar músicas contra igreja

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás

imagemO revoltante motivo que fez gravadora não aceitar Jairo Guedz como baixista do Ministry

imagemO que esperar dos shows de Helloween e Hammerfall no Brasil, segundo os músicos

imagemAbaddon, baterista da formação clássica do Venom, está com câncer

imagemO hit de Cazuza feito durante internação e que seria indireta para affair Ney Matogrosso


NFL Steve Harris

Rush: Geddy Lee comenta a polêmica influência de rap de "Roll the Bones"

Por André Garcia
Postado em 10 de agosto de 2022

Formado no final dos anos 60, o Rush fez sucesso na década seguinte com álbuns considerados obras-primas do rock progressivo, como "2112" (1976) e "Hemispheres" (1978). A partir dali a banda seguiu um rumo mais eclético, mostrando sua versatilidade sempre buscando se desafiar com estilos diferentes — em alguns casos, para os fãs mais puristas, diferentes até demais.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após passar quase toda a década de 80 usando e abusando dos sintetizadores, em "Presto" (1989) eles foram deixados de lado. O disco seguinte foi "Roll The Bones" (1991), que teve a faixa-título lançada como seu primeiro single, apresentando uma nova sonoridade que surpreendeu a muitos, mas não agradou a todos.

Conforme publicado pela Far Out Magazine, certa vez numa entrevista Geddy Lee relembrou que a faixa na época chegou a ser boicotada por rádios de rock por fazer alusão ao rap: "Nós estávamos procurando por alguma coisa que parecesse diferente", contou o baixista, "e estávamos em busca de uma vibe funk — sabe, uma vibe funk branca canadense, não uma vibe funk de verdade. Aí então Neil [Peart] surgiu com um rap maluco que ele tinha escrito, que era bem anguloso, e não muito rap."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Nós fomos atrás de comediantes, só para nos divertir com aquilo. Falamos sobre com John Cleese [do Monty Python] em algum ponto. No fim das contas, nenhuma daquelas ideias foi para frente, então decidimos alterar minha voz eletronicamente, comigo fazendo o rap, mas soando como algum tipo de ciborgue. Quando lançamos a música, teve rádios de rock que deixaram de tocar porque tinha um rap nela. Na real, não tem nada de rap nela."

Apesar do estranhamento, "Roll The Bones" foi considerado um sucesso, chegando a #3 nas paradas dos Estados Unidos, onde recebeu disco de platina com mais de um milhão de cópias vendidas. No Reino Unido o disco também teve um bom desempenho, chegando a #10 nas paradas. De acordo com o site setlist.fm, "Roll The Bones" está empatada com "A Passage to Bangkok" como #33 música mais tocada ao vivo pelo Rush, com 384 execuções.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Para Alex Lifeson, Steve Morse é um guitarrista dos mais subestimados

Rush: Para Neil Peart o que mais importava era ter "o respeito dos outros músicos"

Mike Portnoy celebra os 70 anos de Neil Peart, um dos seus heróis

Geddy Lee comenta a separação do Rush nos anos 90 - e sua reunião

Rush: Alex Lifeson comenta suas músicas preferidas do Led Zeppelin

Assista as performances com dezenas de convidados ilustres no tributo a Taylor Hawkins

Rush: Alex Lifeson diz que reunião com Geddy Lee sem Neil Peart foi "agridoce"

Rush: Geddy Lee temeu que "as pessoas achariam Hemispheres esquisito demais"

Geddy Lee diz que música dos Beatles "inventou" o Metal, e não é "Helter Skelter"

Geddy Lee revela como o dinheiro era dividido no Rush

O profundo respeito de Neil Peart pelo pragmatismo do Kiss

Lars Ulrich e Brian Johnson participarão de show tributo a Taylor Hawkins

A reação do pai de Neil Peart quando ele se juntou ao Rush

Regis Tadeu diz que Geddy Lee é um "verdadeiro estilista das quatro cordas"

Geddy Lee e Alex Lifeson tocam clássica do Rush em evento nos EUA

Rock e Metal: As exigências bizarras nas turnês

Rush: Lee "quis matar" Lifeson durante discurso no RRHoF

Greta Van Fleet: vocal não lembra o Led mas sim outra banda clássica

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.