Bittencourt Project: entrevista no site do Roça 'N' Roll

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo de Paiva Barbieri, Fonte: Roça 'N' Roll, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Ivanei Salgado entrevistou Rafael Bittencourt, guitarrista do ANGRA, que se apresentará com seu projeto solo BITTENCOURT PROJECT, na 12ª edição do festival ROÇA 'N' ROLL, dia 12 de junho na Fazenda Estrela em Varginha/MG.

1830 acessosAngra: Os primórdios de Angel's Cry antes da Demo Reaching Horizons5000 acessosSepultura: O solo de Eloy que fez o RIR aplaudir o Gloria

Confira trecho da entrevista:

Ser membro de uma banda famosa e reconhecida na cena metálica não é garantia de sucesso em projetos pessoais. Mas esse não é o caso do guitarrista Rafael Bittencourt, mesmo sendo conhecido pelo trabalho desenvolvido no ANGRA, alcança grande repercussão com o BITTENCOURT PROJECT. Trilhando um caminho diferente de sua banda principal, o músico mostrou ao mundo sua ousadia e criatividade musical no álbum “Brainworms I”.

A qualidade de seu trabalho é absolutamente incontestável no ANGRA. E agora você está à frente de um projeto ousado. Qual sua perspectiva de carreira em relação ao BITTENCOURT PROJECT?

"O meu projeto nasceu de maneira despretensiosa. Não tenho um objetivo de sucesso comercial, a minha meta é com relação à imagem que as pessoas têm de mim. Sempre fui visto como o Rafael do Angra, como que se meu talento estivesse conectado com a banda e não se excedesse a isto. Bom, eu fiz um som sem bumbos rápidos, sem agudos e sem solos muito virtuose para provar que uma música pode ser boa sem estes elementos e para que os fãs conheçam um lado mais pessoal meu".

Durante suas composições, você já se esbarrou numa espécie de “nó criativo” com dúvidas sobre para qual banda a música em si é mais adequada?

"Não, por que quando estou compondo, simplesmente trabalho dentro do que a idéia me pede e direciono o som para o meu gosto pessoal também. O meu projeto é recente e antes disto eu não tinha os dois para 'concorrer' pelas idéias. Mas, constantemente o pessoal do Angra recusa trabalhar musicas minhas por que acham muito diferentes e podem assustar o público. Então a prioridade fica sendo o Angra, mas se eles não gostam de algo que faço, agora posso gravar no meu projeto. Este foi o caso de Nacib Veio e outras que acharam 'arriscado' trabalhar. Eu tenho prazer em arriscar e assustar o público às vezes".

Leia a entrevista completa no site oficial do Roça 'n' Roll através deste link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

AngraAngra
Banda reage à tragédia com Adrenaline Mob

1830 acessosAngra: Os primórdios de Angel's Cry antes da Demo Reaching Horizons928 acessosAngra: mais um vídeo das gravações do novo álbum1892 acessosBlind Guardian e Rhapsody: Como seria Hansi e Lione cantando juntos?2655 acessosAngra: Uma rara versão acústica de "Carry On" com Andre Matos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

AngraAngra
Lione e Sutter fazem dueto em "Carry On" e "Nova Era"

Angra e DetonatorAngra e Detonator
"Sem nenhuma dúvida, esse cara comprou a mídia!"

MegadethMegadeth
Mustaine fala do desafio de ter Kiko Loureiro na banda

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Rafael Bittencourt"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

SepulturaSepultura
O solo de Eloy que fez o RIR aplaudir o Gloria

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Ouça o alcance de quatro oitavas do vocalista

GenealogiaGenealogia
Quatro filhos: rockabilly, pop rock, prog rock e hard rock

5000 acessosHeavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gênero5000 acessosMetallica: noiva toca "Master..." na bateria no casamento5000 acessosPlayback.FM: saiba qual a música mais tocada nas rádios no dia que você nasceu5000 acessosIron Maiden: Steve Harris pensou em acabar com a banda em 19935000 acessosPink Floyd: os álbuns da banda, do pior para o melhor, pela UCR5000 acessosMegadeth: as 10 melhores músicas com Nick Menza

Sobre Rodrigo de Paiva Barbieri

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online