Hellish War: Os defensores do True Metal

Resenha - Defender of Metal - Hellish War

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel
Enviar Correções  

8

Em seus mais de 20 anos de carreira, o Hellish War já lançou álbuns que marcaram seu nome no panteão da música pesada no Brasil, e ainda continuam na estrada defendendo o tradicional Heavy Metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas aqui vamos resenhar o seu primeiro registro, "Defender of Metal", que, na comemoração de seus 15 anos de lançamento, foi relançado e a banda também fez alguns shows especiais em celebração a data.

A capa e a produção do álbum remetem a década de 80, o auge do Metal no mundo, algo que é sentido na própria sonoridade da banda, tudo feito de forma deliberada pelos seus integrantes na época.

publicidade

Já na música em si, "Defender of Metal" conta com três faixas instrumentais, sendo que a mais bem sucedida delas foi "Feeling of Warriors", com riffs pesados e um ótimo solo. Algumas faixas contidas aqui já receberam a denominação de clássicas, como a contagiante "Hellish War", "We Are Living the Metal", que tem um clima parecido com o trabalho realizado nos primórdios do Helloween, enquanto a faixa-título tem algumas nuances de Judas Priest em sua sonoridade. Já "The Sign" tem um estilo mais cadenciado, criando um clima diferente que ficou bem bacana. "Sacred Sword" é total Maiden, com baixo galopante e riffs/solos bem ao estilo da trupe de Steve Harris em seus primeiros registros. Impossível deixar de citar igualmente a bela "Memories of Metal", que em sua metade possui alguns elementos, inclusive vocais, do mestre King Diamond.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De ponto negativo, podemos citar as letras, pois trazem uma ode demasiada ao Metal, o que faz com que as mesmas fiquem na fronteira entre a defesa de um estilo musical e o caricato, ao melhor estilo Massacration (que nem era conhecido na época). E a própria sonoridade, propositalmente oitentista, mas que nos dias atuais pode soar um pouco defasada. Mas são "senões" que não tiram o brilho da obra.

No caso especifico de "Defender of Metal", ao invés de um relançamento, seria interessante ter uma regravação do mesmo, talvez assim alcançando um resultado ainda melhor do que o contido aqui. De qualquer maneira, um bom registro que faz parte da historia do Metal nacional.

Formação:
Roger Hammer – vocais
Vulcano – guitarra
Daniel Job – guitarra
Gustavo Gostautas – baixo
Jayr Costa – bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

11 Faixas – 73:12

Tracklist:
1 - Into The Battle
2 - Hellish War
3 - We Are Living For The Metal
4 - Defender Of Metal
5 - The Sign
6 - Gladiator
7 - Into The Valhalla
8 - Sacred Sword
9 - Memories Of A Metal
10 - Feeling Of Warriors
11 - The Law Of The Blade


Outras resenhas de Defender of Metal - Hellish War

Resenha - Defender Of Metal - Hellish War

Hellish War: Os defensores do Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Humor: Não basta ouvir Master Of Puppets para ser ThrashHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

CliHo WhiFin Cli336 CliIL Cli336