Matérias Mais Lidas

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava

Kiss: Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogasKiss
Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogas

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoSlipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Chester Bennington: viúva anuncia separação de bombeiro após um anoChester Bennington
Viúva anuncia separação de bombeiro após um ano

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Thrash metal: 20 grandes músicas do estilo mais rápido e agressivo da música pesadaThrash metal
20 grandes músicas do estilo mais rápido e agressivo da música pesada

Metallica: todas as faixas do polêmico Load, da pior para a melhorMetallica
Todas as faixas do polêmico "Load", da pior para a melhor

Alexi Laiho: A banda de metal do céu agora tem um guitarrista solo, afirma MustaineAlexi Laiho
"A banda de metal do céu agora tem um guitarrista solo", afirma Mustaine

Shaman: quando Andre Matos desmaiou durante show em Belo Horizonte, em 2018Shaman
Quando Andre Matos desmaiou durante show em Belo Horizonte, em 2018

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Guns N' Roses: Gilby diz que grunge fez a banda sair dos estádios e ir para os clubesGuns N' Roses
Gilby diz que grunge fez a banda sair dos estádios e ir para os clubes

Nirvana: Krist Novoselic comenta o suicídio de CobainNirvana
Krist Novoselic comenta o suicídio de Cobain

Rock in Rio: Produção afirma que datas estão mantidasRock in Rio
Produção afirma que datas estão mantidas

Nervosa: Prika Amaral toca os seus riffs preferidos na guitarra (vídeo)Nervosa
Prika Amaral toca os seus riffs preferidos na guitarra (vídeo)

Rob Halford: entediado mas fashion e zueiro, encarnando um cowboy de saltoRob Halford
Entediado mas fashion e zueiro, encarnando um cowboy de salto


Matérias Recomendadas

Ivete Sangalo: Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e RushIvete Sangalo
"Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"

Axl Rose: por que ele usava camiseta de Charles Manson, segundo ex-empresárioAxl Rose
Por que ele usava camiseta de Charles Manson, segundo ex-empresário

Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Joe Satriani
Por que ele não entrou no Deep Purple?

Megadeth: Pepeu Gomes comenta convite para tocar na bandaMegadeth
Pepeu Gomes comenta convite para tocar na banda

Black Sabbath - Perguntas e Respostas
Black Sabbath - Perguntas e Respostas

Tunecore
Malvada

The Black Keys: após cinco anos, banda retorna com grande disco

Resenha - Let's Rock - Black Keys

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar Correções  

publicidade

Mais de cinco anos separam "Let’s Rock" e "Turn Blue". O novo álbum do The Black Keys foi lançado em 28 de junho. "Turn Blue", seu antecessor, chegou às lojas em 12 de maio de 2014. Um tempão, ainda mais em um mundo tão acelerado como o nosso, onde as novidades perdem a sua validade em questão de dias – ou horas, dependendo do caso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Let’s Rock" é o nono álbum do duo formado pelo vocalista e guitarrista Dan Auerbach e pelo baterista Patrick Carney. E é também o primeiro em mais de uma década a não ser produzido por Danger Mouse. O "rato perigoso" foi o grande responsável pela mudança de sonoridade do Black Keys a partir de "Attack & Release" (2008), tornando o blues rock da banda extremamente cativante e mais próximo do pop, processo esse que deu ao mundo dois discos espetaculares – "Brothers" (2010) e "El Camino" (2011) – e um nem tanto assim – "Turn Blue". Resumindo: a parceria com Danger Mouse transformou o Black Keys em uma das melhores e mais festejadas bandas desta década.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "Let’s Rock", a produção é de Dan e Pat, algo que não acontecia desde o quarto álbum do grupo, "Magic Potion" (2006). Mas não pense que isso significa uma volta à sonoridade suja e garageira dos anos iniciais. Auerbach e Carney fizeram a lição de casa e aprenderam muito nos anos ao lado do produtor, e isso fica claro nas doze músicas do novo disco. Elas formam um conjunto que desce fácil e sem esforço, e, ao final dos pouco mais de 38 minutos de duração do álbum, você faz um esforço danado para não deixar o CD no repeat.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Black Keys retorna ao básico em "Let’s Rock", como o próprio título já antecipa. As faixas são curtas – a mais longa não chega a quatro minutos -, diretas e básicas. É rock and roll alto astral e feito para dançar, como todo o rock deveria ser feito. Há ecos dos anos 1950 e 1960 devidamente atualizados para a nossa época, sempre com refrãos que grudam feito chiclete – apesar de a cola dessas gomas de mascar sonoras já não ser tão eficiente quanto em "Brothers" e "El Camino", é preciso dizer. As experimentações de "Turn Blue", onde a banda se afastou demais da sonoridade que a consagrou e soou pop exageradamente, não chegam nem perto de "Let’s Rock".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Shine a Little Light" abre os trabalhos e poderia estar tranquilamente em "El Camino". As linhas vocais de "Eagle Birds" são simples e eficientes e formam uma receita perfeita com as batidas de Carney, mostrando que inspiração não faltou para a dupla nestes cinco anos. "Lo/Hi" soa como se o ZZ Top tivesse Dan e Pat na formação. "Walk Across the Water" é o momento mais doce do álbum, uma linda balada que cativa o coração instantaneamente. A malandragem onipresente da banda dá as caras nas deliciosas "Tell Me Lies" e "Get Yourself Together", enquanto "Every Little Thing" e "Sit Around and Miss You" são puro Beatles com pegada Paul McCartney. E chega de falar das músicas porque já deu pra entender que o disco é ótimo, né?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com "Let’s Rock" o Black Keys retoma o caminho de "Brothers" e "El Camino". O álbum soa como uma progressão natural dos dois discos mais icônicos da dupla, e mostra que Dan Auerbach e Patrick Carney continuam tendo o que dizer.

Sorte nossa que podemos ouvir.


Outras resenhas de Let's Rock - Black Keys

The Black Keys : Retorno da banda valeu a pena?


Dead Daisies
Stamp
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


The Black Keys: baterista detona o Van HalenThe Black Keys
Baterista detona o Van Halen

Rolling Stone: revista elege sete hinos para sete décadas de rockRolling Stone
Revista elege sete hinos para sete décadas de rock


Bullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnêBullet For My Valentine
Vocal detonou Guns em turnê

Humor: as 101 regras do New Metal/Nu-metalHumor
As 101 regras do New Metal/Nu-metal


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.