Bloody Lair: Metal negro intenso da República Tcheca

Resenha - Behind the Gates of Terror - Bloody Lair

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Cristiano Borges
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A cena black metal da República Tcheca sempre foi conhecida pelas bandas cult, parece até que uma maldição está presente naquelas terras fazendo com que germine tanta horda putrefata a exemplo do Maniac Butcher, Root, Dark Storm entre outras... E dando continuidade a esse legado temos a Bloody Lair, horda que está na ativa desde 2005 e no ano de 2015 chegou ao seu 3° full-length intitulado Behind The Gates Of Terror.

5000 acessosMetallica: o video game da banda que nunca foi lançado5000 acessosTotal Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da história

Esse full nos apresenta um black metal intenso, com mesclas cadenciadas, riffs inspiradíssimos (ora ríspidos/cortantes ora palhetados), a cozinha faz um trampo que só fez tornar o trabalho ainda mais fantástico, tudo isso junto ao vocal odioso só poderia resultar em ataques que são verdadeiros hinos ao submundo.

No disco, ao todo, são 10 faixas mas na arte da capa não citaram o "Outro" que encerra o play. Ataques como "Opus Odium", a caótica "Era Of Wrath", a faixa título (Behind The Gates Of Terror), "Malleus Maleficarum" são verdadeiros petardos, mas o play é tão foda que fica muito difícil citar tão poucas faixas. São 42 minutos de puro caos e profanação que se passa tão rápido que ao final é inevitável não repetir. Toda essa destruição é causada por Lord Obst, guitarra e vocal e Heretic, vocal (Baixo e batera não são creditados).

Bem, se você se identifica com as hordas citadas e com tudo que foi mencionado aqui então eu sugiro que corra atrás desse álbum por que vale muito a pena. É a República Tcheca fazendo valer sua fama de maldita e nunca decepcionando!!! Salvem o metal negro!!!

Música:

1. Opus Odium
2. Era of Wrath
3. Satan's Legions
4. Voice of Blood
5. Infernal Blasphemy
6. Chains of Pain
7. Behind the Gates of Terror
8. Malleus Maleficarum
9. Journey Into Damnation
10. Outro

Formação:

Lord Obst (guitarra e vocal)
Heretic (vocal)

Acompanhe Bloody Lair através das redes:
https://www.facebook.com/Bloody-Lair-172571616104751/?fref=t...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bloody Lair"

MetallicaMetallica
O video game da banda que nunca foi lançado

Total GuitarTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

A década perdida?A década perdida?
Rock Brasileiro da Década de 70

5000 acessosNamore um cara que goste de Metal5000 acessosSlash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos5000 acessosSexo: como se comportam os fãs de cada vertente de Metal?4518 acessosRamones: quantas vezes eles usaram Wanna/Want nos títulos?5000 acessosJourney: o famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"5000 acessosSteven Tyler: Ele alertou o Guns N' Roses sobre as drogas

Sobre Cristiano Borges

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online