RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO profundo significado do "Trem" nas letras de Raul Seixas, segundo o próprio

imagemCinco países com muita tradição no mundo do heavy metal

imagemO hit dos Beatles que Paul McCartney faz ligeira indireta para indesejada Yoko Ono

imagemJames Hetfield só virou guitarrista do Metallica por falta de opção, diz Mustaine

imagemGráfico em vídeo mostra cantoras de metal mais populares entre 2004 e 2023

imagemFilhinha de Tarja Turunen se junta à mãe e toca hit do Nightwish na bateria

imagemLemmy Kilmister sobre saída de Dee Dee dos Ramones: "Aquilo acabou com Joey"

imagemO inesperado único cover que Engenheiros do Hawaii tocava no começo da carreira

imagem"Já fui chamada de Barbie do metal, mas não dou a mínima", diz Simone Simons

imagemMustaine diz que doença de Bruce Dickinson fez Megadeth trocar de baterista e guitarrista

imagemO que o Metallica tem que as outras bandas não tem? Lars Ulrich explicou o segredo já em 1985

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemO sufoco que Derrick Green passou em uma pizzaria ao se mudar pro Brasil

imagemA música que Nando Reis fez a letra, mas Samuel Rosa achou muito ruim

imagemAutismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo


Stamp
Summer Breeze B

Jello Biafra (Ex-Dead Kennedys): "De certa forma, o punk precisa morrer"

Por André Garcia
Postado em 27 de dezembro de 2022

Vocalista e principal compositor da formação do Dead Kennedys que fez história no começo dos anos 80, Jello Biafra é uma lenda viva do punk. Portanto, entre os vivos, poucos têm mais condições que ele de falar sobre o assunto.

Bruce Dickinson

Em entrevista de 2013 para o site francês Télérama, disponível no YouTube, ele respondeu a perguntas dos fãs. Uma delas fez um questionamento que vem gerando intermináveis discussões desde o começo dos anos 80 até hoje: "O punk ainda vive?"

"Esse é obviamente o tipo de pergunta intangível dos críticos", brincou o entrevistado. "De certa forma, ele deveria morrer, porque assim ele poderia renascer, mas acho que chegamos a um ponto onde o punk sempre vai existir de um jeito ou de outro. A sonoridade e a imagem do punk não é mais necessariamente parte dele. Pode ver que boy bands parecem Johnny Rotten ou Sid Vicious, e bandas de pop punk soam como boy bands."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Mas a atitude punk é algo proveniente dos hippies anti-guerra, o pessoal que fez a revolta de 68 na França, os poetas beatniks, os primórdios do rock n roll... é um espírito, basicamente. Você o encontra até em filmes, mesmo as pessoas que fizeram não parecendo com punks", concluiu.

Dead Kennedys

Formado em 1978, os Dead Kennedys encabeçaram a segunda geração de bandas punk, percussoras do hardcore, ao lado de nomes como Black Flag e Bad Brains. O próprio nome da banda já entregava que seu negócio era botar o dedo na ferida para tratar de sensíveis temas políticos e sociais, como guerra e fascismo, com extrema acidez.

Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No começo de 1980, lançou o single "Holliday in Cambodia" e, no segundo semestre seu álbum de estreia "Fresh Fruit for Rotting Vegetables". Provocando um impacto imediato, chegou a #33 nas paradas de sucesso do Reino Unido. No ano seguinte, com "In God We Trust, Inc." seu som ficou ainda mais hardcore.

Em 1985, sua popularidade caiu com seus novos rumos musicais, adotando coisas como instrumentos de sopro e sintetizadores. Para piorar, a banda foi parar nos tribunais. Acusada de obscenidade e distribuição de conteúdo impróprio a menores através de suas músicas, teve seus álbuns banidos de muitas lojas.

Sob intensa pressão de todos os lados, em janeiro de 1986 a banda se separou após lançar "Bedtime for Democracy" e fazer o último show da formação original em 21 de fevereiro. Por anos, aquilo foi o fim, até em 2001 Ray, Peligro, e Flouride retomaram o Dead Kennedys com Brandon Cruz no lugar de Jello Biafra.

Desde então, o ex-vocalista e seus antigos colegas jamais se entenderam. O constante conflito entre eles inclusive já foi parar até na justiça. Em passagem pelo Brasil em 2019, a banda provocou polêmica com um cartaz que fazia críticas ao então presidente Jair Bolsonaro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Pomba


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.