Em 13/10/1963: Beatles se apresenta na TV e muda a história da música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Texto original de MATT SPRINGER

Quando os Beatles subiram ao palco em 13 de Outubro de 1963 [a despeito da data no vídeo mais abaixo] para se apresentarem no programa de variedades “Sunday Night at the London Palladium”, eles eram quatro caras com as ferramentas essenciais de seus primeiros clássicos – um baixo, duas guitarras e uma bateria.

112 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha5000 acessosFascínio pelo terror: Cinco bandas que dão medo

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

A psicodelia, as grandes produções em estúdio, o brilhantismo e a adoração, a desconfiança e a desintegração - tudo isso estava a anos de distância. Nesse momento, citado amplamente como o nascimento da Beatlemania, era só John, Paul, George e Ringo, incendiando seu país natal.

O primeiro single de sucesso dos Beatles no Reino Unido, ‘Please Please Me’ chegou ao #1 das paradas no começo de 1963; um LP do mesmo nome foi lançado em março. ’From Me To You’ e ‘She Loves You’ vieram depois. Quando o grupo apareceu na transmissão do Palladium, eles já haviam completado três turnês pelo reino Unido naquele ano, e uma quarta começaria no dia 1 de Novembro.

Em outras palavras, aquele era um país pronto para explodir em febre em torno daqueles quatro sujeitos. Foi a insanidade em torno dessa única aparição na TV que levou o grupo ao foco da atenção da mídia nacional e inspirou os jornais a inventarem o termo ‘Beatlemania’ para descrever esse fenômeno. Foi algo singular na época, hordas de adolescentes lotando as ruas e berrando na televisão de domingo à noite por causa de um grupo de música popular. Desde então, vimos todo mundo, desde Leif Garrett até Justin Bieber, inspirar berros similares; tudo começou em Londres cinquenta anos atrás.

Naturalmente, você pode achar o show completo no YouTube [ou pelo menos o áudio], e é como uma transmissão estranha, de outro planeta. Há o barulho constante de adolescentes gritando por tudo, e então o que parece homens da caverna batendo em pedras aos ouvidos de um ouvinte moderno. Há uma força bruta de experiência adquirida à duras penas em seus licks e riffs, forjados tocando sets de várias horas nas casas de Hamburgo, Alemanha.

Os Beatles não eram inovadores em 1963, apesar de serem logo depois. Eles estavam usando os mesmos alicerces que geraram Chuck Berry, Bill Haley e Elvis Presley. Era o blues, o soul, o gospel e uma pitada de pompa pop para tempero extra. Ainda assim, quando os Beatles misturaram esses ingredientes, algo novo se criou, algo primitivo. É o som da música popular moderna sendo inseridos forçadamente para a existência.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

112 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha96 acessosAlta Fidelidade: Unboxing "Sgt Pepper's" 50 anos302 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música538 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural2671 acessosBeatles: Sgt Peppers em super box especial para fãs brasileiros0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

RockRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Guitar WorldGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

ObservadorObservador
Os 15 discos mais vendidos de todos os tempos

0 acessosTodas as matérias da seção Fatos Importantes0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

Fascínio pelo terrorFascínio pelo terror
Cinco bandas que dão medo

Axl RoseAxl Rose
Texto analisa rivalidade com Kurt Cobain, do Nirvana

O amorO amor
10 músicas para roqueiros apaixonados

5000 acessosTimo Tolkki: surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?5000 acessosSlipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor5000 acessosEnjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rock5000 acessosDream Theater e Guns N' Roses: 30 anos, uma no auge, já a outra...5000 acessosBruno Sutter: "Este single retrata minha virada após o fim da MTV!"5000 acessosTony Iommi: "Eu não faço música para ofender as pessoas"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 13 de outubro de 2014
Post de 13 de outubro de 2015
Post de 13 de outubro de 2016

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online