Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: Matt Sorum surpreende ao revelar quem era o integrante sóbrio da bandaGuns N' Roses: Matt Sorum surpreende ao revelar quem era o integrante sóbrio da banda

Metallica: Hetfield reage a torcida que cantou Enter Sandman e distorceu sismógrafoMetallica: Hetfield reage a torcida que cantou Enter Sandman e distorceu sismógrafo

Slayer: rapaz sai fantasiado de Michael Myers e dá de cara com Tom Araya (e com tiras)Slayer: rapaz sai fantasiado de Michael Myers e dá de cara com Tom Araya (e com tiras)

Queen: morre pastor antivax que celebrava mortes por aids com Another One Bites the DustQueen: morre pastor antivax que celebrava mortes por aids com Another One Bites the Dust

Guns N' Roses: Duff criticou Frank Ferrer, mas não quis ajudar Matt Sorum a voltarGuns N' Roses: Duff criticou Frank Ferrer, mas não quis ajudar Matt Sorum a voltar

Bruce Dickinson: O que ele pensou quando assistiu o Iron Maiden pela primeira vez?Bruce Dickinson: O que ele pensou quando assistiu o Iron Maiden pela primeira vez?

Pink Floyd: Roger Waters conta como relação com David Gilmour e Rick Wright era tóxicaPink Floyd: Roger Waters conta como relação com David Gilmour e Rick Wright era tóxica

Deep Purple: Ian Gillan chama David Coverdale de oportunista por defender BlackmoreDeep Purple: Ian Gillan chama David Coverdale de oportunista por defender Blackmore

Megadeth: Dave Mustaine critica tirania em escolas e ramo médico e cita uso de máscaraMegadeth: Dave Mustaine critica "tirania em escolas e ramo médico" e cita uso de máscara

Max Cavalera: será que ele gosta do Black Album, do Metallica?Max Cavalera: será que ele gosta do "Black Album", do Metallica?

Metallica: a música de Black Album que fez Kirk mudar a sua maneira de criar solosMetallica: a música de "Black Album" que fez Kirk mudar a sua maneira de criar solos

Kiko Loureiro: comparando a forma de compor do Andre Matos, Edu Falaschi e Dave MustaineKiko Loureiro: comparando a forma de compor do Andre Matos, Edu Falaschi e Dave Mustaine

Metal Hammer: Os 10 piores álbuns dos anos 90 de 10 bandas brilhantesMetal Hammer: Os 10 piores álbuns dos anos 90 de 10 bandas brilhantes

Metallica: nos EUA, torcida canta Enter Sandman tão alto que até sismógrafo registraMetallica: nos EUA, torcida canta Enter Sandman tão alto que até sismógrafo registra

Behemoth: Nergal é novamente absolvido das acusões de ofensa religiosaBehemoth: Nergal é novamente absolvido das acusões de ofensa religiosa


Tunecore 2

Santana: Guitarrista foi feliz ao se reunir com ex-companheiros

Resenha - Santana IV - Santana

Por Victor de Andrade Lopes
Fonte: Sinfonia de Ideias
Em 22/04/16

Nota: 9

Os álbuns recentes do Santana são irregulares em termos de sonoridade: a brilhante tríade Shaman, Supernatural e All that I am, cheia de participações especiais e toques latinos, foi sucedida por um álbum de covers, depois um álbum de volta às raízes e por fim um álbum nos moldes da supracitada sequência.

E foi aí que fomos surpreendidos novamente com o anúncio da volta da formação clássica do Santana, aquela que lançou os primeiros discos do músico mexicano-estadunidense. Reuniram-se o guitarrista Neal Schon, o tecladista e vocalista Gregg Rolie, o percussionista Michael Carabello e o baterista Michael Shrieve. Todos eles participaram dos primeiros três lançamentos da banda (Santana, Abraxas e Santana III), exceto Neal, que só esteve no terceiro. Só faltou o baixista David Brown voltar dos mortos para completar o time, mas as quatro cordas ficaram a cargo do menos conhecido e competente Benny Rietveld. Karl Perazzo também mostra suas credenciais aqui, na ausência do segundo percussionista da formação clássica José Areas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O resultado é um impecável trabalho de rock, blues e salsa. A química afinadíssima dos sete músicos é a marca deste álbum cujos ensaios resultaram em nada menos que 16 faixas, que intercalam atmosferas, velocidades e direcionamentos musicais. É verdade que algumas podem levar mais tempo para cair no gosto do fã, especialmente os instrumentais mais serenos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A abertura "Yambu" é pomposa, firme e marcante, como um lento descortinar de um espetáculo. O que vem a seguir é uma maratona de música fina. Há faixas bem típicas da era clássica do Santana, como os longos instrumentais "Fillmore East" e "Forgiveness" e a bela "Blues Magic".

Outras já fazem referência aos discos mais populares do guitarrista, como "Anywhere You Want to Go", "Choo Choo" e sua continuação "All Aboard", além de "Freedom in Your Mind", esta última com a participação de Ronald Isley - sim, aquele do The Isley Brothers. O estadunidense dá as caras (ou melhor, as vozes) também em "Love Makes the World Go Round".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por mais que Santana IV tente fazer referência a quatro décadas e meia atrás, não foi possível esquecer a quantidade de tempo de carreira que decorreu desde os anos 1970. A maturação dos músicos é evidente e foi determinante para a qualidade do som produzido aqui - justamente por isso não seria possível recuperar os sons de quando eles eram jovens de 20 e poucos anos com bem menos experiência. E olha que eles já arrebentavam na época. Santana IV é menos um trabalho de aventura do que um trabalho de celebração.

Não importa quantos discos dele tenham saído, quem aprecia Carlos Santana nunca ouvirá o suficiente. É muito gratificante ver que um artista que começou no final dos anos 1960, junto com a maioria das bandas definitivas do rock clássico, continua fazendo boa música, sem nunca ter parado, sem nunca ter sentado numa zona de conforto - e ainda assim, você o reconhece na primeira nota.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Abaixo, a faixa "Anywhere You Want to Go":

Track-list:
1. "Yambu"
2. "Shake It"
3. "Anywhere You Want to Go"
4. "Fillmore East"
5. "Love Makes the World Go Round"
6. "Freedom in Your Mind"
7. "Choo Choo"
8. "All Aboard"
9. "Sueños"
10. "Caminando"
11. "Blues Magic"
12. "Echizo"
13. "Leave Me Alone"
14. "You and I"
15. "Come as You Are"
16. "Forgiveness"


Outras resenhas de Santana IV - Santana

Santana: Quando ele quer, ele não brinca em serviço

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Victor Biglione: homenagem ao aniversariante Carlos Santana


Michael Jackson: O Rei do Pop também tinha um pé no Rock!Michael Jackson
O Rei do Pop também tinha um pé no Rock!

Curiosidade: capas de álbuns com ilusões de óticaCuriosidade
Capas de álbuns com ilusões de ótica

Santana: músico pede para Obama legalizar a maconhaSantana
Músico pede para Obama legalizar a maconha


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1


Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes.