Eternal Sex And War: 2º petardo dos italianos lançado no Brasil

Resenha - Negative Monoliths - Eternal Sex And War

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


"Negative Monoliths", segundo álbum deste trio italiano, foi lançado no Brasil graças à parceria entre a Shinigami Records e o selo alemão Quality Steel Records de Mål Schuster, guitarrista do King Fear. Isto é, teremos mais material de qualidade lançado por aqui.

publicidade

O Eternal Sex and War investe em uma sonoridade rústica tendo como foco principal um Black Metal primitivo e enraizado. Mas, a banda formada por Thorshammer (vocal/guitarra), Gornhar (bateria) e Dr. Faustus (baixo) não se restringe somente ao Metal negro e ainda adiciona elementos de Death e Thrash Metal em suas composições.

A única coisa certa é que a banda não quer nada de atual na sua música. Guitarras nervosas, com riffs diretos aliadas a um baixo pesado e distorcido dão a base exata para Torshammer vociferar ‘urradamente’ seus quase vomitados vocais, fugindo um pouco da premissa, mas mantendo a extremidade.

publicidade

Interessante a banda não apostar sempre na velocidade e continuar soando pesada mesmo em momentos mais cadenciados como na quase Doom Metal Hallucinated by the Ungod of Exile, que possui um riff repetitivo e alternância com momentos mais agressivos e rápidos.

Destaque ainda para Heretic Reaktor e Cyclone Demagogy. Resumindo, o Eternal Sex and War, além de suas características, irá agradar em cheio fãs de Master, Darkthrone e Celtic Frost.

https://www.facebook.com/eternalsexandwar
http://www.myspace.com/eternalsexandwar

publicidade

publicidade


Outras resenhas de Negative Monoliths - Eternal Sex And War

Eternal Sex and War: Metal extremo, cru e brutal



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treinoMetal
16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin