Em 11/08/1979: O último show do Led Zeppelin em sua terra natal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nino Lee Rocker, Fonte: garimpeirodasgalaxias.blogspot
Enviar correções  |  Comentários  | 

Após a morte trágica do filho de Robert Plant em 1977, o Led Zeppelin afastou-se dos holofotes - e até mesmo chegou muito perto de acabar. Mas ressurgiram em 04 de agosto de 1979, através da realização do Festival de Knebworth em Hertfordshire, ao norte de Londres. Com o sucesso do evento foi preciso agendar uma outra apresentação para o dia 11 do mesmo mês.

3418 acessosDream Theater: 10 dos melhores covers tocados pela banda5000 acessosMotörhead: Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

O grupo estava se preparando para lançar "In Through The Out Door" e decidiu, como era de costume deles, transformar isso em um grande evento.

O Led Zeppelin não tocava em solo britânico desde maio de 1975, naquela ocasião a procura por ingressos foi tão grande que um segundo show foi necessário para suprir a demanda de público.

Para tirarem a ferrugem fizeram antes duas datas em locais menores, no caso o Falkoner Theater em Copenhagen.

A apresentação de Knebworth trouxe um repertório de 19 clássicos e fechou com um bis de "Communication Breakdown", "Rock and Roll" e "Whole Lotta Love".

A crítica não poupou alfinetadas, alegando que a banda sofreu bastante com a longa pausa. Algumas publicações observaram o impacto do punk rock na Inglaterra durante os 4 anos que antecederam a volta como algo que defasou um pouco do interesse pelo rock clássico tradicional. O LED ZEPPELIN era redundante.

Ainda assim a multidão - que a banda relata como sendo de 218.000, mas as estimativas sugerem que era metade disso - ficou emocionada. Plant, que estava insatisfeito com o seu desempenho, alegou que o sucesso do show teve mais a ver com o fato do momento de celebração do retorno do que qualquer coisa que veio do palco.

"Knebworth foi inútil, não foi bom porque nós não estávamos prontos para fazê-lo, a coisa toda foi uma decisão de gestão. Parecia que eu estava me enganando, porque eu não me sentia relaxado como eu poderia estar. Havia tanta expectativa e lá, o mínimo que poderia ter feito era ter sido confiante o suficiente para dar tudo de mim em um desempenho matador. Nós ferimos o animal, mas o deixamos agonizando, não o matamos. Foi bom, mas só porque a estrutura foi boa, havia aquela sensação de evento".

Ambos os concertos foram filmados, mas o material permaneceu oficialmente inédito até 2003, quando oito canções foram incluídas em um DVD duplo da banda.

Um pouco mais de um ano depois, a banda se separou, na sequência da morte de John Bonham, de modo que os dois shows em Knebworth foram os últimos concertos da formação original realizados em sua terra natal.

No entanto, em 30 de junho de 1990, novamente em Knebworth, Jimmy Page sentou-se com Robert Plant para executar algumas canções no concerto de premiação do Silver Clef do qual foram vencedores, um espectáculo transmitido globalmente, que também contou com performances por Pink Floyd, Eric Clapton, Genesis e Paul McCartney.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Dream TheaterDream Theater
10 dos melhores covers tocados pela banda

1220 acessosHard Rock e Metal: em vídeo, os dez álbuns mais vendidos nos EUA735 acessosLed Zeppelin: Bonham é homenageado com placa em sua cidade natal765 acessosLed Zeppelin: advogados exigem que reclamantes paguem as custas1441 acessosThem Crooked Vultures: Grohl diz que banda deve retornar em breve0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Os 10 melhores solos de Jimmy Page

Top 10Top 10
Bandas importantes com menos de 10 discos lançados

Led ZeppelinLed Zeppelin
Análise vocal de Robert Plant

0 acessosTodas as matérias da seção Fatos Importantes0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

MotörheadMotörhead
Foto de Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

Metal BrasileiroMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

TatuagensTatuagens
Rabiscos horríveis com temática roqueira parte 1

5000 acessosOzzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in Rio5000 acessosSlipknot: Veja membros atuais sem máscara5000 acessosEurope: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose5000 acessosLars Ulrich: quando conheci o Motorhead decidi montar o Metallica4020 acessosYouTube: Qual álbum, música ou artista fez você virar um rocker?5000 acessosNirvana e Iron Maiden: Kurt Cobain era fã da Donzela de Ferro

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 31 de agosto de 2015
Post de 11 de agosto de 2016

Sobre Nino Lee Rocker

Nino Lee Rocker é músico, produtor, pesquisador, colecionador e amante do rock em todas suas vertentes e tempos. Atualmente se dedica a pesquisa de novas bandas a nível mundial. Criador do blog Garimpeiro das Galáxias e da camiseteria Contra Grife. Contate-o pelo Facebook.

Mais matérias de Nino Lee Rocker no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online