Despised Icon: "Beast" é um de seus melhores trabalhos

Resenha - Beast - Despised Icon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nicolas Lopes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O ano de 2010 viu o fim de uma das mais aclamadas bandas da cena deathcore: O DESPISED ICON. Seis anos depois a banda volta com uma obra pesada - Beast - que contempla a essência dos títulos anteriores e ao mesmo tempo inclui influências novas que podem (ou não) agradar os fãs nesta nova fase.

Iron Maiden: os álbuns da banda, do pior para o melhorMax Cavalera: "Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nome"

A primeira faixa, The Aftermath, lembra bastante os trabalhos antigos da banda. Alterações bruscas na bateria, a presença dos vocais contrastantes de ALEX ERIAN e STEVE MAROIS e um breakdown que te levará a 2007 quando o post-hardcore estava em alta. Inner Demons vem em seguida reforçando o espírito deathcore do álbum.

A terceira faixa, Drapeau Noir começa pesada porém termina em uma pegada mais hardcore e com algumas frases em coro, elementos nunca vistos anteriormente nas faixas da banda, mas que certamente são influências do grupo de metalcore formado por ALEX ERIAN no hiato da banda - OBEY THE BRAVE. A faixa seguinte, Bad Vibes, também demonstra essas influências porém conta com um breakdown de pig squeals e pedal duplo "a la" Furtive Monologue, de The Ills of Modern Man.

Dedicated To Extinction é um interlude orquestrado que parece extraído de um álbum do DIMMU BORGIR e vem seguida de Grind Forever, Time Bomb e One Last Martini, faixas repletas de breakdowns, riffs pesados e a característica bateria de ALEX PELLETIER que mantém o espírito pesado das obras do DESPISED ICON.

Por fim, o interlude Doomed, leve e com uma espécie de narração dá entrada à faixa título Beast, encerrando o álbum com chave de ouro e "mais do mesmo".

A crítica que fica é em relação à duração do álbum e os interludes desnecessários, que poderiam ser absorvidos pelas faixas seguintes dando espaço para mais trabalho.

Por fim, Beast é certamente um dos melhores álbuns lançados pelo DESPISED ICON e não irá decepcionar aqueles que acompanham a banda mas que estão abertos às novas ideias e influências trazidas após esse período de hiato.

Tracklist:

01. The Aftermath
02. Inner Demons
03. Drapeau Noir
04. Bad Vibes
05. Dedicated To Extinction
06. Grind Forever
07. Time Bomb
08. One Last Martini
09. Doomed
10. Beast




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Despised Icon"


Iron MaidenIron Maiden
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

Max CavaleraMax Cavalera
"Deveríamos ter demitido os dois e mantido o nome"

Rock brasileiroRock brasileiro
Em 24 de outubro de 1955 a vida dos jovens mudou

Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive BurrCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"Scorpions: Top 10 dos melhores álbuns, segundo os fãsMetal: dez grandes canções do gênero dos anos setenta

Sobre Nicolas Lopes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGooILQ