Duff McKagan nos estágios iniciais de um livro sobre sua vida

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gregory, Fonte: GunnersBrasil.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Então, após você ter feito história como o baixista de uma das bandas mais selvagens do mundo, o que você faz?

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosDave Mustaine: a história por trás de "The Four Horsemen"

Se você é Duff McKagan, você faz qualquer coisa que quiser!

Nos anos desde sua saída do GUNS N' ROSES, McKagan limpou sua vida de festeiro extremo; e se tornou um marido e pai de duas garotas, fundou um "supergrupo" (VELVET REVOLVER); recebeu sua graduação em finanças na Universidade de Seattle; formou seu próprio grupo de rock, DUFF MCKAGAN'S LOADED; começou a escrever uma coluna semanal para o Seattle Weekly; uma coluna financeira para a Playboy.com chamada "Duffonomics"; e recentemente começou um programa semanal para uma rádio local de Seattle.

Wow! Esse cara é ocupado.

Em uma recente entrevista por telefone com McKagan, que está na estrada fazendo uma turnê com sua banda e promovendo o novo álbum do grupo, "Sick", ele conseguiu algum tempo para refletir sobre sua vida e seu futuro.

"A vida não está chata nesse momento," ele disse com uma risada.

McKagan e sua banda, que consiste no guitarrista Mkie Squires, o baixista Jeff Rouse e o baterista Geoff Reading, estarão aparecendo no Discorus Festival Of Rock 2009 no Oklahoma City Zoo Amphitheatre hoje.

Liderando o seu grupo como o principal vocalista, e tocando guitarra dessa vez, McKagan pega um papel diferente dos seus dias como o derradeiro baixista de rock ao assumir as rédeas e estar fazendo o que ele ama fazer, e isso significa estar tocando o bom e velho hard rock 'n' roll.

"Eu sempre estive apto para fazer o que eu queria musicalmente, com o Velvet Revolver e Guns N' Roses," McKagan disse quando perguntado sobre como sua nova banda é diferente. "Eu só penso que essa banda é mais rock 'n' roll. Acho que está na mesma veia, talvez um pouco mais crua, do que o Velvet Revolver estava."

Pegar o posto de principal vocalista de um grupo é algo que não surpreende muitos dos fãs mais antigos do músico, que devem se lembrar de McKagan cantando a harmonia e ocasionalmente as vozes principais para o Guns N' Roses, mas nem tanto no Velvet Revolver. Ele disse que descobriu que cantar todas as músicas, toda noite, não é tanto um desafio.

"Eu venho cantando desde que tinha 13 ou 14 anos, e eu acho que meu corpo se adaptou a ter que cantar toda noite," disse McKagan. "Você descobre como usar os músculos no seu diafrágma. Eu ainda não afetei minhas cordas vocais. Nós fizemos uma turnê no Reino Unido no último outono, tocamos todas as noites, e eu não perdi a voz por uma vez. Eu acho que eu finalmente encontrei o mix no qual eu não faço tanto estrago. Eu encontrei o calibre no qual eu me sinto confortável."

Ao ouvir o novo álbum, "Sick", que estreiou nas paradas da Billboard como um Top Heatseeker, o ouvinte pode notar várias influências musicais com as quais McKagan esteve envolvido durante os anos. Fortes guitarras principais, linhas de baixo pulsantes e bateria que conduz e sustenta o álbum, que realmente fazem sentir como revivendo o rock 'n' roll. A pegada grudenta do primeiro single do álbum, "Flatline," e o lançamento subsequente, "No More," são "vermes de ouvido" que podem ficar por dias.

Até mesmo ao usar uma inesperada seção de sopros em "Blind Date Girl" se mostra o vasto fundo musical de McKagan. O mais novo de oito filhos, dos quais todos tocaram um ou outro instrumento, McKagan chamou o fundo Jazz de seu irmão mais velho Matt para encontrar uma matadora seção de sopros para a faixa.

"Alguns amigos do meu irmão nos forneceram os sopros," ele disse. "Matt (McKagan) tocou todas as partes de sopros nas músicas do Guns N' Roses, como 'Live And Let Die,' então ele me apresentou a alguns caras que ele conhecia em Seattle. Alguns caras de sessões. Eles vieram, nós cantamos a melodia, então as sopros só vieram e quebraram tudo."

Mais tarde McKagan se tornou tão conhecido por seu valor como escritor quanto por suas habilidades musicais. Sua coluna/blog semanal para o Seattle Weekly tem um generoso número de seguidores, e ele também escreve uma coluna mensal sobre finanças para a Playboy.com, na qual ele traz bons conselhos em termos fáceis para os leigos nos altos e baixos da economia de hoje. Mas ao estar na estrada promovendo o novo álbum e lidando com prazos, ele prova ser talentoso.

"Você sabe como é ter um prazo," disse McKagan. "Eu vou para o fundo do ônibus e começo a dar bicadas no que se torna uma coluna. Eu escrevo muito quando estou voando. É um ótimo lugar para escrever um pouco."

McKagan também está nos estágios iniciais de um livro sobre as aventuras e experiências de sua vida.

"Eu acabei de começar a escrever," ele disse. "Vamos ver como vai ser, talvez até umas 10,000 palavras e eu então sentarei para ler e ver se estou indo na direção certa. Eu gosto de escrever, e eu não quero me levar muito a sério, então deve ser algo interessante."

Qualquer coisa em que Duff McKagan coloque sua mente para funcionar é interessante.

Apenas o tempo dirá qual será a próxima coisa em que o músico de rock colocará suas mãos.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1795 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2675 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

SlashSlash
Música mais lucrativa, pior show e sobrenatural?

Guns N RosesGuns N' Roses
Em vídeo legendado, crianças reagem ao som da banda

Corey TaylorCorey Taylor
Ele quer a formação clássica do GNR de volta

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Loaded"0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"

Dave MustaineDave Mustaine
A história por trás de "The Four Horsemen"

MetromixMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Dimebag DarrellDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida ao lado do músico

5000 acessosSlash: Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?5000 acessosKiss: "Rock and roll é um trabalho para otários!"5000 acessosRob Halford: Uma resposta educada a comentários de Dickinson5000 acessosBlind Faith: uma das capas mais polêmicas da história5000 acessosSlayer: tirando um som brutal de instrumentos infantis5000 acessosHeavy Metal: as 10 maneiras de se segurar a guitarra

Sobre Gregory

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Gregory no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online