Resenha - Invasion - Manilla Road

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diogo Muniz
Enviar Correções  

Lançado em 1980, "Invasion" é o primeiro álbum de estúdio do Manilla Road. Como toda banda, o Manilla Road, capitaneado pelo saudoso Mark Shelton (R.I.P.), enfrentou alguns perrengues e algumas mudanças de formação no final dos anos 70 até se estabelecer como um power trio formado por Rick Fisher na bateria, Scott Park no baixo e o já citado Mark Shelton na guitarra e vocal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Invasion" é um álbum curto, com apenas seis faixas, mas que já mostra um trabalho bem interessante. Aqui notamos que a banda ainda está crua, buscando encontrar o seu som, embora já apresente características que viriam a se apresentar nos trabalhos seguintes. Embora o Manilla Road não tenha atingido as grandes massas (como o METALLICA ou o IRON MAIDEN), é uma banda que arregimentou uma legião de fãs fiéis, ganhando assim um status de cult.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco abre com "The Dream Goes On", que é na verdade um hard rock que já flerta com o heavy metal. Uma boa faixa de abertura, pois é rápida e agitada, e com uma boa interpretação de Mark Shelton

Em seguida temos "Cat and Mouse", que segue a mesma linha apesar de ser um pouco mais longa. Destaque para o riff da música que é bem marcante.

"Far Side of the Sun" é uma pedrada com mais cara de heavy metal. Aqui percebemos mais claramente o potencial da banda.

publicidade

"Street Jammer" mantém o nível, embora pareça soar um pouco menos marcante do que se ouviu até então.

Em "Centurian War Games" a banda tira o pé do acelerador e manda uma power ballad no melhor estilo voz e violão. Não se trata de uma música romântica, e sim de uma música com temática épica que fala da força dos guerreiros centuriões. As letras com temas épicos já estavam presentes desde o início, e só viriam a aprimorar nos anos seguintes.

Para encerrar temos "The Empire", que fecha com chave de ouro. Um space rock com pouco mais de treze minutos, também com um clima épico que faz o ouvinte viajar do início ao fim. É sem dúvidas a melhor faixa do disco.

Como dito anteriormente, "Invasion" é um trabalho bem experimental, no qual não se vê ainda o heavy metal que se tornou característico do Manilla Road. Mas nem por isso deixa de ser um trabalho interessante e que valha a pena ser conferido

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tracklist:
1 – The Dream Goes On
2 – Cat and Mouse
3 – Far Side of the Sun
4 - Street Jammer
5 - Centurian War Games
6 – The Empire




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Resenha: Mystification - Manilla Road

Resenha: Deluge - Manilla Road

Resenha: Open the Gates - Manilla Road

Resenha - Crystal Logic - Manilla Road

Resenha - Metal - Manilla Road


Heavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas - Parte 3Heavy Metal
Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas - Parte 3


Separados no nascimento: Dave Mustaine e Mika HakkinenSeparados no nascimento
Dave Mustaine e Mika Hakkinen

Black Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill WardBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward


Sobre Diogo Muniz

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

CliHo Cli336 WhiFin CliIL Cli336