Steve Smyth: "Estou fazendo algo inesperado"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Natália Dehò, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Imhotep.no recentemente entrevistou o guitarrista Steve Smyth, ex-NEVERMORE, que falou sobre sua banda, THE ESSENESS PROJECT.

Warrel Dane: Shadow Work é uma vitória para banda brasileira corajosa, diz guitarristaGibson: os 10 maiores bateristas de todos os tempos

Nós ouvimos um Steve Smyth diferente nesse álbum. O quanto você diria que esse Steve de THE ESSENESS PROJECT é diferente do Steve do NEVERMORE, VICIOUS RUMORS, DRANGONLOND, etc?

Smyth: "Eu diria que sou eu, mas num contexto diferente. Eu estou fazendo algo que não foi esperado, e mostrando um lado musical que eu sempre tive, mas que nunca foi apropriado nas situações que eu estava envolvido no passado. Há também uma outra influência junto com o meu colega Steve H. Nós temos tocados juntos por quase 22 anos, desde que nos conhecemos, e sempre um influencia o outro com o que gostamos, mostrando isso em alguns álbuns".

O ensaio pra esse álbum foi diferente em comparação ao que vocês fez nas bandas anteriores? Qual foi a música mais problemática?

Smyth: "Os ensaios para esse álbum foram bem intensos, mas eu tive tempo de trabalhar mais com esse meu lado também, lutando contra a minha doença e me recuperando, enquanto o álbum estava sendo gravado. Algumas coisas eu não fazia há um tempo, então definitivamente tive que trabalhar algumas técnicas. No entando, uma vez praticado, fica mais fácil e familiar de novo. Quanto às músicas problemáticas, cara, escolha uma (risos)! Todas acabaram sendo difíceis de se gravar de alguma maneira, com o objetivo de conseguir um som para as músicas ao vivo, organizando cada guitarra, cada instrumento, e mantendo o som de um show. Não foi fácil, mas eu adorei o desafio de fazer esse álbum e de produzi-lo também, foi a primeira vez que eu fiz tudo".

A entrevista completa pode ser lida (em inglês) neste link.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Essenes Project"Todas as matérias sobre "Nevermore"


Warrel Dane: Shadow Work é uma vitória para banda brasileira corajosa, diz guitarristaWarrel Dane
Shadow Work é uma vitória para banda brasileira corajosa, diz guitarrista

Nevermore: "Impossível voltar sem Warrel Dane", diz Jeff LoomisNevermore: Jeff Loomis diz que não é possível o Nevermore voltar sem Warrel DaneEm 17/10/2000: Nevermore lançava o clássico Dead Heart In a Dead World

Doro Pesch: Warrel Dane era muito, muito talentoso, diz cantoraDoro Pesch
Warrel Dane era "muito, muito talentoso", diz cantora

Warrel Dane: vocalista sofria com muitos problemas de saúdeWarrel Dane
Vocalista sofria com muitos problemas de saúde


Gibson: os 10 maiores bateristas de todos os temposGibson
Os 10 maiores bateristas de todos os tempos

Rachel Sheherazade: cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The NoiteRachel Sheherazade
Cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The Noite


Sobre Natália Dehò

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Natália Dehò no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336