Peter Gabriel: Uma ousada produção do músico

Resenha - Back to Front - Peter Gabriel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renato Nonato da Cunha
Enviar Correções  

9


Depois de aventurar-se com os álbuns "Scratch my Back" e "New Blood", nos quais interpretou covers diversos, que foi de Paul Simon a Radiohead, utilizando somente uma orquestra para acompanhá lo.

Com o término do projeto, trouxe a banda de volta, e anunciou o novo projeto. Desta vez o músico britânico resgatou "So", seu mais aclamado álbum, que trazia a clássica "Sledgehammer", imortalizada pelo revolucionário videoclipe. O resultado disso foi o DVD "Back Front", lançado há pouco no Brasil, sem muito alarde.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O show é, como o próprio Gabriel anuncia em seu início: Dividido em três partes. A primeira é acustica, entre as canções traz o mega hit "Shock the Monkey". A segunda parte e mais sombria e eletrônica, entre os destaques está "Secret World" e "No Self Control". A terceira parte é a cereja de bolo, a versão integral de "So". Vale citar que Gabriel trouxe de volta os mesmos Músicos que o acompanharam na turnê do álbum em 1987. Lá estao os eficientes Manu Katche, Tony Levin, David Rhodes e David Sancious.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção do show é impecável, e as performances teatrais ainda fazem parte da carreira de Peter Gabriel, mas nada de máscara de flores como nas lendárias apresentações do Genesis dos anos 70. Gabriel, embora tímido, esforca- se ao máximo para passar as mensagens de suas canções, ainda que a interação com a platéia seja discreta.

Sobre a nova versão de "So", ela soa melhor do que nunca. "Red Rain", com chuvas vermelhas caindo (através do telão) torna o espetáculo ainda mais intenso. A já citada "Sledgehammer" vira festa, fazendo a platéia se levantar de suas cadeiras. "Don't give you up", que na interpretação original traz a cantora Kate Bush, aqui Gabriel canta com a backing vocal Jennie Abrahamson. Talvez o momento mais marcante de "So" ainda está na sombria "Mercy Street", onde deitado, Gabriel a canta quase que sendo engolido pelas cameras. "In your Eyes", encerra "So" com louvor, trazendo a participação do cantor senegalês Daby Toure.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O obrigatório bis ainda traz "The Tower ate People" e a comovente "Biko", feita em homenagem a Stephen Biko", um ativista africano anti-Apartheid, tornando-se mártir após seu assassinato em 1977

O DVD traz o extra "Back to Front - The Visual Approach", onde Gabriel e o diretor Hamish Hamilton contam em detalhes sobre a ousada produção. Felizmente contém legendas em português. Uma pena a parte musical não conter. A má notícia é o show estar disponível por aqui somente na versão em DVD.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: Jason Newsted, 14 anos de humilhaçãoMetallica
Jason Newsted, 14 anos de humilhação

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave MustaineElectra Mustaine
A linda filha do Sr. Dave Mustaine


Sobre Renato Nonato da Cunha

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336 Goo336 Cli336 WhiFin