Matérias Mais Lidas

imagemTaylor Hawkins: Ele estava cansado e pronto pra abandonar o Foo Fighters

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemLuísa Sonza posta fotos com camiseta da banda de death metal Morbid Angel

imagemMark Knopfler e o peso da vida de um artista em turnê, por Regis Tadeu

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemPink Floyd: Em entrevista de 1984, David Gilmour falou sobre "The Final Cut"

imagemIan Gillan conta como foi sua primeira saída do Deep Purple, em 1973

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemO erro geográfico na letra de "All Star", música que Nando Reis fez para Cássia Eller

imagemO que mudou no rock dos anos 90 pra cá segundo Jimmy Page

imagemBrian May revela o inesperado álbum do Queen que é o seu favorito

imagemLed Zeppelin era uma banda de heavy metal? Geddy Lee dá seu veredito

imagemKirk Hammett posta foto com guitarra do Coringa Surfista e look tipo Agostinho Carrara


PRB

Em 15/05/1987: Motley Crue lança o álbum Girls, Girls, Girls

Por João Paulo Andrade
Fonte: Wikipedia

Girls, Girls, Girls é o quarto álbum de estúdio da banda Mötley Crüe, lançado em 15 de maio de 1987. Chegou à segunda colocação da Billboard 200.

Conforme revelado pelo baixista Nikki Sixx e pelo baterista Tommy Lee, o conceito do álbum foi escolhido quando a banda decidiu revelar ao mundo sobre seu estilo de vida particular. Quando perceberam que seu principal hobby era frequentar clubes de strip, criaram o título Girls, girls, girls, inspirado nos tradicionais letreiros de neon presentes nas fachadas de muitos clubes norte-americanos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O logotipo do álbum foi também inspirado nesses mesmos letreiros, e a capa apresenta uma foto dos quatro integrantes montados em suas respectivas motocicletas, que eram outro de seus grandes hobbies. Pela primeira vez, a banda abandonou as tradicionais fantasias conceituais e agora trajava roupas comuns (jaquetas e calças de couro, para se adequar à subcultura motociclista).

O álbum possui uma sonoridade mais voltada ao Hard Rock e ao Blues do que os lançamentos anteriores. O álbum contém os hits "Wild Side" e "Girls, Girls, Girls". A temática das letras aborda o estilo de vida boêmio da banda, e presta homenagem a seu amor por motocicletas, bebida e clubes de strip. Existem também letras mais sérias para o álbum, como "Wild Side" e "Dancing on Glass", que abordam, respectivamente, a criminalidade da periferia de Los Angeles e o problema do baixista Nikki Sixx com a heroína. A música "You're All I Need" conta a história de um feminicídio passional do ponto de vista distorcido do criminoso, e a canção "Nona" é uma homenagem à avó de Sixx, que faleceu na época da gravação do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia abaixo o que publicamos sobre o álbum.

Mötley Crue: Mick Mars e o clipe de "Girls, Girls, Girls"

Motley Crue: namorada de Nikki dançando Girls, Girls, Girls

Vince Neil: convidando menininhas para cantar Girls, Girls, Girls

Motley Crue: vídeo de performance de "Girls, Girls, Girls" na TV

Nikki Sixx: "Girls, Girls, Girls estará na cabeça de todos os jovens do mundo"

Mötley Crüe: "Girls, Girls, Girls" será relançado em edição comemorativa

Mötley Crüe: novo lyric vídeo e detalhes do relançamento de "Girls, Girls, Girls"

Robert Fripp: cover de "Girls, Girls, Girls", do Mötley Crüe, junto de Toyah

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rodz Online: Pam & Tommy - Verdades e Mentiras (vídeo)

Mötley Crüe: ex-vocalista acha a série "Pam & Tommy" uma bela de uma m*rda




Sobre João Paulo Andrade

Sempre quis viver de Rock e/ou Heavy Metal. Tentou tocar baixo mas era tremendamente incompetente no instrumento. Em 1996 criou o site Whiplash.Net e hoje vive do seu sonho. :-)

Mais matérias de João Paulo Andrade.