Despised Icon: "Beast" é um de seus melhores trabalhos

Resenha - Beast - Despised Icon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nicolas Lopes
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O ano de 2010 viu o fim de uma das mais aclamadas bandas da cena deathcore: O DESPISED ICON. Seis anos depois a banda volta com uma obra pesada - Beast - que contempla a essência dos títulos anteriores e ao mesmo tempo inclui influências novas que podem (ou não) agradar os fãs nesta nova fase.

5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?5000 acessosQueen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

A primeira faixa, The Aftermath, lembra bastante os trabalhos antigos da banda. Alterações bruscas na bateria, a presença dos vocais contrastantes de ALEX ERIAN e STEVE MAROIS e um breakdown que te levará a 2007 quando o post-hardcore estava em alta. Inner Demons vem em seguida reforçando o espírito deathcore do álbum.

A terceira faixa, Drapeau Noir começa pesada porém termina em uma pegada mais hardcore e com algumas frases em coro, elementos nunca vistos anteriormente nas faixas da banda, mas que certamente são influências do grupo de metalcore formado por ALEX ERIAN no hiato da banda - OBEY THE BRAVE. A faixa seguinte, Bad Vibes, também demonstra essas influências porém conta com um breakdown de pig squeals e pedal duplo "a la" Furtive Monologue, de The Ills of Modern Man.

Dedicated To Extinction é um interlude orquestrado que parece extraído de um álbum do DIMMU BORGIR e vem seguida de Grind Forever, Time Bomb e One Last Martini, faixas repletas de breakdowns, riffs pesados e a característica bateria de ALEX PELLETIER que mantém o espírito pesado das obras do DESPISED ICON.

Por fim, o interlude Doomed, leve e com uma espécie de narração dá entrada à faixa título Beast, encerrando o álbum com chave de ouro e "mais do mesmo".

A crítica que fica é em relação à duração do álbum e os interludes desnecessários, que poderiam ser absorvidos pelas faixas seguintes dando espaço para mais trabalho.

Por fim, Beast é certamente um dos melhores álbuns lançados pelo DESPISED ICON e não irá decepcionar aqueles que acompanham a banda mas que estão abertos às novas ideias e influências trazidas após esse período de hiato.

Tracklist:

01. The Aftermath
02. Inner Demons
03. Drapeau Noir
04. Bad Vibes
05. Dedicated To Extinction
06. Grind Forever
07. Time Bomb
08. One Last Martini
09. Doomed
10. Beast

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Despised Icon"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Despised Icon"

HumorHumor
Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

QueenQueen
Ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

Phil AnselmoPhil Anselmo
Vocalista mostra seu barraco em Louisiana

5000 acessosGlen Benton e Euronymous: a verdade sobre o encontro5000 acessosLars Ulrich: As mulheres da vida do baterista5000 acessosSeparados no nascimento: Phil Lynott e Tiririca5000 acessosDisco Novo Pra Quê?: Catálogo do Metallica explodiu em 20155000 acessosDrogas: 10 músicos que surpreendentemente sobreviveram aos abusos5000 acessosOzzy Osbourne: como seria se ele regravasse "Highway to Hell"?

Sobre Nicolas Lopes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online