Matérias Mais Lidas

Joe Biden: evento de posse terá Foo Fighters, Jon Bon Jovi, Springsteen e maisJoe Biden
Evento de posse terá Foo Fighters, Jon Bon Jovi, Springsteen e mais

Titãs: o clipe censurado de Pelados em Santos, com topless de Bárbara PazTitãs
O clipe censurado de "Pelados em Santos", com topless de Bárbara Paz

Dave Grohl: ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojentoDave Grohl
Ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojento

Kiss: Gene Simmons diz que a falta de dinheiro é a raiz de todo o malKiss
Gene Simmons diz que a falta de dinheiro é a raiz de todo o mal

Jon Schaffer: nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadoraJon Schaffer
Nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadora

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Calendário do Rock: de Ramones até Kreator, 10 grandes álbuns lançados em janeiroCalendário do Rock
De Ramones até Kreator, 10 grandes álbuns lançados em janeiro

Eloy Casagrande: O dia em que ele teve que ir ao banheiro no meio de um show (vídeo)Eloy Casagrande
O dia em que ele teve que ir ao banheiro no meio de um show (vídeo)

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate

Clássicos: papagaio acompanha o dono cantarolando Guns, Led e U2Clássicos
Papagaio acompanha o dono cantarolando Guns, Led e U2

Megadeth: Dave Lombardo quase entrou pra banda, mas percebeu a merda que ia darMegadeth
Dave Lombardo quase entrou pra banda, mas percebeu a merda que ia dar

Bon Jovi: Fear Factory fez a banda mudar de estúdio durante gravação de These DaysBon Jovi
Fear Factory fez a banda mudar de estúdio durante gravação de "These Days"

Nervosa: Banda lança videoclipe de Under RuinsNervosa
Banda lança videoclipe de "Under Ruins"

Rock in Rio 2001: 5 shows históricos do festival, realizado há 20 anosRock in Rio 2001
5 shows históricos do festival, realizado há 20 anos


Matérias Recomendadas

Mulheres: 10 músicas que ajudarão a conquistá-lasMulheres
10 músicas que ajudarão a conquistá-las

King Diamond: O que significa ser Satanista?King Diamond
O que significa ser Satanista?

Slash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gaySlash
A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

Monsters Of Rock 2015: conheça a loira que deu um show com o Steel PantherMonsters Of Rock 2015
Conheça a loira que "deu um show" com o Steel Panther

Johnny Ramone: Não era bom abrir o show do Black SabbathJohnny Ramone
"Não era bom abrir o show do Black Sabbath"

Stamp
Tunecore

Atomic Bitchwax: Impulso musical compulsivo e antidepressivo

Resenha - Force Field - Atomic Bitchwax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar Correções  

publicidade

10

O Atomic Bitchwax é uma banda de New Jersey (USA), formada em 1993 e nasceu como um projeto paralelo (do baixista/vocalista Chris Kosnik e do baterista Bob Pantella) ao Monster Magnet. Atualmente complementado por Finn Ryan (guitarra), o grupo faz uma mistura de rock psicodélico setentista com rock progressivo moderno. A sonseira praticada pela banda é um trabalho sólido e Force Field os coloca num nível bem acima da média das bandas auto classificadas como "Stoner". A banda, que até bem pouco tempo era desconhecida do grande público, tem cerca de 25 anos dedicados ao rock n roll e 7 discos lançados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Force Field tem 12 faixas que, juntas, totalizam pouco mais de meia hora e - em tempos de "streaming" - isto é música para os meus ouvidos. Os caras se definem como "super stoner rock", que podemos concordar ou não, mas o fato é que Chris e Bob são membros efetivos de uma das bandas mais influentes do rock clássico e isso explica muita coisa sobre o som da Atomic Bitchwax. Eu diria que aqui, eles encontraram o contraponto perfeito para o trabalho realizado no Monster Magnet. [...] Musicalmente falando, num álbum em que a maioria das músicas varia de 2 a 3 minutos de duração, fica difícil fazer juízos de valor, mas talvez - e justamente por isso - me apaixonei pelo disco e não me sinto capaz de enxergar os defeitos (que provavelmente existem). De qualquer forma, os destaques são Alaskan Thunder Fuck, na qual a banda monstra seu nível literal de "foda-se"; Fried, Dyed And Layin To The Side, uma instrumental com a marca dos clássicos dos medalhôes do rock; Shell Of A Man", que é um ataque dirigido aos "nazistas metallhead" e Liv A Little, que remete a Black Night, do Deep Purple.

O trabalho foi produzido pela própria banda e, pelo resultado obtido podemos perceber que o nível de maturidade dos caras é alto. Este é, certamente, o seu melhor trabalho em 25 anos e o campo de força que dá nome ao disco pode ser uma forma literal de se referir ao paredão sonoro que quase podemos tocar ao apertar o play. Quanto às letras, o fato de a banda não se levar muito a sério também contribuiu para o grande resultado. Depois de ouvir o disco várias vezes, particularmente definiria o som do grupo como um "impulso musical compulsivo antidepressivo". Não há um único momento medíocre em todo o disco.

NOTA: 10,00.