Mad Dragzter: Retorno com essência mantida

Resenha - Master of Space and Time - Mad Dragzter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8

O retorno do Mad Dragzter (principalmente a gravar) é uma verdadeira dádiva aos fãs de Thrash Metal, afinal no estilo pipocam bandas, mas sempre semelhantes e até pastiches umas das outras. Com estes paulistanos é diferente, pois o leque aqui é mais aberto a influências do Heavy Metal tradicional e à melodia também.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após dois grandiosos discos, "Strong Mind" (2003) e "Killing the Devil Inside" (2006), o hiato de nove anos trouxe a banda mantendo a essência, porém talvez mais melódica e ao mesmo tempo direta e versátil. E mais uma vez o Mad Dragzter traz uma bela arte gráfica, o que sempre foi um dos diferenciais do quarteto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

São quinze composições (a banda sempre gravou mais de uma dezena de faixas em seus discos) distribuídas em pouco mais de uma hora, onde um conceito filosófico é abordado no disco interligando as composições. Mesmo parecendo longo, o disco empolga, pois as composições são objetivas (média de 4 minutos cada).

Essa objetividade não faz com que as músicas não sejam exploradas nas variações, pois há um belo trabalho de guitarras com riffs e ótimos solos, cozinha coesa, além de quebradas que trazem ainda mais melodias nos andamentos mais lentos, que chegam a ser viajantes em algum momento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O grande diferencial da banda é que a velocidade não é o prato principal e sua música chega a ser acessível em alguns momentos (principalmente com os refrãos), mostrando uma variação importantíssima pra um estilo tão explorado. A boa produção só merecia um aumento no volume pra ganhar ainda mais energia. No mais, apesar da homogeneidade, faixas como Almighty, Megiddo, Sons of Thunder e One Nation, One Church podem ser os destaques, eu digo podem, pois tem outras faixas belíssimas. Que o Mad Dragzter não se vá mais!

https://www.facebook.com/pages/MAD-DRAGZTER/73957534135
https://myspace.com/maddragzter

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Master of Space and Time - Mad Dragzter

Mad Dragzter: Uma metralhadora de riffs

Mad Dragzter: O retorno de um gigante do thrash nacional




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista TiagoMad Dragzter
A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago


Black Sabbath: Tony Iommi explica como tocar ParanoidBlack Sabbath
Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"

Planet Rock: as maiores vozes da história do rockPlanet Rock
As maiores vozes da história do rock


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo336 CliHo Goo336