publicidade

Death: Parte 5 - Quebrando regras no Death Metal

Resenha - Human - Death

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Ao que parece, todos os acontecimentos em relação ao álbum anterior resultaram no aumento da capacidade criativa de Chuck Schuldiner. Human (1991), mostra uma evolução surpreendente em relação aos trabalhos anteriores. Considerando as condições emocionais que perturbaram a mente de Chuck no que diz respeito aos problemas com a tour do disco anterior, pode-se dizer que se saiu muito bem. Na verdade, para cumprir os compromissos da referida tour, Chuck contou com a ajuda de seus roadies para substituir Butler e Andrews.

Ídolos imortais: Chuck Schuldiner, o padrinho do death metalAxl Rose: Texto analisa rivalidade com Kurt Cobain

Human é a prova de que o Death triunfou sobre os problemas do passado recente. Na sua busca quase obsessiva pela perfeição, Chuck se impôs um processo de constante evolução e sua obstinação o o fazia pressionar os músicos da atual formação até o limite de suas habilidades como instrumentistas. Talvez a mesma responsabilidade que chamava para si, tenha lançado sobre o grupo que gravou este álbum.

Novamente com Scott Burns, Schuldiner convidou um time de superdotados para realizar o projeto do qual atuou como co-produtor. Assim, Paul Masvidal (guitarra), Sean Reinert (bateria), ambos do Cynic, e Steve DiGiorgio (baixo), do Sadus, ajudaram a construir a nova face do Death. Human, evidenciou a sagacidade do idealizador do Death para, sob pressão, apresentar resultados cada vez mais extraordinários. Naquele ano, ao lado de Arise do Sepultura e de outros grandes discos de outras jovens bandas, Human ajudou a quebrar algumas das mais radicais regras do Death Metal.

Tracklist:
01-Flattening of Emotions
02-Suicide Machine
03-Together as One
04-Secret Face
05-Lack of Comprehension
06-See Through Dreams
07-Cosmic Sea
08-Vacant Planets

Continua...

Referências: Allmusic, RelapseRecords, Death (book), Whiplash, Wikipedia, The BNR Metal Pages


Death - A História da Banda

Death: A história - Os primeiros diasResenha - Scream Bloody Gore - DeathResenha - Death - LeprosyResenha - Spiritual Healing - DeathResenha - Individual Thought Patterns - DeathResenha - Symbolic - DeathResenha - Death - Sound of PerseveranceResenha - Live in Eindhoven - DeathTodas as matérias sobre "Death - A História da Banda"


Outras resenhas de Human - Death

Death: 23 anos de um grande divisor de águas da carreira da banda



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Death - A História da Banda"Todas as matérias sobre "Death"


Ídolos imortais: Chuck Schuldiner, o padrinho do death metalÍdolos imortais
Chuck Schuldiner, o padrinho do death metal

Death: Death
"Chuck Schuldiner não era um cara simpático!"

Bandas homônimas: Os verdadeiros Maiden, Nirvana, Skid Row e outros (vídeo)Bandas homônimas
Os verdadeiros Maiden, Nirvana, Skid Row e outros (vídeo)

Metal Extremo: os 25 melhores álbuns de todos os temposMetal Extremo
Os 25 melhores álbuns de todos os tempos


Axl Rose: Texto analisa rivalidade com Kurt CobainAxl Rose
Texto analisa rivalidade com Kurt Cobain

Por que o Whiplash.Net republica matérias?Por que o Whiplash.Net republica matérias?
Por que o Whiplash.Net republica matérias?

Mr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)Mr Catra
Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)

Rob Halford: "Ninguém escolhe ser Gay"Poeira: Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer parteSerial Killers: As 10 melhores músicas sobre assassinos da vida realPearl Jam: Mike McCready diz que tentou salvar Layne Staley

Sobre Ricardo Cunha

Apaixonado por música e estudante de Filosofia, juntou os interesses para escrever principalmente sobre rock e metal.

Mais matérias de Ricardo Cunha no Whiplash.Net.