CrossRock: "Come On Baby" é um disco que você precisa conhecer

Resenha - Come On Baby - Crossrock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Hananias Souza Santana
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Com o lançamento de vídeos no Youtube de músicas como "When Love Goes Away" e "Call You" a alguns anos atrás, a banda paulistana CROSSROCK foi chamando atenção de muitas pessoas e criando a expectativa de quando um álbum seria lançado. Em 2015 foi lançado "Come On Baby", para a satisfação dos que aguardavam e uma agradável surpresa para quem não conhecia a banda.

Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo

O CROSSROCK não é uma banda nova, o caras já estão na estrada a um tempo; lançaram no já longínquo ano de 2006 uma demo chamada "Our Rock Come From Heaven" e já foram conquistando fãs desde essa época. Atualmente o grupo é formado por Rane na voz e guitarra, Leary Rock como guitarrista, Junior Lima no baixo e J.P na bateria. O som é um hard rock como feito nos anos 80. Se me dissessem que se tratava de uma banda da década de oitenta obscura eu poderia acreditar, tamanha é a sensação de viagem no tempo ao ouvir os caras. Estamos no século 21, mas existem muitas pessoas que ainda gostam de música como era feita décadas atrás, e se for bem feito, como é o caso de "Come On Baby", o resultado é muito positivo.

O disco tem boas guitarras, os riffs são competentes, tem bons solos, a cozinha não deixa a desejar em nenhum momento, e dou um destaque para o vocal, Rane é um ótimo vocalista. O disco tem uma boa produção, ótimos arranjos, tem composições inspiradas. Eles tem ótimas influências do hard rock anos 80 como RATT, FIREHOUSE, STRYPER, POISON, dentre outros, tem tudo desse estilo, músicas grudentas como "Any Road", músicas pesadas como "Come On Baby" por exemplo, e belas baladas como "When Love Goes Away". Não gostei do sax em "I Feel Your Cold", a faixa "Let's Dance" não me convenceu, mas no geral não tive incômodos ao ouvir o disco.

CROSSROCK é uma das melhores bandas nacionais de hard rock na atualidade e "Come On Baby" é um disco que você precisa conhecer, provavelmente tenha dificuldade de parar de ouvir, muito recomendado.

Destaques: "Any Road", "So Live" e "Never Give Up".

TRACK LIST:
01. Call You
02. Tonight
03. It's All I Need
04. Any Road
05. My Life
06. So Live
07. When Love Goes Away
08. Without Love
09. Let's Dance
10. I Feel Your Cold
11. Come On Baby
12. Never Give Up
13. A Letter 4U


Outras resenhas de Come On Baby - Crossrock

CrossRock: Mantendo a chama do hard rockCrossrock: Hard Rock made in Brazil para o mundo




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Crossrock"


Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

Lindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da MarshallLindo Demais
Conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall

Slipknot: Veja membros atuais sem máscaraSlipknot
Veja membros atuais sem máscara

Eric Clapton: saiba mais sobre a doença que o acometeuEric Clapton
Saiba mais sobre a doença que o acometeu

Tarja Turunen: os discos que marcaram a vocalistaTarja Turunen
Os discos que marcaram a vocalista

Megadeth: Experimentando a realidade dos músicos de rua na TurquiaMegadeth
Experimentando a realidade dos músicos de rua na Turquia


Sobre Hananias Souza Santana

Hananias Souza Santana, nascido em 1990, estudante de administração na Universidade do Estado da Bahia, guitarrista, por ser negro, morar na periferia de Salvador e ser cristão batista, tinha tudo para curtir rap, pagode ou gospel, mas como o amor a música foge a rótulos, se tornou headbanger desde a adolescência. Os estilos de sua preferência são o Hard Rock e Heavy Metal anos 70 e 80, mas ouve um pouco de tudo dentro do rock and roll.

Mais matérias de Hananias Souza Santana no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336