publicidade

Death: Parte 4 - Mais esclarecido e introspectivo

Resenha - Spiritual Healing - Death

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Spiritual Healing (1990) marcou um período conturbado para a banda. Versa a história que uma treta foi plantada por Butler e Andrews para realizar uma turnê européia sem a presença de Schuldiner. Para tanto, os caras recrutaram os músicos Walter Trachsler (guitarra) e Louie Carrisalez (vocal), - ambos da banda Thrash Metal Devastation, - aborrecendo sobremaneira o líder da banda, que posteriormente, entrou com uma ação judicial contra os ex-companheiros. Desde então, passou a dar preferência a músicos contratados.

Ídolos imortais: Chuck Schuldiner, o padrinho do death metalSeparados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie

Nesse contexto, este é o único álbum de que participa o guitarrista James Murphy. Sendo, por outro lado, o segundo e último do baterista Bill Andrews, e do baixista Terry Butler. Não obstante, ambos participaram das sessões de gravação nas demos do disco seguinte. E, talvez, assinalando a ideia de rompimento com os padrões antigos de pensamento, este foi o último álbum em que também trabalhou com o artista Edward J. Repka.

Com este álbum ver-se que a banda começou a abandonar a velocidade implacável e a ferocidade muitas vezes sem sentido. Os temas sanguinários, que caracterizam a infância do Death Metal, começaram a dar espaço a um tipo de lirismo mais filosófico. Na prática, isso significou a incorporação pela banda de estruturas musicais mais complexas e dinâmicas. Passaram então, a explorar em suas letras, temas menos insidiosos e mais esclarecidos, com abertura para tratar dos males da humanidade e das injustiças da sociedade.

Tracklist:
01-Living Monstrosity
02-Altering The Future
03-Defensive Personalities
04-Within The Mind
05-Spiritual Healing
06-Low Life
07-Genetic Reconstruction
08-Killing Spree

Continua...

Referências: Allmusic, Relapse Records, Death (book), Whiplash, The BNR Metal Pages, Wikipedia.


Death - A História da Banda

Death: A história - Os primeiros diasResenha - Scream Bloody Gore - DeathResenha - Death - LeprosyResenha - Human - DeathResenha - Individual Thought Patterns - DeathResenha - Symbolic - DeathResenha - Death - Sound of PerseveranceResenha - Live in Eindhoven - DeathTodas as matérias sobre "Death - A História da Banda"


Outras resenhas de Spiritual Healing - Death

Death: Pútrida Cura Espiritual: Os 25 anos de "Spiritual Healing"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Death - A História da Banda"Todas as matérias sobre "Death"


Ídolos imortais: Chuck Schuldiner, o padrinho do death metalÍdolos imortais
Chuck Schuldiner, o padrinho do death metal

Gene Hoglan: Gene Hoglan
"Os bateristas pegam todas as garotas"

Notas altas: as dez mais impressionantes do Heavy MetalNotas altas
As dez mais impressionantes do Heavy Metal

Roadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os temposRoadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos


Separados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote EddieSeparados no nascimento
Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie

Prostitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1Prostitutas
As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1

Exodus: Exodus
"Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt

Slash: Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?Fotos: confira 10 das mais curiosas no mundo do Rock - Parte 1Censura: ouvir Rock e Metal é porta de entrada para virar gay?Top 5: Os roqueiros mais chatos da história

Sobre Ricardo Cunha

Apaixonado por música e estudante de Filosofia, juntou os interesses para escrever principalmente sobre rock e metal.

Mais matérias de Ricardo Cunha no Whiplash.Net.

adGooILQ