Metallica: Trujillo fala sobre o som do Death Magnetic

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Douglas Morita, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Comentários  | 

Scott Iwasaki, do Deseret News entrevistou recentemente o baixista do METALLICA, Robert Trujillo. Alguns trechos da conversa podem ser conferidos abaixo.

4596 acessosMetallica: Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington5000 acessosMusic Radar: Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos

Sobre o "Death Magnetic", seu primeiro trabalho de estúdio com a banda:

"Foi uma experiência maravilhosa. Abriu meus olhos para ver como esta banda trabalha no estúdio. Primeiro de tudo, o trabalho ético é muito forte. E eu realmente me senti como parte do processo de composição e gravação do álbum."

"Foi interessante ver o Lars [Ulrich, bateria] e James [Hetfield, guitarra/vocal] escreverem músicas. Foi irreal."

Sobre a escolha das músicas que entraram no álbum:

"Nós discutimos em algumas delas. E nós odiamos ver algumas delas ficarem de fora. Uma em particular nós não incluímos no álbum porque não estava terminada. E eu acho que ela teria sido a música mais brutal e dura que o Metallica já fez."

"É bom nos ver acolher o metal de novo. E nós tínhamos um monte de músicas. É por isso que as músicas são longas de novo. Além do mais, os membros da banda concordaram 90 porcento do tempo nas escolhas das músicas para o 'Death Magnetic', o que, claro, não é congruente com a história da banda."

Sobre trabalhar com o produtor Rick Rubin:

"Rick e a banda estavam todos no mesmo plano. Ele nos guiou para escrever músicas que faríamos se estivéssemos buscando assinar um contrato com uma gravadora. Foi como o começo de nossa carreira."

"Rick sabia o que ele estava fazendo. Haviam momentos em que ele nos diria para tentar algo e só fazia sentido mais tarde. Claro, nós queríamos soca-lo, pular em suas costas e arrancar seus cabelos algumas vezes, mas ele nos forçou a escrever músicas melhores."

Sobre gravar o álbum em Los Angeles ao invés de São Francisco:

"Eu pessoalmente achei que foi bom para a banda. L.A. é arenoso, quente e o estúdio fica na região industrial. Não havia fuga. Isso é diferente de gravar em um lugar como no norte da Califórnia, onde o ar é limpo e as casas de James e Lars estão a apenas alguns minutos. Eu acho que trabalhar em L.A. deu ao álbum um som mais significativo."

Sobre as críticas à mixagem do CD, consideradas piores do que as que foram usadas em jogos como o Guitar Hero III:

"Os membros da banda tem o controle criativo e eles vivem em uma bolha. Eles fazem o que precisa ser feito. E algumas vezes não é o que os fãs querem. Mas em outros casos, é."

"O Metallica deixou os fãs bravos algumas vezes, mas por bem ou por mal, a banda atingiu o interesse dos fãs. O som do 'Death Magnetic' ficará nas mentes dos fãs por alguns anos... A banda o torna interessante para os fãs."

Sobre a setlist da turnê atual do Metallica:

"Nós mudamos toda noite. Há algumas músicas que mantemos todas as vezes, mas nós queremos tocar as coisas novas porque estamos animados com isso. E nós vamos tocar algumas coisas antigas porque os fãs as conhecem. Mas eu tenho notado que as coisas novas estão indo muito bem. As pessoas sabem as letras, e tem sido bom toca-las."

A matéria completa, em inglês, pode ser lida clicando aqui.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 03 de novembro de 2012

MetallicaMetallica
Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
Ouça "Master Of Puppets" com a bateria do "St. Anger"

Max CavaleraMax Cavalera
O Sepultura nunca fez uma merda tipo o "Lulu", do Metallica

MetallicaMetallica
Joguem este processo no lixo, dizem para banda cover

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

Music RadarMusic Radar
Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos

SlipknotSlipknot
Banda trolla repórter da Multishow antes de show no RIR

Simone SimonsSimone Simons
"Rammstein me faz querer mexer a bunda"

5000 acessosSeparados no nascimento: Steven Tyler e Márcia Goldsmich5000 acessosNoisecreep: dez melhores canções de Metal (e Hard) dos 80s5000 acessosVelocidade: Top 10 de músicas de Metal para ser multado3606 acessosGames: metaleiro transforma clássicos de games em puro Metal5000 acessosCoisa de boy: Mais de 50% dos roqueiros é da classe A, diz IBOPE5000 acessosLobão: a defesa do roqueiro solitário

Sobre Douglas Morita

Douglas Morita acha que se existem constantes em sua vida, uma delas definitivamente é o Metallica. Fã da banda desde que se conhece por gente, criou o site Metallica Remains em 1998 e considera o grupo como sua principal - porém, obviamente, não única - influência musical. Além do Metallica, tenta ouvir de tudo um pouco, sem se limitar a estilos ou rótulos.

Mais matérias de Douglas Morita no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online