Hellway Patrol: Heavy Metal e distopia direto do Paraná

Resenha - Desert Ghost - Hellway Patrol

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alexandre Veronesi
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

Hellway Patrol é uma banda oriunda de Londrina/PR, fundada em 2017 pelo ex-vocalista do Dominus Praelii, Ricardo Pigatto, que aqui assume também a função de baixista. Completam o time Thiago Franzim (guitarra) e João Bolognini (bateria).

Kiss x Secos & Molhados: o fim da polêmicaMetal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.com

No mesmo ano, o grupo lançou seu primeiro EP, autointitulado, contendo 4 sons autorais que apresentam um estilo transitivo entre o Thrash e o Heavy Metal tradicional, com doses cavalares de peso e linhas vocais poderosas.

O conceito visual adotado pelo trio é bastante interessante, inspirado no universo pós-apocalíptico da franquia cinematográfica Mad Max. A mais recente turnê dos caras, a propósito, levou o nome de "We Play For Gasoline", em mais uma clara referência ao clássico protagonizado por Mel Gibson.

OBS: pouco após o término da tour, tivemos escassez de combustível nos postos por todo o país. Coincidência? Eu acho que não!

O segundo registro de estúdio, novamente em formato EP, foi batizado de Desert Ghost, e não tardou a ver a luz do dia, sendo disponibilizado ao público em meados de Maio/Junho de 2018. Temos aqui 3 novas faixas, e a sonoridade segue na linha Heavy/Thrash Metal. Porém, é possível notar algumas mudanças, a começar pelo logo, totalmente refeito, e a macabra arte da capa, assinada pelo artista norte-americano David Paul Seymour (os mais desavisados podem até pensar que se trata de algum grupo de Metal extremo). Tais alterações se refletem também nas músicas, mesmo que de forma suave, as quais apresentam uma maior variação rítmica, mas sem fugir do gênero proposto.

Não posso deixar de salientar que a voz de Ricardo Pigatto, em diversos momentos, me remete e muito a Zak Stevens, lendário cantor do Savatage e Circle II Circle.

A bolacha tem início com a faixa título Desert Ghost, um Thrash Metal em mid-tempo com refrão forte e pegajoso, seguida por Fear The War Machine, paulada cheia de nuances e mudanças de andamento, que conta com Silvano Aguilera, frontman do Woslom, dividindo as vozes com Pigatto. Encerrando o curto registro, Satan Free Me, com sua levada Heavy oitentista e a participação especial de Mayara "Undead" Puertas, vocalista do Torture Squad e ex-Necromesis, que teve a oportunidade de mostrar suas habilidades além dos guturais, entregando bons vocais limpos em grande parte da canção.

O trabalho se encontra disponível em formato vinil 7", e também nas principais plataformas digitais.

Apesar do pouquíssimo tempo de estrada, o Hellway Patrol impressiona, e vem despertando o interesse dos headbangers e mídia especializada, firmando-se assim como uma das grandes promessas do Metal nacional na atualidade.

TRACKLIST

01. Desert Ghost
02. Fear The War Machine
03. Satan Free Me




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hellway Patrol"


Kiss x Secos & Molhados: o fim da polêmicaKiss x Secos & Molhados
O fim da polêmica

Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comMetal Alemão
As 10 melhores bandas segundo o About.com


Sobre Alexandre Veronesi

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336