White Light Cemetery: Stoner enraizado no rock de peso

Resenha - Careful What You Wish For - White Light Cemetery

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Hissa
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

Para quem procura um Stoner enraizado no rock de alta qualidade, o White Light Cemetery entrega o melhor produto no mercado de 2017. O segundo álbum da banda americana de Louisiana Careful What You Wish for é peculiar, tem peso sem ser metal, tem groove sem ser pop e tem divagação sem ser psicodélico.

A7X: Curiosidades sobre a banda que talvez você não saibaIron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no set

Misery Loves Company abre o álbum numa curta viagem de sons subliminares apenas para aterrisar numa atmosfera coléria de distorção e vocais com drive embutido, a melhor escolha para abrir os trabalhos. O álbum continua nessa toada enfatizando o lado rock através de vocais muito bem executadas por cima de guitarras groove distorcidas que nos solos persistem com pedais acionados. O baixo destaca o lado blues, algumas vezes dominando toda a música como na faixa Looking Out (For Number One). Ouve-se também uma acanhada influência grunge destacada na faixa Waiting que lembra o Alice in Chains do Layne Staley. Bullet to Erase fecha o álbum destilando qualidade típica de bandas bem entrosadas.

Stoner rock inicialmente foi concebido como o tipo de música para ser usado durante o usufruto dos efeitos colaterais de sua erva ilícita. Contudo o White Light Cemetery expande esse conceito e cria em uma miríade de influências (sem se trancar em nenhuma) no Careful What You Wish Form que só pode ser definida como música pesada. Claro que se a execução não fosse bem feita a música jamais conseguiria alcançar a propagação suficiente para atingir o usuário lá dentro da alma.

TrackList
1. Misery Love Company 06:28
2.Sky River 03:54
3. Looking Out (For Number One) 06:17
4. On a Dime 13 04:19
5. Quit Work, Make Music 06:03
6. Better Days 02:54
7. Waiting 05:17
8. Bullet to Erase 05:10




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "White Light Cemetery"


A7X: Curiosidades sobre a banda que talvez você não saibaA7X
Curiosidades sobre a banda que talvez você não saiba

Iron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no setIron Maiden
A reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no set

Buckethead: uma rara imagem do guitarrista sem a máscaraBuckethead
Uma rara imagem do guitarrista sem a máscara

Guns N' Roses: a famosa trilogia de clipes do grupoGuns N' Roses
A famosa trilogia de clipes do grupo

Music Radar: Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os temposMusic Radar
Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos

W.A.S.P.: Lawless teve a mesma coisa que Michael Jackson!W.A.S.P.
Lawless teve "a mesma coisa" que Michael Jackson!

Rock: as dez lendas mais macabras do gêneroRock
As dez lendas mais macabras do gênero


Sobre Marcelo Hissa

Médico em horário comercial, fanático e colecionador de música em tempo integral. Tipo de música preferida: a boa, se tiver peso melhor ainda.

Mais matérias de Marcelo Hissa no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336